Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Gestão de Franquias »7 dicas para sua franquia atender as exigências da vigilância sanitária
Gestão de Franquias

7 dicas para sua franquia atender as exigências da vigilância sanitária

6 min de leituraAndrei Arndt

Na hora de tirar um empreendimento do papel, as normas da vigilância sanitária devem ser cumpridas para garantir a saúde do consumidor, evitar advertências, multas e interdições no negócio. Veja neste artigo o que você precisa saber para atender as exigências da vigilância sanitária.

Você vai ver:

O que é a vigilância sanitária?

A vigilância sanitária é responsável por promover e proteger a saúde da população. Ela usa de ações preventivas para diminuir e prevenir riscos à saúde, seja do meio ambiente, da produção e circulação de bens e/ou da prestação de serviços. 

Em outras palavras, se você pretende abrir uma franquia de alimentação, ou está administrando uma, a vigilância sanitária deve ser uma das principais preocupações. Além do mercado de franquias, a vigilância sanitária atua em locais públicos, locais de produção, transporte e comercialização de alimentos ou produtos de interesse para a saúde. 

No Brasil, quem estabelece as exigências é a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Entre as exigências estão a higienização do espaço, equipamentos e utensílios. Questões relativas à armazenagem, máquinas e instrumentos de trabalhos também são de responsabilidade da vigilância sanitária. 

Qual a importância da vigilância sanitária?

Você já ouviu por aí alguém dizendo que a vigilância sanitária existe para dificultar a vida dos empresários e funcionários? Esta é uma declaração comum e que denota falta de conhecimento acerca da importância da vigilância sanitária. 

No franchising, se você preza pela qualidade dos produtos que está inserindo no mercado, atender às exigências da vigilância sanitária é uma forma de apresentar para os consumidores e franqueados que a franquia é séria, pois se preocupa com a saúde e com o bem-estar de todos. 

Além disso, se uma unidade franqueada está com dificuldades para cumprir todas as exigências sanitárias, é importante que o franqueador preste suporte de qualidade para resolver esses problemas. Uma unidade franqueada fora das normas sanitárias pode receber multas e até mesmo ser fechada pela vigilância. Nesse sentido, atender as exigências da vigilância sanitária contribui para toda a rede de franquias. 

7 dicas para sua franquia atender as exigências da vigilância sanitária

Preste atenção nos colaboradores

Você sabia que, de acordo com as normas sanitárias, pessoas doentes devem ser afastadas do trabalho? Principalmente se você está administrando uma franquia de alimentação, ficar atento à saúde dos seus colaboradores é fundamental. 

Em tempos de pandemia do coronavírus, este cuidado deve ser intensificado. Afinal, uma pessoa doente pode contaminar ambientes, alimentos e outros colaboradores. 

Cuidado com o estoque

O estoque é o local responsável pela armazenagem dos produtos. Em franquias de alimentação, armazenar os produtos corretamente garante a preservação e a qualidade do alimento. 

As inspeções da vigilância sanitária sempre verificam as condições de armazenamento. Por exemplo, aspectos voltados à climatização adequada do ambiente e a higienização são do interesse da vigilância sanitária. No segmento de alimentação, freezers para armazenamento dos alimentos na temperatura ideal são fundamentais. 

Além disso, é importante manter o ambiente seco e desinfetado para evitar a proliferação de fungos e bactérias. Como vimos, durante a pandemia da COVID-19, os cuidados são ainda maiores. Vale lembrar também a lotação dos ambientes que deve ser controlada para evitar aglomerações. 

Ações como pontos de distribuição de álcool gel e o uso de termômetro para aferir temperatura são indispensáveis se o local está recebendo consumidores. Dedetizações periódicas também contribuem para manter o local livre de pragas e infestações.

Em relação ao armazenamento de produtos, é importante lembrar que alimentos devem ser mantidos afastados dos produtos de limpeza. Por exemplo, água sanitária, desinfetantes e sabão devem ser estocados em áreas propriamente determinadas. Se algum desses produtos de limpeza contamina um alimento, podem causar danos sérios à saúde. Também, os produtos usados devem estar de acordo com as exigências da Anvisa

Monitore a validade dos produtos em estoque 

Para evitar problemas, manter um colaborador responsável pela verificação da validade dos produtos em estoque é uma forma de contribuir com a saúde e evitar autuações pela vigilância sanitária.

Acompanhar o estoque é importante porque facilita no desenvolvimento de promoções que ajudam a aumentar as vendas. Por exemplo, se você sabe que no final do ano uma quantidade determinada de produtos vai vencer, uma campanha de marketing pode ser criada ainda um mês antes para promover essas vendas e aproveitar os produtos antes que o prazo de validade expire.

Em alguns casos, organizar o estoque de maneira a usar primeiro os produtos que estão próximos do prazo de validade é uma alternativa para reduzir os desperdícios. 

Limpe e organize o ambiente de trabalho 

A vigilância sanitária também avalia as condições do ambiente de trabalho em que os colaboradores estão. Por exemplo, se o workplace é mal ventilado, tem pouca iluminação e espaços de difícil acesso, tudo isso contribui para a dificultar a manutenção da higiene do local. 

Além disso, qualquer espaço destinado ao descarte de produtos e banheiros devem estar afastados da cozinha e do ambiente de consumo para evitar contaminações.

Analise o fornecimento de água

A água é a principal suspeita quando os surtos de contaminação aparecem. Por isso, a água usada nos estabelecimentos para consumo deve ser corrente e tratada. A caixa d’água, por exemplo, precisa ser analisada regularmente para evitar vazamentos, infiltrações e contaminações. 

É recomendado que as caixas d’água sejam lavadas e higienizadas a cada seis meses. Para isso, vale contratar empresas especializadas para executar o serviço da melhor forma possível. É muito importante que a caixa d’água esteja em boas condições, caso contrário, pode ocorrer a entrada de animais e contaminantes. 

Cuide da segurança dos colaboradores

A segurança do trabalho também está relacionada à vigilância sanitária. Isto é, o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) é fundamental para manter a segurança e saúde não só dos colaboradores, mas dos consumidores também. 

Por exemplo, em uma rede de franquias que vende hambúrgueres, as mãos devem ser higienizadas antes do preparo dos alimentos, uma touca para proteger os cabelos de caírem também é importante, tanto quanto o uniforme, que deve ser utilizado apenas no ambiente de preparo dos alimentos.

Use checklists 

O uso do checklists em rede de franquia é comum, seja para garantir a padronização ou para implementar novas tecnologias aos franqueados. Como você aprendeu neste artigo, as exigências da vigilância sanitária são diversas. 

Portanto, para um franqueador, manter dezenas de unidades franqueadas atendendo às exigências é complicado, principalmente para um gestor que vive atarefado. Nesse sentido, checklists, ou listas de verificação, são alternativas para manter tudo funcionando da melhor maneira possível.

Se você quer facilitar para os franqueados, crie uma lista de verificação online com as normas sanitárias e solicite que eles preencham diariamente. Dessa maneira, você estimula o cuidado por parte dos franqueados e ainda economiza tempo com inspeções e consultorias de campo, que necessitam de visitas presenciais e, portanto, consomem mais recursos.

A Central do Franqueado desenvolveu o Módulo Checklist especialmente para franqueadores que querem descomplicar a administração no franchising. O Módulo Checklist permite identificar, controlar e resolver os problemas mais comuns em redes de franquia. Que tal iniciar a transformação da sua franquia? Solicite uma demonstração e tire todas as suas dúvidas com um de nossos especialistas!

Author Avatar
Andrei Arndt

Redator em Central do Franqueado