Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Marketing »Redes sociais: como expor a marca da sua franquia nas plataformas digitais e beneficiar sua rede
Marketing

Redes sociais: como expor a marca da sua franquia nas plataformas digitais e beneficiar sua rede

10 min de leituraDario Ruschel

As redes sociais são ótimas para você encontrar novas oportunidades de negócio. Através delas, franquias se beneficiam principalmente pelo grande potencial de alcance e atração de consumidores de localidades distintas e, também, investidores.

Para te ajudar a entender como as redes sociais podem colaborar para o plano de expansão da marca, captando clientes e novos franqueados, a Central do Franqueado preparou 5 dicas imperdíveis para você sobre como gerenciar melhor as redes sociais!

Neste artigo você vai ver:

O que são as redes sociais? 

As redes sociais são ferramentas para facilitar o relacionamento entre grupos de pessoas. Principalmente para aquelas que compartilham das mesmas preferências. Hoje é difícil desvincular o termo redes sociais do ambiente digital, mas antes da internet, redes sociais significavam simplesmente um agrupamento de pessoas que se relacionavam. 

Um grupo de estudos, um grupo de amigos que toca em uma banda e até mesmo aqueles que pegam o transporte público juntos. Cada um desses exemplos é uma rede social. São pequenos grupos? Sim, são. 

Por isso, as redes sociais na internet são revolucionárias. Elas possibilitam que interessados em abrir um negócio, por exemplo, independente da cidade, estado ou país, se conheçam e troquem experiências.

Atualmente, a maioria das pessoas têm redes sociais, inclusive as empresas. Segundo a Pesquisa de Monitoramento dos Pequenos Negócios, realizada pelo Sebrae, 56% das micro e pequenas investiram em soluções digitais de 2020 para cá. Parte desse resultado se deve a necessidade de usar as novas tecnologias como uma alternativa para funcionar durante a pandemia iniciada em março de 2020. 

Dois anos depois, apesar das flexibilizações das atividades presenciais, as empresas continuam apostando no ambiente digital. Por isso, é possível afirmar que investir nas redes sociais se torna uma necessidade a cada dia que passa.

Também, há iniciativas como a do Facebook que lançou o projeto Impulsione com Facebook, que oferece cursos direcionados para pequenos e micro negócios, ensinando o uso das ferramentas da marca para aumentar as vendas. Esses cursos estão disponíveis online, e também existe um grupo no próprio Facebook para que os empresários possam trocar ideias e interagir.

Quais os benefícios das redes sociais para franquias?

Você entendeu que as redes sociais são ótimas para conhecer pessoas novas e fazer amizades. Mas e seus benefícios para as franquias? independentemente de seus perfis, tamanhos e segmentos de mercado, as franquias fazem uso das redes sociais para se mostrarem disponíveis a todos os potenciais interessados. Porém, quando o assunto é franchising, os interessados não são apenas os consumidores que comprarão o produto final.

Captar os possíveis franqueados também é um dos motivos para se utilizar redes sociais em franquias. Nas redes, é possível filtrar empreendedores que estão buscando investir no formato de negócio. A utilização dos canais online de comunicação por redes de franquias visa não somente o aumento de vendas, mas também a expansão

Por meios como o WhatsApp, Facebook e LinkedIn, possíveis candidatos a franqueados podem entrar em contato com a marca mais facilmente. Eles podem se aproximar do franqueador e da sua equipe antes de investir, de fato, em uma unidade da franquia. Aqui, falaremos mais sobre esses dois objetivos distintos. 

Como aproveitar as redes sociais, cada vez mais popularizadas, de forma direcionada? Independentemente de quais ferramentas forem utilizadas, existem formas adequadas de se lidar com os diferentes públicos.

Redes sociais e consumidores: campanhas, suporte e interação

É de praxe pegarmos o celular quando queremos saber mais sobre restaurantes, lojas e qualquer tipo de estabelecimento que iremos conhecer. Um consumidor ao acessar o Instagram ou Facebook, terá o primeiro contato visual com a marca. Para empreendedores, as redes sociais são vitrines.

