Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Gestão de Franquias »Metas SMART: o que são e como aplicá-las em sua franquia
Gestão de Franquias

Metas SMART: o que são e como aplicá-las em sua franquia

10 min de leituraCarlos Griebler

Metas SMART (ou S.M.A.R.T.) buscam definir objetivos bem construídos e de acordo com a realidade do seu negócio ao considerar 5 fatores: S (Específico), M (Mensurável), A (Atingível), R (Relevante) e T (Temporal). Em franquias, elas podem ser muito úteis nos processos de expansão e gestão de novas unidades, por exemplo. Confira tudo sobre a ferramenta e como aplicá-la em sua rede!

Neste artigo você lerá sobre:

O que são as metas SMART (S.M.A.R.T.)?

Definir metas e objetivos é umas das principais responsabilidades de um empreendedor. É fazendo isso que você manterá sua equipe engajada e satisfeita com o desempenho e um potencial reconhecimento.

Basicamente, é um nível de desempenho que deve ser medido e realizado dentro de um determinado prazo, para o alcance do objetivo ou da missão. O problema? Em geral, algumas metas podem acabar sendo frases simples, vagas e não muito eficientes.

Sabendo dessa dificuldade de muitas pessoas, surgiram as metas SMART. As metas SMART (ou S.M.A.R.T) existem para refletir a realidade da organização e contribuir para a melhoria dos processos e identificação de falhas. Essas metas são definidas seguindo um padrão e com critérios específicos, que são facilmente lembrados usando a sigla SMART.

Colocando em um exemplo do dia a dia do franchising: aumentar em 5% o número de unidades franqueadas nos próximos dois anos. Ainda ligado ao franchising, muitas pessoas podem ficar meio perdidas no que se deve fazer no começo. Por isso, antes de tudo, você também precisa definir essas metas a serem alcançadas. 

Ou seja, seguindo os processos de criação de uma meta SMART, além de criar metas condizentes com a situação atual da sua franquia, você consegue desenvolver soluções para eventuais problemas encontrados no cumprimento das metas.

Agora, vamos ver o motivo desse conceito levar o nome SMART. E, por mais surpreendente que pareça, não é apenas por ser um método inteligente de trabalhar.

A sigla SMART

S.M.A.R.T. é um acrônimo usado pela primeira vez por George T. Doran em um artigo e busca auxiliar na definição correta de metas. Confira o que cada uma delas significa: 

S – Specific (Específico)

Metas como: ganhar mais dinheiro, criar mais projetos são vagas e falhas para o desenvolvimento saudável de um negócio. Sua meta precisa ser precisamente detalhada, taxativa e não deixar espaço para interpretações duvidosas. 

Quanto mais detalhada for a meta, melhor será sua compreensão e maiores suas chances de ser atingida.

Para isso, é preciso fazer algumas perguntas essenciais, além de outras mais específicas de acordo com o projeto pensado:

  • Quem serão os responsáveis por atingir essa meta?
  • O que querem alcançar?
  • Onde essa meta será alcançada?

M – Measurable (Mensurável)

Se o seu negócio parece não andar, pode ser porque os objetivos definidos não são mensuráveis ​​ou concretos. Uma meta que não possa ser claramente medida, ou transformada em um número, permite a manipulação e interpretação para que os interessados o considerem atingido ou não. 

Por isso, pense a frente: quando estivermos no meio do projeto, existirá alguma maneira de avaliar o progresso da meta? Se sim, ótimo. Se não, agora é a hora de mudar antes que seja tarde demais.

A – Attainable (Atingível)

Para crescer no mundo competitivo que vivemos atualmente, é preciso ser ambicioso.  O problema, é que muitas pessoas acabam sendo ambiciosas demais e isso pode prejudicar a empresa. Metas devem ser agressivas, mas possíveis de serem atingidas

Definir números que nunca poderão ser obtidos causa frustração e desânimo, algo que estamos tentando fugir com essa metodologia. Por outro lado, metas atingíveis podem proporcionar um aumento da confiança que tanto buscamos.

R – Relevant (Relevante)

Por que essa meta é importante? A relevância do objetivo traçado tem relação total com a motivação em alcançá-lo. E isso vale não apenas para o gestor, mas para todos os envolvidos, principalmente aqueles na linha de frente do processo.

O gestor deve considerar: este objetivo está alinhado com a missão e visão da organização? A equipe aceitará perseguir o objetivo? Algum princípio ético é ferido com este objetivo? Todas as questões são muito importantes neste momento.

T – Timely (Tempo)

Significa que além do início e fim do período de busca da meta serem bem definidos, este período não deve ser tão curto que a torne impossível, nem tão longo que cause uma dispersão da iniciativa com o tempo, pois uma meta sem prazo de realização oferece um caminho para a procrastinação.

Tenha bem estruturado os processos da sua rede para poder avaliar com cuidado o tempo ideal para estipular, evitando desgastes ou decepções.

Portanto, essas siglas são uma série de características que devem formar uma meta para atingir o potencial máximo desse objetivo maior. Sempre lembrando, elas devem estar de acordo com a realidade da empresa e bem planejadas, pois o não atingimento pode criar falsas expectativas comprometedoras.

Agora que você já sabe o que são as metas SMART, é hora de entender mais sobre a importância que o conceito pode ter em sua franquia. Confira!

Qual a importância de definir metas SMART?

Controle sobre o projeto

Em grandes equipes, como geralmente acontece no mundo do franchising, existem diversos gestores e reuniões periódicas para avaliar o progresso dos mais diversos projetos. Dessa forma, todos precisam estar por dentro das metas e objetivos propostos.

