Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Marketing »Identidade visual no franchising: saiba a importância e como fortalecê-la em sua rede de franquias
Marketing

Identidade visual no franchising: saiba a importância e como fortalecê-la em sua rede de franquias

9 min de leituraCarlos Griebler

Sabe aquele M amarelo que, só de bater os olhos, você percebe do que se trata e lhe desperta a vontade de comprar? Ou aquele lanche com um visual tão característico que acompanha até mesmo um sabor em nosso imaginários? Isso é a identidade visual de uma marca — e esse exemplo do consagrado McDonald’s é apenas um vislumbre do que esse conceito pode significar para seu negócio.

A identidade visual traz um conjunto de elementos gráficos — sejam eles o logotipo, slogan, tipografia, cores etc — que permitem à marca comunicar a missão, visão e os valores que fundamentam o negócio. Dessa forma, é possível fortalecer a imagem da sua franquia para que as pessoas passem a respeitar, conhecer e adquirir com você, seja como franqueado ou consumidor.

Para te ajudar nessa missão de construir uma identidade visual para sua franquia, a Central do Franqueado preparou este guia completo sobre o tema. Continue lendo para saber mais sobre o que é a identidade visual e como o conceito pode ajudar a sua empresa a se tornar mais valiosa e desejada.

Neste artigo você lerá sobre:

O que é identidade visual?

A melhor forma de começar a discutir o que é a identidade visual de um negócio é logo tratando de desmistificar um grande erro que ocorre ao pensar sobre o conceito: a identidade visual não é limitada ao logotipo ou às cores utilizadas pela marca — mas sim a todo o conjunto de elementos gráficos que definem a sua marca e a distingue das demais concorrentes.

Como exemplo, podemos citar a Apple. Embora o logotipo com a maçã mordida logo indique que o produto é um apple, ele traz muito mais do que isso. Afinal, hoje a Apple é sinônimo de minimalismo, alta qualidade e — é claro — todo o resto do valor e sensações do que significa ter um produto da gigante americana. Dessa forma, a identidade visual permite construir conexões muito mais profundas com consumidores do que uma mera relação de consumo. 

Para chegar a esse patamar, a Apple desenvolveu milhares de ações publicitárias e marketing boca a boca — além de um bom produto — para construir uma necessidade e desejo por parte da população. Ela instituiu no visual, mais especificamente em uma letra — o i antes de um dos seus produtos, um valor de mercado que acompanha a necessidade dos clientes, estimulando a compra desse alto padrão que a sociedade busca.

Além disso, a identidade visual faz parte do branding de um negócio. Isto é, a gestão da marca e seu posicionamento no mercado enquanto provedora de serviços/produtos. 

Todavia, para evitar dúvidas quanto aos dois conceitos, podemos dizer que o escopo do branding é muito maior, envolvendo questões como causas sociais, experiência do consumidor e até a qualidade dos produtos oferecidos e dos serviços prestados. Já a identidade visual seria um braço do processo, focado na parte gráfica do branding, mas sem deixar de lado os valores da empresa.

Qual a importância de construir uma identidade visual no franchising?

Não é surpresa para ninguém que o mercado está mais competitivo do que nunca. Ou seja, cada vez mais se torna necessária a busca por alternativas para se destacar. Como parte disso, temos a necessidade da construção de uma identidade visual qualificada a fim de disputar o coração do público. 

Porém, começar a implantar uma identidade visual exige tempo, disposição e, sim, recursos financeiros. Afinal, reestruturar ou consolidar um visual por toda a rede de unidade é um trabalho complexo, principalmente em redes já distribuídas pelo país.

Dessa forma, é preciso que todo esse investimento se justifique em benefícios para a rede. Para ajudá-lo, abaixo você poderá conferir quais os benefícios de construir uma identidade visual para marca de uma franquia!

Vantagem competitiva

Começando pelo que acabamos de discutor: demonstrar ser diferente. O principal papel de consolidar uma identidade visual e, atualmente, uma necessidade básica para todo e qualquer negócio, é adentrar no imaginário dos consumidores como algo único. Isto é, trabalhar sua marca para se destacar em meio a um oceano de competidores é potencializar as vendas da sua franquia.

Valor para a marca (e para o bolso)

Quando uma marca consegue estabelecer um reconhecimento perante ao público, ela acaba agregando muito mais valor para si. Lembra daquele exemplo do McDonalds? Saiba que o reconhecimento de um simples M amarelo desperta o necessário para que os consumidores se disponham a pagar pelo produto cuja empresa já conhecem.

Presença de mercado no franchising

Um dos principais fundamentos do franchising é a replicação. Todavia, a inserção da marca em novos mercados depende também da popularidade da marca. Isto é, não há motivos para levar a marca para outras regiões se não há interesse do público e um sucesso comprovado. Com isso, criar uma identidade visual marcante pavimenta o caminho para essa expansão dentro do mercado de franquias.

Fachadas marcantes

Como vimos até agora, a imagem das marcas deve ser uma das principais preocupações de todas as redes de franquias, pois é por meio dela que a empresa será reconhecida e diferenciada. Nesse sentido, do logotipo ao design do interior do ponto de vendas, no franchising, tudo deve ser pensado para fortalecer a identidade visual da empresa no mercado. 

Em nosso conteúdo específico sobre fachada de lojas no franchising, destacamos que o apelo visual é uma ótima forma de atrair não só o consumidor que está em busca dos produtos e serviços oferecidos pela empresa, como também aquele que está passeando pela região onde a unidade fica instalada. Afinal, o primeiro contato que o consumidor terá com a sua marca — ao andar pela rua — será através da fachada, um elemento muito importante da identidade visual.

