Anuncie

Anuncie em nosso Portal de Franquias!

Logo Central do Franqueado2

Conheça as principais tendências do marketing no franchising e otimize a gestão da sua marca

Estratégias de divulgação surgem a cada dia para fortalecer a identidade da marca e até mesmo encontrar novos franqueados. Confira os melhores conteúdos relacionados ao marketing para franquias e facilite o processo de expansão da sua rede!

Artigos recentes sobre Marketing

Conteúdos mais populares sobre Marketing

Quer aprender sobre Marketing em franquias? Comece por aqui

Solucionando as dores com o marketing da sua franquia

Vídeos com nossos especialistas em Marketing de franquias

Como a central do franqueado pode ajudar o marketing da sua franquia

Marketing para franquias: tudo que você precisa saber para divulgar sua marca e atrair novos franqueados

Plano de Marketing para franquias

Sua rede de franquias possui um plano de marketing? Se sim, ele está funcionando? Caso ainda não tenha ou ele não esteja tendo os resultados esperados, saiba que você pode estar perdendo negócios em duas frentes enquanto franqueador: conquistar novos clientes e acelerar a expansão da sua rede.

Não só no franchising, mas um bom marketing faz parte da gestão de qualquer negócio. Afinal, todo empreendedor está sempre pensando em tornar seus produtos atraentes para novos clientes e — consequentemente — aumentar os lucros. Entretanto, no mercado competitivo atual, vender não é algo tão simples. É preciso planejar e, para isso, temos o plano de marketing.

Um plano de marketing é o que vai organizar as estratégias, canais e recursos que serão utilizadas pela empresa na hora de divulgar os seus produtos. No franchising, onde a padronização é um dos pilares para o sucesso, ele se torna ainda mais importante para criar uma identidade para a marca, que faça a empresa ser reconhecida pelos consumidores em qualquer lugar.

Ainda, os planos de marketing precisam ser flexíveis. É necessário estar preparado para mudanças na disponibilizade financeira, de capital humano e em variações sazonais. Já pensou em como o plano de marketing de uma franquia de sorvetes pode variar durante as estações? Ou como uma rede de brinquedos precisa qualificar sua divulgação em datas como Natal e Dia das Crianças? 

As estratégias de marketing sazonais buscam auxiliar nesses momentos! Entendendo as principais datas com potencial de lucro e sabendo como promover a franquia de forma a se beneficiar durante todo o ano, você terá um plano de divulgação efetivo e flexível para toda sua rede de franquias.

Para te ajudar a compreender melhor os detalhes da importância e aplicabilidade dessas metodologias, a Central do Franqueado elaborou um conteúdo específico para que você saiba como inserir estratégias de marketing sazonais em sua franquia!

Objetivos de marketing em sua rede de franquias

Parte da criação do plano de marketing depende dos objetivos que sua franquia deseja atingir. É aumentar os lucros? Ok! Porém, isso é muito vago e o plano marketing exige maior detalhamento para facilitar o caminho até essa meta. Para isso, é preciso estabelecer uma série de objetivos de marketing. Ou seja, pequenos passos até um resultado final que a rede como um todo sentirá no bolso (positivamente, é claro).

Além disso, para que todas as equipes da sua rede trabalhem em sintonia em busca de um mesmo objetivo — o crescimento da rede — elas precisam saber o que buscar em questões de resultados e prazos. Dessa forma, se cria um um ritmo de trabalho contínuo e recompensador para a equipe de marketing de todas as unidades. 

Afinal, a rede estará atingindo metas o tempo todo, gerando satisfação e motivação para continuar a desenvolver o trabalho com excelência. E o melhor? O sucesso desses objetivos de marketing representa o sucesso da sua marca de forma geral, inclusive das unidades franqueadas que podem replicar a estratégia em seu marketing local. 

Porém, é importante saber balancear e não exagerar na hora de criar esses objetivos. Quanto mais sucinta e objetiva uma campanha de marketing, mais eficaz ela será. Afinal, será mais fácil focar e desenvolver corretamente o planejado. Se quiser saber como desenvolver essas metas em sua rede e mais detalhes da importância, acesse nosso artigo sobre objetivos de marketing para franquias.

Persona: identificando seu público-alvo

Saber como vender e onde deseja chegar com o marketing da sua rede de franquias é importante, mas um ponto muito esquecido pelas franqueadoras está do outro lado: o cliente. Mais do que tudo, é preciso entender para quem vender. Assim, você pode direcionar seu plano de marketing para esse público-alvo, economizando recursos como tempo e dinheiro.

Para isso, você precisa conhecer o conceito de persona. A persona de um negócio é o “perfil ideal” da marca. Ou seja, uma representação fictícia do alvo para qual você estará planejando ações de marketing. Por isso, antes de divulgar sua marca, é preciso definir qual o perfil desse público-alvo. Crie essa persona, suas preferências, os seus canais mais usados. Assim, o direcionamento dessas ações será muito mais qualificado.

