Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Marketing »Storytelling: contando histórias para vender mais em sua franquia
Marketing

Storytelling: contando histórias para vender mais em sua franquia

7 min de leituraDario Ruschel

Storytelling é um recurso utilizado por empresas para criar uma conexão com seu público-alvo, tornando a marca mais próxima da pessoa e mostrando valores que potencializam o processo de venda. Em franquias, é um ótimo recurso para a expansão da sua rede, atraindo cada vez mais franqueados engajados em crescer junto com você. Saiba tudo sobre o conceito e como aplicá-lo em sua franquia!

Neste artigo você lerá sobre:

O que é Storytelling?

Mais do que nunca, as marcas buscam se fazer presentes no cotidiano das pessoas nos mais diversos contextos. Estratégias são montadas com grande planejamento para atingir o público da maneira desejada, criando afeição e curiosidade para experimentar o serviço oferecido.

Para isso, muito se estuda em vista de descobrir os passos necessários para criar essa conexão com o público-alvo e como planos de marketing se comportam para que consumidores optem pela escolha de determinados produtos ao invés de outros. 

Hoje, é perceptível a atração emocional que clientes têm às suas marcas favoritas. Marcas despertam sentimentos de desejo, felicidade e identificação, conquistam a preferência desse público-alvo e consequentemente acabam vendendo mais. Como? Com um bom Storytelling!

O problema disso é: um bom Storytelling requer um exímio entendimento do seu mercado e um grande estudo de comportamento do consumidor para atingir seu potencial máximo. Tocar a alma das pessoas não é uma tarefa fácil, ainda mais em um âmbito mercadológico. 

É aí que entra a “humanização” do negócio – através das estratégias de storytelling, eficientes em gerar conexões. Muitas são as peças publicitárias televisivas que contam histórias e, não necessariamente, vendem produtos. Clássicos exemplos são as peças de natal da rede de supermercados Zaffari, presentes em incontáveis natais. 

Ficou mais claro agora, né? Esse é o propósito do Storytelling, de “contar histórias”, persuadir, emocionar, conectar, atrair. É fazer a marca ser lembrada através da identificação do público nela. É mostrar que a presença da marca pode fazer parte e mudar a vida do consumidor.

Impossível não se interessar no conceito, certo? Por isso preparamos esse conteúdo para você! Saiba tudo sobre o Storytelling, sua importância e como desenvolver ótimas ações de marketing para vender mais franquias e produtos!

Qual é a importância do Storytelling para aumentar as vendas?

Como vimos anteriormente, o Storytelling possui esse forte apelo emocional que proporciona ao consumidor criar uma conexão com a marca, estimulando a compra, recompra e uma inevitável cascata de recomendações que resultarão em um aumento de vendas.

Essa afinidade acontece naturalmente ao acertar nas técnicas e na abordagem  com o consumidor. O Itaú, por exemplo, criou um personagem chamado Hilário. Basicamente, uma persona superficial que sofria com problemas financeiros e servia para criar essa identificação com o público da propaganda. 

Depois disso, o Itaú aconselhava Hilário a ter hábitos mais saudáveis em relação ao dinheiro e apresentava sua solução que buscava transformava a vida do cidadão. Simples, não? Um ótimo exemplo de storytelling para alimentar a conexão com o público-alvo, fazendo ele se espelhar na figura do Hilário e o trazendo para mais perto do banco.

Marcas como Intel, Coca-Cola, Land Rover, entre outras, também adotam o storytelling de forma frequente em suas estratégias de comunicação e que, com certeza, trazem resultados. Quem não lembra das propagandas de natal da Coca-Cola e depois na ceia repleta do produto?

Histórias são contadas para encantar e com o Storytelling não é diferente. Pense para encantar, para divertir, para se fazer importar. Assim, sua franquia será lembrada pelo emocional, pelo interessado e não pelo chato, pelo burocrático e genérico.

Como desenvolver um bom Storytelling?

A primeira coisa que você precisa entender na hora de desenvolver um bom Storytelling é: ele deve ser cativante. Cativar é, primeiramente, conhecer e compreender o outro. 

Então, antes de criar histórias e campanhas de marketing, o perfil do público-alvo, ou seja, a persona da sua franquia, deve ser explorada nos mínimos detalhes. Assim, as mensagens serão mais interessantes e as histórias, mais identificáveis. É fundamental que o time de marketing de qualquer empresa coloque como prioridade, a pesquisa das características de seus consumidores.

Além disso, a compreensão do cativar também está em fatores específicos, como linguagem e atrativos visuais. O texto escolhido nas histórias das peças de storytelling não é o texto imperativo relacionado à compra. As palavras são do vocabulário do consumidor, bem como as imagens. 