Como criar uma identidade visual para franquias

Agora que você já sabe qual a importância de estabelecer uma identidade visual no franchising, é hora de aprender a como fortalecê-la para — finalmente — entrar de vez no imaginário da sua clientela. Quer saber como? Então fique ligado no guia que a Central do Franqueado preparou abaixo. Não perca!

1. Entenda conceitos básicos

O logotipo, as cores e a tipografia ideal para seu negócio não surgem do nada. Haverá um planejamento para isso, porém, antes é importante conhecer do que cada um desses conceitos básicos tratam. Por exemplo, você sabe o que é a tipografia de uma marca? Então vamos lá!

O logotipo de uma marca é um grupo de letras reunidas a fim de formar uma palavra ou símbolo que serve de identificação de uma empresa, instituição, produto, marca etc. O logotipo da Coca Cola, com a letra cursiva e formato característico é um exemplo.

Para construir esse logotipo, todavia, há mais dois conceitos principais: as cores e a tipografia. A tipografia é justamente o estilo das letras — ou a fonte. Sua escolha é essencial à medida em que fontes também contribuem na mensagem e valores que a marca deseja transparecer. Fontes serifadas, compostas por traços e extensões no final das letras, passam uma mensagem de sofisticação e tradicionalismo, enquanto fontes retas emitem uma aura mais jovem e moderna.

Por fim, as cores também trazem emoções. Você provavelmente já ouviu falar que as cores vermelho e amarelo remetem ao segmento de alimentação e aumentam a sensação de fome em quem as vê, certo? É isso! Cores diferentes remetem a situações diferentes e uma boa escolha pode garantir uma maior identificação do público com sua marca.

2. Briefing de ideias

Com o básico em mente, é hora de pensar: o que você deseja transmitir com a identidade visual da sua marca? A principal questão aqui está na persona do seu negócio. Isto é, o perfil ideal de consumidor que você espera atingir dentro do público alvo. É ele quem precisa ser encantado pela sua marca e, por isso, é necessário muito estudo para  levantar pontos importantes para a identidade visual.

Nesse momento, algumas perguntas podem facilitar a obtenção dessas respostas. O site WeDoLogos, inclusive, separou algumas delas para você usar de base. São elas:

  • Como você descreveria os seus produtos/serviços?
  • Quais são os seus principais concorrentes?
  • Como a empresa se difere dos concorrentes?
  • Qual a faixa etária do seu público-alvo?

Ainda, o site destaca que um bom briefing aborda questões relacionadas à produção daquela identidade visual, como:

  • A empresa tem alguma cor que deve ser usada ou que precise ser evitada?
  • Quais são as palavras que podem ser usadas para definir a empresa?
  • Qual o prazo e o orçamento disponíveis?

Com essas informações em mente, é hora de partir para o próximo passo — que é essencial em todas as situações.

3. Tenha apoio profissional

Até o momento, você até pode ter alguma ideia do que imagina para a identidade visual da sua franquia (e isso será muito valioso!). Porém, quem vai colocar esses pensamentos em prática e tornar sua marca algo reconhecido e valorizado no mercado, é um profissional de marketing.

Seja uma equipe interna ou contratando uma agência de fora, aqui não há espaços para o amadorismo. Reúna o que foi discutido até agora e transmita suas vontades para quem realmente entende do assunto. Pode ser mais custoso em um primeiro momento, mas acredite: vai valer a pena.

4. Documente e dialogue com franqueados

No franchising, sabemos como a padronização é importante. Dessa forma, a identidade visual da marca também deve ser padronizada. Para isso, franqueados precisam entender qual a proposta da rede e, é claro, terem acesso aos materiais necessários para manter esse nível de qualidade. 

A melhor forma de garantir isso é através de, primeiro, muito diálogo — onde é possível até mesmo obter insights sobre melhorias ou ajustes na identidade visual da rede — e também com uma documentação exata daquilo que é esperado pela franqueadora em termos de uso da marca. Afinal, nenhum empreendedor de franquias deseja ver sua marca exposta em peças de baixa qualidade, certo?

5. Utilize a tecnologia

Nós, da Central do Franqueado, acreditamos na importância da padronização da identidade visual da sua franquia para atingir a tão sonhada expansão da rede de forma alinhada e qualificada. Por isso, desenvolvemos como parte do nosso sistema para franquias, o módulo ‘Marketing‘. 

O módulo vai te ajudar a cumprir o papel de fortalecer a identidade da franquia, centralizando todo o marketing da sua rede ao abandonar a necessidade de utilizar diversas ferramentas. 

Nele, é possível atingir todas as dicas citadas anteriormente. Afinal, você terá acesso a uma ferramenta interativa que permite disponibilizar templates de peças publicitárias customizáveis aos seus franqueados de diversos formatos para definir os padrões visuais da sua rede. 

E mais: o sistema ainda permite armazenar tudo sobre a identidade visual da rede em um dos servidores mais seguros do mercado. Assim, seus franqueados poderão acessar os materiais promocionais da marca em qualquer hora e lugar. Além de economizar tempo e dinheiro, você garante um processo de marketing facilitado e otimizado! 

Se tiver dúvidas, que tal bater um papo conosco? Teremos o prazer de apresentar nossa plataforma, criada para tornar mais prática e ágil a gestão de franquias. 

Author Avatar
Carlos Griebler

Redator em Central do Franqueado