Alguns cenários práticos podem ser úteis para um melhor entendimento. Por exemplo, se sua persona é um jovem, vegano, atento às novas tecnologias, a comunicação através do marketing deve ser a partir de canais digitais, com uma linguagem moderna e que mostre a cultura cruelty-free da sua marca. Com isso, a chance de atrair esse público-alvo para sua rede é maior. 

O processo de mapear essa persona envolve uma série de etapas de muita pesquisa, coleta de dados e até mesmo entrevistas com clientes atuais. É preciso identificar as principais dores, interesses, canais mais usados e outros dados mais pessoais para que a persona seja a mais precisa o possível.

Em redes de franquias, ainda podemos considerar outra persona além do cliente tradicional: o franqueado. Essa persona será desenvolvida a partir daquilo que você considera o franqueado ideal para se ter, com o devido alinhamento cultural, poder aquisitivo e experiência com a gestão de um negócio.

Para saber mais sobre o processo de criação de um perfil ideal para seu negócio, preparamos um conteúdo completi sobre o tema. Confira e saiba como desenvolver a persona da sua franquia (seja ela a de um potencial franqueado ou de um cliente).

Como fazer a Gestão de Marca da sua rede

Outro ponto importante quando falamos de marketing para franquias está na forma como a marca da rede é trabalhada. A chamada gestão de marca (ou branding), é essencial no processo que levam as pessoas a respeitar, conhecer e desejar fazer parte da sua rede de franquias, seja como franqueados ou consumidores.

Por isso, nos últimos anos, o conceito tem se popularizado como uma necessidade para manter a marca relevante no cenário competitivo. Esse conjunto de estratégias e ideais procuram introduzir cada vez mais a identidade de um negócio no imaginário do seu público-alvo. Fazendo isso, você vai facilitar o processo de consolidação no mercado e construção de uma marca forte que será lembrada.

Porém, na tentativa de acelerar esse processo, muitos acabam cometendo um erro grave e custoso: forçar essa relação. Fazer a gestão de marca da sua franquia não é gastar milhares de reais ao expor sua identidade visual em outdoors pela cidade. Estamos falando de um processo intimista, que representa o sentimento que o público cria em relação a uma empresa e é essa conexão que a fará ser lembrada.

Para isso, temos a Apple e seu iPhone como exemplo. Apesar de não ser o celular mais poderoso ou barato do mercado, seus modelos continuam a bater recorde de vendas mesmo em anos em que as atualizações tecnológicas são mínimas. Isso acontece pelo trabalho de gestão de marca, onde utilizar um iPhone ultrapassou as barreiras da tecnologia e virou parte de um estilo de vida marcado pelo alto padrão.

Dessa forma, ao estabelecer sua marca como referência no mercado, você terá uma série de benefícios que variam desde clientes dispostos a pagar mais pelos seus produtos até uma expansão facilitada. Afinal, quem não gostaria de fazer parte de uma franquia respeitada e de sucesso comprovado?

Templates: saiba como padronizar o marketing da sua franquia

Uma das melhores formas de fixar sua marca de forma natural e progressiva é apostando na padronização da identidade visual. Para isso, todas as unidades da rede precisam estar em sintonia com seus setores de marketing, a fim de entregar peças publicitárias ou qualquer tipo de divulgação a partir de uma mesma base. Nesse sentido, surgem os templates.

Templates — ou modelos, em tradução literal — são arquivos editáveis que se propõem a manter um padrão para todos os materiais de divulgação desenvolvidos. Como exemplo, temos posts de redes sociais. Se cada unidade de uma rede de franquias possuir seus próprios perfis, é importante para o fortalecimento da marca que cada postagem tenha a mesma base. Assim, o marketing geral da rede será padronizado e trabalhará junto para se inserir na mente da população.

Ou seja, ao introduzir templates ao seu plano de marketing, a franquia poderá oferecer a replicação qualificada de uma metodologia de divulgação por todas as suas unidades, sempre mantendo a qualidade esperada e prezando pela padronização da sua identidade visual.

Além da padronização, outros benefícios surgem quando templates são utilizados, como uma produção acelerada. Como as artes estão pré-prontas, cabe ao  responsável apenas editar as informações, tornando a produção se torna extremamente ágil e mais peças criadas em menor tempo. 

Além disso, o grande diferencial dos templates está no fato de que qualquer um, com o mínimo conhecimento digital e bom senso, pode transformar um modelo editável em uma peça de boa qualidade. Mesmo que a princípio possa ser necessário algum tipo de capacitação, com o tempo a facilidade trazida por modelos editáveis será infinitamente mais agradável de se trabalhar do que produções feitas do zero.