Pequenos e grandes negócios que aproveitam os feeds para divulgarem produtos e serviços estão se apresentando a potenciais clientes. Redes de franquias podem se aproveitar ainda mais disso, pois centralizam sua comunicação em canais oficiais, que servem para todas as unidades da marca.

Logo, redes sociais tanto facilitam a divulgação de campanhas em franquias quanto servem para traçar o perfil do público consumidor das redes, através da interação com usuários de localidades diversas. Ao estarem disponíveis, as páginas funcionam como meio principal de informações da marca. São canais acessíveis, também, para sanar dúvidas.

Prestar suporte ao consumidor de forma online é, indiscutivelmente, a maneira mais prática de resolver problemas e de esclarecer detalhes sobre produtos e serviços. As campanhas, o suporte e a interação são três pilares de comunicação em rede de franquias fundamentais para sua padronização e posicionamento no mercado.

1. Campanhas

Tanto pequenas quanto grandes redes de franquias podem direcionar precisamente as campanhas de marketing de produtos e serviços da empresa. O Instagram e o Facebook permitem a divulgação em regiões selecionadas, por exemplo. Redes com alcance nacional podem segmentar sua comunicação muito facilmente pelos canais online.

2. Suporte

A utilização de redes sociais para prestação de suporte é, de fato, frequente no mercado. A mesma pesquisa do Sebrae que citamos no início do texto revela que o atendimento ao cliente é a principal área afetada pelas novas tecnologias, totalizando 67%. O marketing e divulgação e a gestão, 64%. Já na área de relacionamento com os fornecedores, 24% foi afetada pela digitalização.

Portanto, se você gerencia uma rede pequena, o Whats’ ainda pode funcionar para o atendimento a consumidores. Empresas maiores, entretanto, costumam redirecionar as mensagens dos usuários a links mais elaborados no site oficial da marca. O contato por telefone só é necessário em casos mais específicos, de resoluções mais difíceis.

No franchising, uma rede com até 10 franqueados pode funcionar sem um sistema de franquias adequado. Porém, a partir do momento em que a rede começa a crescer de verdade, fica difícil manter a comunicação com os franqueados por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas. Mensagens se perdem e franqueados ficam sem resposta. Por isso, um sistema desenvolvido para o franchising é fundamental.

3. Interação

As campanhas e o suporte, por si só, já fazem parte da interação da marca com os consumidores. Mas, interagir na Internet é muito mais do que isso — e qualquer empresa pode enriquecer seu posicionamento e imagem no mercado pelo uso de uma linguagem diferenciada.

Comentar as publicações junto com os usuários e responder às suas avaliações nas páginas são duas práticas que aproximam a marca ao público. As avaliações, aliás, são importantíssimas para a reputação da empresa. Prestar atenção nas avaliações negativas e entrar em contato com os insatisfeitos é uma forma de diagnosticar problemas e qualificar a rede.

Além disso, interagir com os usuários é uma forma de traçar detalhadamente o perfil do público consumidor da empresa. A partir da análise do comportamento e do engajamento dos clientes, é possível aprimorar campanhas e tornar a comunicação da marca ainda mais certeira.

5 dicas para gerenciar redes sociais em franquias

No franchising, a venda não se reduz aos produtos. Vender a marca a investidores interessados é um passo necessário para a expansão da rede a novos territórios. Afinal, a expansão só acontece a partir do investimento em capital de novos franqueados. As lojas serão financiadas e administradas pelos empreendedores. Encontrá-los é um desafio para todo franqueador.

Você aprendeu o que são redes sociais, seus benefícios e três aplicações práticas no mercado de franquias. A seguir, confira 5 dicas para gerenciar as redes da sua franquia. Boa leitura!

1. Produza conteúdo de qualidade para as redes 

A concorrência nas redes sociais é alta. Afinal, a maioria das marcas está presente no ambiente digital. Porém, isso não quer dizer que seja impossível chamar a atenção do público. Principalmente porque conteúdo de qualidade não é tão fácil de encontrar na internet. 