O grande trunfo de contar histórias é engajar e persuadir. E persuasão, afinal de contas, é o princípio da venda e compra de produtos. O diferencial do storytelling é gerar espontaneidade, tornando esse processo natural através das associações que o consumidor realiza entre o seu estilo de vida e a visão da marca.

Por isso, muitos estudos foram desenvolvidos e geraram uma série de boas práticas na hora de desenvolver um Storytelling que fará as vendas da sua franquia dispararem. Por exemplo, não existem regras para a elaboração de peças de storytelling. Apenas é preciso conhecimento de mercado e de público-alvo durante a produção. 

Redes de franquias devem ter tais conhecimentos, pois a pesquisa de públicos é essencial para a expansão das redes. Por isso, que tal colocar a mão na massa? Alie pesquisas ao processo criativo da equipe de marketing e faça a sua empresa contar histórias e se tornar mais próxima dos consumidores. Faça sua marca se mostrar real com essas dicas a seguir!

Não fuja da realidade!

É fundamental que seu Storytelling seja credível, senão todo o esforço em desenvolver algo bacana pode ser em vão. As pessoas precisam se identificar naturalmente, criar laços com situações que elas possam enxergar elas mesmas. 

Embora histórias “exageradas” costumem chamar atenção, elas são pouco produtivas na construção de um relacionamento duradouro. Esse erro pode passar uma sensação de “bom demais para ser verdade” e, no fim, acabar afastando ao invés de atrair o consumidor.

Busque focar nas necessidades e angústias do dia a dia do seu público-alvo para criar histórias marcantes e que realmente importam.

Invista em produção de materiais promocionais

Agora que você tem uma visão sobre como criar esses materiais. Não deixe de investir na qualidade deles. Uma peça publicitária de baixa qualidade pode influenciar negativamente no seu trabalho. Aliás, se você não tem uma equipe de marketing, contrate bons profissionais para realizar esse processo.

Pense também, é claro, no funil de vendas em conjunto do processo de Storytelling. Materiais certos precisam encontrar as pessoas certas. Felizmente, existem diversas ferramentas e especialistas que podem te ajudar nesse momento.

Não fuja também do seu perfil

Pense naquele exemplo que mencionamos anteriormente, dos vídeos de natal da rede de supermercados Zaffari. Agora pense se um vídeo daqueles faria sentido para sua franquia. Provavelmente não, correto? 

O importante é entender que cada negócio tem um perfil diferente e portanto necessita de uma abordagem diferente para funcionar. Não existe fórmula mágica do Storytelling. 

Oriente sua equipe e franqueados

Para que tudo ocorra bem, é essencial que toda equipe, tanto de colaboradores quanto de franqueados, estejam engajados no planejamento e execução da estratégia. Por isso, não guarde tudo para si. Dê voz a todos os principais envolvidos e trabalhe em equipe, pois as melhores sugestões vêm daqueles que convivem diariamente com o público.

Assim, todos caminharão juntos pelo Storytelling, não criando discrepâncias e problemas que o público com certeza notarão. Com isso, se comunicando e dando ideias que podem agregar e potencialmente aumentar ainda mais as vendas, toda a rede contribuirá para grandes histórias que ajudarão a todos.

A Central do Franqueado pode te ajudar!

Viu como é importante para sua rede desenvolver esse tipo de estratégia de marketing? O Storytelling é uma ferramenta poderosa que, se explorada com excelência, terá um impacto gigantesco na hora de expandir sua rede de franquias. Afinal, é esse o maior objetivo do franchising, certo?

Nós, da Central do Franqueado, sabemos da importância de criar boas campanhas de marketing em sua franquia. Para isso, nosso sistema para franquias é fortalecido pelo módulo ‘Marketing’

Cumprindo o papel de fortalecer a identidade da franquia, aqui é possível centralizar todo o marketing, criando materiais embasados no conceito de Storytelling e abandonando a necessidade da sua rede utilizar diversas ferramentas de criação. 

O módulo te dá acesso a uma incrível ferramenta interativa que permite disponibilizar peças publicitárias customizáveis, armazenar arquivos de diversos formatos e, é claro, definir os padrões visuais da sua rede. Assim, o processo de marketing com Storytelling será facilitado e otimizado.

Economize tempo e mantenha seu processo de marketing efetivo e padronizado!

Se tiver dúvidas, que tal bater um papo conosco? Teremos o prazer de apresentar nossa plataforma, criada para tornar mais prática e ágil a gestão de franquias. 

Author Avatar
Dario Ruschel

CEO da Central do Franqueado