Se quiser saber mais sobre os benefícios e, é claro, como desenvolver bons modelos editáveis para o marketing da sua franquia, a Central do Franqueado preparou exemplos e uma série de dicas para preparar a padronização do marketing da sua franquia. Acesse nosso artigo completo sobre templates

Os melhores meios de comunicação para franquias

Você pode até ter um plano de marketing bem fundamentado, ótimos modelos editáveis ou um conteúdo devidamente personalizado ao seu público-alvo, mas se não souber quais os melhores meios de comunicação para atingi-los, tudo será em vão. Por isso, é importante que toda rede de franquias saiba observar onde seu cliente ou potencial franqueado se encontra e as principais tendências do mercado.

Há não muito tempo atrás, telefonemas e o rádio eram alguns dos canais mais utilizados na hora de divulgar um negócio. Porém, isso mudou. A TV e meios digitais ganharam os holofotes com os avanços da tecnologia e quem não percebeu essa evolução caiu no esquecimento. Hoje, o cenário é parecido. Novos meios de comunicação surgem, se destacam e o mercado exige a aderência. 

Um exemplo é o TikTok. A rede social de vídeos rápidos cresceu de forma relâmpago, se tornando a rede social mais baixada do mundo em questão de meses. O sucesso logo atraiu milhares de empresas a investirem na plataforma em busca de se aproveitar desse destaque. O resultado? O TikTok se estabeleceu como um dos principais canais de divulgação da atualidade, tão importante como um site próprio ou o já tradicional Instagram.

Agora, quando falamos nos principais meios de comunicação para franquias, surgem dezenas de opções. Afinal, cada segmento ou marca terá um público diferente presente em diferentes plataformas. Porém, existem alguns padrões que podemos observar.

Redes sociais, obviamente, são uma necessidade para qualquer empresa, de qualquer ramo ou tamanho. É por ali que qualquer marca começa a se inserir digitalmente e a falta de uma presença mais forte já causa estranheza a qualquer cliente. Outras opções são o e-mail marketing, site e blog próprio e anúncios em portais especializados ou com o próprio motor de busca (Google, Youtube, Bing).

Como divulgar a sua franquia

Os dois objetivos finais de todo franqueado é vender e expandir. Para isso, vimos através de todo conteúdo as principais estratégias de marketing para franquias. Porém, se engana quem pensa que elas param por aí. Com o mercado recuperando o faturamento do período pré-pandemia, saber divulgar a sua rede é essencial para aproveitar essa retomada.

Nesse sentido, surgem diversas outras metodologias para a divulgação da sua marca. Elas partem de abordagens únicas, com canais, recursos e prazos diferentes. Para que você possa conhecer um pouco de cada uma delas, preparamos um resumo abaixo. Confira!

Marketing de conteúdo

A premissa do marketing de conteúdo está na produção de conteúdo educativo a fim de — a longo prazo — resultar em uma negociação. Ao produzir conteúdos sobre o seu negócio, nicho ou segmento, você começa a tornar sua marca mais conhecida no mercado e gerar interesse de um público que, eventualmente, poderá se tornar seu franqueado.

A gama de conteúdos possíveis é ampla, desde artigos no seu site ou blog, infográficos nas redes sociais da marca até e-books que detalham as formas de operação da sua franquia. As opções são quase ilimitadas, cabe a você atingir o interesse com o conteúdo certo na hora certa, sempre tentando trazê-lo um passo mais próximo da sua rede e de uma negociação.

Uma forma de engajar esse interessado a realmente criar uma conexão com sua franquia é utilizando técnicas de storytelling. O conceito trabalha com gatilhos mentais e uma abordagem mais intimista e personalizada para criar uma conexão com o alvo, tornando a marca mais próxima da pessoa e mostrando valores da rede que potencializam o processo de interesse.

Um exemplo de sucesso é a abordagem da rede de franquias Maria Açaí. Destaque no setor de alimentação, a rede disponibiliza gratuitamente uma Minipédia de Investimento em seu site. Mas, principalmente: o site detalha vantagens financeiras ao adquirir uma unidade e o sucesso que um franqueado da marca pode ter. Um belo uso do marketing de conteúdo com storytelling, certo? 

Se quiser saber mais sobre essa estratégia de divulgar sua franquia, preparamos um guia completo do por que apostar no marketing de conteúdo como estratégia de expansão no franchising.

Marketing de influência

Já ouviu falar em infuenciadores digitais? Esses profissionais ganharam tanta importância nos últimos que popularizam um tipo de marketing, o marketing de influência. Porém, ainda que o conceito tenha tomado grandes proporções com a popularização da internet, ele é mais antigo do que parece. 