Por isso, é importante que o franqueador entenda o público-alvo e produza conteúdos relevantes. Se a rede de franquias tem consumidores jovens, uma linguagem mais antiga e formal provavelmente vai prejudicar a atração dos clientes.

Lembre-se de desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo para mostrar aos consumidores que você está disposto não só a vender, mas também educar os interessados na marca. 

2. Foque nos investidores

É claro que as redes sociais são meios muito eficientes para iniciar o contato com possíveis investidores e gerar leads. Muitos deles, como consumidores da marca, desenvolvem seu interesse a partir do posicionamento da empresa nas redes sociais. Logo, marcas que se demonstram acessíveis, rápidas e interativas, passam uma imagem positiva e facilitam a atração de pessoas.

“O Facebook sabe reconhecer eventuais interessados para direcionar os conteúdos”. Filtrar usuários interessados em serem franqueados é algo que se tornou cada vez mais possível devido aos algoritmos das redes sociais. As ferramentas de anúncios no Facebook e no Google podem ser otimizadas a partir do uso de palavras-chave de busca

Usuários que procuram por “franquias para investir” nas ferramentas de busca podem ser surpreendidos por ads de redirecionamento para contato com a equipe da franqueadora. Nesses links, é possível obter os contatos dos interessados e reunir seus dados.

3. Use a internet para criar uma rede de contatos

A Internet é uma forma infalível para criar uma rede profissional da franquia. Com o contato de investidores, uma possibilidade é mantê-los interessados com o envio de conteúdos por e-mail, por exemplo. Sem falar que o online acaba sendo o primeiro contato de novos franqueados com a empresa. Uma rede social voltada especialmente para isso é o LinkedIn, que permite até mesmo a divulgação de vagas de emprego.

O uso otimizado das redes sociais pode ser feito por uma qualificada equipe de marketing. As ferramentas de anúncio que citamos no texto, se bem utilizadas, podem trazer resultados rápidos e expressivos. 

Lembre-se: é imprescindível que os canais online sejam usados com linguagem escrita e visual padronizadas. Desta forma, a rede irá fortalecer seu posicionamento e sua comunicação. Isso também faz parte do controle de qualidade da marca.

Lembrando que o networking também serve para os seus consumidores. Afinal, as redes sociais funcionam para nutrir relacionamentos. Principalmente durante campanhas de divulgação, se você tem um seguidores engajados, com certeza eles vão compartilhar as novidades publicadas na sua página.

4. Interaja com o público 

Uma marca que interage com a clientela nas redes sociais tem muito mais chances de ser lembrada como uma autoridade na área de atuação. Vamos supor que uma marca passe o dia respondendo as dúvidas dos consumidores e também resolvendo questões relacionadas a problemas no serviço ou no uso do produto.

 A primeira impressão que fica é que a empresa é atenciosa o suficiente para responder a todos e que se preocupa com quem consome os seus produtos ou serviços. Assim, é muito mais fácil que um investidor ou um comprador em potencial se interesse por uma marca que se dedica aos consumidores do que a uma franquia que deixa os seguidores sem resposta.

5. Aposte na tecnologia

Sabia que apostar em tecnologia vai te ajudar a ter um melhor desempenho nas redes sociais? Pensando em auxiliar franqueadores a divulgarem a rede de franquias, a Central do Franqueado desenvolveu o Módulo Marketing. Esta ferramenta serve como um editor de imagens prático e intuitivo para você criar e publicar conteúdo nas redes sociais. 

Além disso, você pode compartilhar com modelos pré-estabelecidos com os franqueados, o que fortalece a identidade de marca e otimiza a padronização da sua rede de franquias. 

E aí? Ficou interessado? Então, solicite uma demonstração gratuita e comprove todos os benefícios!

Gostou do conteúdo? Acompanhe o site da Central do Franqueado para ficar por dentro das novidades do universo do franchising. 

Author Avatar
Dario Ruschel

CEO da Central do Franqueado