Assim, características como ser Mensurável e Específica tornam essa comunicação e entendimento muito mais práticos, já que as metas SMART são pensadas para a otimização, tanto no planejamento quanto na execução. E o que pode ser melhor do que ter uma forma de monitorar o processo de uma meta, já que indicam pontos de referência que possibilitam controle e segurança aos gestores?

Maior visão as partes envolvidas

Estendendo o benefício anterior, franqueados também precisam estar envolvidos em vários dos processos e decisões de uma franqueadora. Então, esses dois principais lados envolvidos em projetos da rede, o franqueador e o franqueado, necessitam de uma boa comunicação interna através de metas de fácil entendimento.

Com metas SMART, todos os integrantes do processo de expansão terão uma visão clara do andamento de todas as etapas do projeto, facilitando a identificação de gargalos, gestão de prazos e capital humano, além de possíveis investimentos de mais recursos.

Otimiza o andamento

Ainda complementando o benefício anterior, quando manter um projeto organizado e coeso definindo metas SMART, toda a empresa terá uma orientação de acordo com o andamento atual do processo para seguir (além do monitoramento mencionado anteriormente). 

Dessa forma, ao alinhar as metodologias e processos da equipe, acontecerá uma melhora notável na cooperação e muito menos ruídos na comunicação interna da franquia.

Engajamento é a chave

Por trás de qualquer empresa ou rede de franquias devem existir profissionais motivados, engajados com os objetivos do negócio. Quando temos metas detalhadas, cumpríveis e estimulantes, acontece algo essencial para a saúde da empresa: o engajamento

Esse engajamento acontece, pois desperta uma sensação de dever cumprido e recompensa a cada um dos colaboradores.

Satisfação dos franqueados

Em uma rede de franquia, é dever do franqueador buscar a todo instante a satisfação dos seus franqueados. Se eles precisam de algo que depende de você, no tempo certo e da forma desejada, a entrega da maneira esperada acarreta satisfação por parte do cliente. 

Por isso, mostre progresso (de qualidade) aos seus franqueados criando um cronograma das metas que condizem com os franqueados para informar avanços nesses tipos de processo.

Evita mudanças inesperadas e caras

Quantas vezes você já teve que mudar as metas de um projeto por conta de surpresas indesejadas ou andamento abaixo do esperado? Com metas SMART, esses potenciais problemas diminuem com cenários tangíveis e um progresso claro e bem definido.

Diminuindo isso, você naturalmente acaba economizando dinheiro e recursos com essas otimizações. Caso você ainda não saiba, o retrabalho e mudanças inesperadas podem acabar custando até 20 vezes mais do que o planejamento inicial.

Como planejar e aplicar essas metas em sua franquia?

1. Se reúna para definir o objetivo principal

Para poder criar metas, você precisa ter um objetivo principal. Por exemplo, a expansão de uma rede de franquias. Assim, as metas serão pequenos marcos durante esse projeto e que sua equipe deve ter como base para agir.

Para isso, realize uma reunião com os principais colaboradores de sua franquia e os investidores que compraram sua franquia. Nela, vocês alinharão todos os passos que compõem o projeto escolhido. Por exemplo, a inauguração de novas unidades em sua rede, como no exemplo citado.

Não deixe nada passar, pois qualquer alteração futura terá impacto nos prazos estabelecidos no próximo passo. Além disso, descreva muito bem cada uma das ações. Assim, quem não está tão familiarizado com o assunto saberá o que fazer caso receba a responsabilidade.

Acesse nosso conteúdo sobre OKR para aprender a criar objetivos da melhor maneira! 

2. Crie metas menores pensando no SMART

Agora, pode ser que nem todos estejam por dentro do método SMART de criar metas. Assim, muitas boas ideias podem se perder se você pensar estritamente na metodologia na hora de avaliar. Por isso, anote todas as ideias para realizar um filtro no próximo passo. 

Também é hora de esboçar as primeiras metas que devem nortear os próximos passos do projeto.

3. Verifique se condizem com a metodologia 

Lembra do significado de cada uma das letras do acrônimo SMART? É hora de passar as metas criadas por esses passos e verificar se todos estão presentes nas metas planejadas. Caso não estejam, trate de mudar para garantir o sucesso da operação.

Confira algumas metas SMART de exemplos:

  • Aumentar a avaliação média da empresa no Google em 10% até o fim do ano de 2021;
  • Criar um blog para a franquia em 2 meses.
  • Contratar 5 profissionais para o setor de Marketing até maio de 2022.

Viram como são específicas e contém as características estabelecidas pelo acrônimo? Então lembre-se: cada um desses fatores existem por um motivo e são igualmente importantes durante a execução e busca pelo objetivo final. Deixar um de lado agora é potencialmente prejudicial a todo o andamento. Atenção!

A Central do Franqueado pode te ajudar!

Nós, da Central do Franqueado, acreditamos na importância de saber gerir todas as metas e projetos de uma rede de franquias. Para te ajudar, apresentamos o módulo ‘Projetos’ de nosso sistema para franquias. 

Com ele, a gerência de seus planos de expansão não sairá mais de seu controle. Seus franqueados poderão acompanhar o passo a passo do que acontecerá até a inauguração da unidade. Internamente, os colaboradores da sua rede terão mais controle e organização para executar os processos designados. 

Economize tempo e dinheiro organizando seus projetos de forma otimizada! Se tiver dúvidas, que tal bater um papo conosco? Teremos o prazer de apresentar nossa plataforma, criada para tornar mais prática e ágil a gestão de franquias. 

Se gostou deste conteúdo, leia nosso artigo sobre Programa de Excelência e saiba como ter uma melhoria contínua de processos internos de sua franquia. Esperamos você!

Author Avatar
Carlos Griebler

Redator em Central do Franqueado