Os primeiros indícios do marketing de influência vem de 1890, quando a marca de ingredientes para panqueca Aunt Jemima contratou a ativista racial Nancy Green para estampar o seu  produto. A imagem carismática da garota propaganda resultou em 50 mil pedidos de massa de panqueca, tornando Nancy a porta voz da marca. 

Atualmente, é comum observar empresas contratando nomes de relevância do seu nicho para apresentar e popularizar seus produtos, tornando o marketing de influência um dos principais canais de divulgação da atualidade. As marcas aproveitam de uma audiência consolidada e que confia nas indicações do influencer. Por isso, o nome de marketing influencia, pois é baseado no poder que esses influenciadores possuem sobre um público.

Para ter sucesso, não basta despejar caminhões de dinheiro em grandes nomes do cenário. Por exemplo, se uma rede de alimentação está em dúvida entre uma parceria de menor alcance com influencers ligados à comida ou uma divulgação mais ampla com um influenciador importante do ramo da tecnologia, a escolha certa geralmente é a de menor alcance.

Apesar de atingir um público maior, falta uma conexão entre influenciador, marca e audiência. Dessa forma, mesmo que um canal do nicho atinja um menor público, existe uma maior influência sobre aquele grupo, gerando mais resultados e possivelmente gastando muito menos.

Se deseja aprender mais sobre o assunto e mais da aplicabilidade do marketing de influência em franquias, confira nosso conteúdo completo!

Buzz Marketing

Assim como é possível receber uma indicação de produto de um influencer, o mesmo pode ocorrer a partir de um familiar ou amigo de confiança. Ou ainda mais comum, alguém pode trazer um produto para uma conversa onde ele se torna o assunto. Ou seja, de forma espontânea, um produto pode construir um reconhecimento que se transforma em divulgação gratuita e influente. Por trás dessa ideia, existe um conceito: o buzz marketing (ou marketing boca a boca).

Segundo a empresa de consultoria Nielsen, 92% dos consumidores ao redor do mundo afirmam que confiam totalmente na indicação de alguém de confiança, acima de qualquer outra forma de propaganda. Porém, para chegar nesse ponto onde seu produto recebe indicações, há muito chão a trilhar. Se tratando de uma estratégia a longo prazo, é preciso primeiro construir uma base de clientes reconhecida, que acredite no seu produto e, futuramente, essa confiança pode se transformar em influência.

Alguns livros de marketing podem nos ajudar a entender mais sobre o assunto. Em 2008, o publicitário Mark Hughes lançou  “Buzzmarketing”, obra onde destaca algumas técnicas para gerar buzz marketing. Uma dessas técnicas é a dos seis botões, relacionados diretamente com os gatilhos mentais que despertam a curiosidade. São eles: o tabu; o incomum; o extraordinário; o chocante; o hilário e o segredo.

Ao utilizar estes elementos, você fornece a uma campanha o necessário para que ela alimente um debate e o buzz necessário para que seu produto vire material de discussão (positiva, é claro). Lembra daquele copo do Starbucks “esquecido” em meio a um episódio de Game of Thrones? Apenas um bom exemplo de buzz marketing!

Não vai querer ficar de fora dessa, certo? Então leia nosso conteúdo completo sobre o tema e saiba tudo sobre como utilizar o buzz marketing em sua rede.

Portal de franquias

Até agora, vimos todo o tipo de alternativa para gerar cada vez mais leads para sua franquia, sejam potenciais novos franqueados ou até mesmo clientes interessados em consumir seus serviços. Entretanto, existe um pequeno — embora custoso — erro que alguns negócios acabam cometendo na hora de gerar leads: a qualidade delas.

Apesar de tentador, gerar uma grande quantidade de leads sem uma maior filtragem pode resultar em problemas. Afinal, a geração está muito mais ligada à qualidade do que a quantidade. As consequências desses problemas se dão principalmente em dois âmbitos: durante e depois da negociação.

Durante, é uma questão de esforços e disposição de recursos. Se ocorre uma geração exagerada de leads não qualificados, muito tempo e dinheiro podem ser perdidos em vão. Depois, problemas de relacionamento com alguém que não está em sintonia com os propósitos da sua rede e não tem o alinhamento cultural podem afetar a produtividade da franquia, ou pior, acarretar no fechamento da unidade.

Por isso, se você deseja atrair mais candidatos qualificados, é preciso divulgar sua marca da maneira certa. Uma solução, em busca de um público mais especializado e geralmente pronto para a vida empreendedora está nos portais de franquias. 

A Central do Franqueado permite começar a anunciar a sua marca de forma gratuita em nosso Portal de Franquias, um ambiente respeitado e que possibilita a geração de até 25 leads qualificados grátis! 

Agora que você já sabe da importância de ter e nutrir bons leads, não vai querer ficar de fora dessa, certo? Anuncie gratuitamente sua franquia no maior portal de franquias do Brasil!

Links Relacionados