Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Gestão de Franquias »Inteligência competitiva: aprenda como aplicar na sua franquia
Gestão de Franquias

Inteligência competitiva: aprenda como aplicar na sua franquia

8 min de leituraCarlos Griebler

A inteligência competitiva em franquias é uma alternativa para você aumentar a vantagem sobre a concorrência no mercado. Aprenda neste artigo o conceito e a sua aplicabilidade no franchising.

Neste artigo você vai ver:

O que é inteligência competitiva?

Provavelmente você já ouviu falar que vivemos na era da informação e que devemos usar dados e estatísticas de maneira estratégica para aumentar o desempenho e a competitividade de um empreendimento. Saiba que isso tem a ver com o assunto do texto de hoje: a inteligência competitiva.

A inteligência competitiva é uma atividade relacionada à coleta, análise e aplicação, legal e ética, da capacitação, vulnerabilidade e intenções dos concorrentes. Ao mesmo tempo que monitora o mercado para compreender o ambiente competitivo. 

A inteligência competitiva tem sua origem em países com histórico de guerras, principalmente porque precisavam monitorar os exércitos inimigos e seus territórios durante os períodos de tensão. Posteriormente, os posicionamentos desenvolvidos durante a guerra foram aplicados no ambiente competitivo e no mercado. 

No Brasil, a inteligência competitiva começou a ser usada nos anos 1990 pelos profissionais da informação. No entanto, sua aplicação ainda estava longe do mercado, pois era usada pelo Instituto Nacional de Tecnologia (INT). Somente na última década a inteligência competitiva começou a interessar as grandes empresas brasileiras. 

Portanto, a inteligência competitiva ainda é pouco explorada no mercado de franquias e certamente será um diferencial para a sua rede. Quer aprender mais sobre? Continue a leitura!

Para que serve a inteligência competitiva?

A inteligência competitiva busca identificar as tendências do mercado, desenvolver análises estratégicas, trabalhar no descobrimento de oportunidades e mapear os riscos por meio de metodologias científicas. 

Geralmente, a inteligência competitiva vai se concentrar em algumas categorias básicas: 

  • Avaliação estratégica: se refere a um levantamento de dados para descobrir quais as principais táticas usadas pelos concorrentes. 
  • Análise operacional: busca entender de que maneira os concorrentes trabalham para tentar prever as suas ações. 
  • Percepção de mercado: na percepção de mercado a ideia é compreender como os clientes percebem seus concorrentes. 
  • Capacidade tática: qual o diferencial da concorrência? A capacidade tática se propõe a identificar e analisar em que aspectos as empresas concorrentes apresentam pontos positivos.
  • Perspectivas de mercado: considere as características do mercado em que você e seus concorrentes atuam e quão aptos eles estão para acompanhar as mudanças econômicas.

Você viu que a inteligência competitiva tem tudo a ver com a coleta de informações sobre a atuação e o comportamento dos concorrentes, clientes e processos internos dentro da sua franquia? Continue lendo para descobrir como usar a inteligência competitiva na sua rede!

Como usar a inteligência competitiva em redes de franquia?

Antes de tudo, vale lembrar que um dos métodos mais usados para desenvolver uma estratégia de inteligência competitiva é a análise SWOT. Ela é uma ferramenta de gestão para observar aspectos internos e externos e criar estratégias que supram as necessidades do seu negócio. 

Para aplicar a inteligência competitiva na sua franquia, um bom começo é apostar no básico: planejar, coletar, analisar, monitorar e comunicar os resultados. Veja a seguir!

Planeje

O planejamento é parte determinante de um projeto, portanto, para desenvolver a inteligência competitiva, não é diferente. É preciso definir em detalhes as suas metas e objetivos e também os motivos. Depois, é necessário estipular a quantidade de recursos que você estará investindo para chegar às respostas: tempo e dinheiro são os principais a serem considerados. 

Dentro da rede de franquias, é fundamental identificar e definir quais serão os agentes internos responsáveis pelo levantamento e processamento de informações. Por exemplo, as equipes de marketing ou de vendas costumam ser as mais recomendadas para participar do processo. 

Defina seus objetivos

Como você viu anteriormente, definir os objetivos e as metas de inteligência competitiva que mais se adaptam à franquia é indispensável. Mas, como definir as metas e objetivos? Uma alternativa para facilitar esse processo são as metas SMART

Por meio delas, você trabalha os seguintes aspectos: específico, mensurável, atingível, relevante e possível de ser realizado no prazo estipulado. Após as metas estabelecidas, vale lembrar que é preciso definir quem vai fazer parte da execução do trabalho. 

Colete informações

Determinar as informações a serem coletadas otimiza o tempo de execução do trabalho. No entanto, obter informações sobre os seus concorrentes nem sempre é fácil. Afinal, eles não divulgarão as informações que você precisa ou procura. 

Mas dados públicos podem sempre ser consultados e comparados, principalmente aqueles que os seus concorrentes divulgam para o público interessado. A seguir você vai ver algumas situações em que os materiais divulgados por outras empresas podem ser úteis para a sua estratégia de inteligência competitiva.

Investigue seus concorrentes 

Analisar os seus concorrentes indiretos é uma alternativa para fortalecer a sua estratégia de inteligência competitiva. Quer um exemplo? Vamos supor que você esteja administrando uma franquia de alimentação com foco na alimentação saudável. Assim como empresas de aviação e redes hoteleiras estão relacionadas, alimentação saudável e academias são complementares. 

Dessa maneira, você pode construir estratégias de vendas, promoções e parcerias com concorrentes indiretos para aumentar o seu nicho de atuação e impulsionar a sua lucratividade. Para os concorrentes diretos, no entanto, vale ficar atento às estratégias de marketing usadas por eles, por exemplo: analisar como eles executam a divulgação de produtos é um começo. 

Você também pode comprar produtos que sejam concorrentes diretos aos seus para analisar as características e fazer comparações. Hoje em dia a grande maioria das empresas estão disponíveis na internet por meio de sites ou perfis em redes sociais.

Nesse sentido, vale dar uma olhada no tipo de mensagem que o seu concorrente está transmitindo nas redes. Existem também maneiras um pouco mais ousadas de criar estratégias de inteligência competitiva: visitar os pontos de venda e conversar com a clientela dos seus concorrentes é uma dessas alternativas.

Converse com os clientes

Agora que você leu sobre algumas formas de analisar os seus concorrentes, saiba que você pode usar as mesmas medidas para analisar a sua própria clientela. Mas, não se preocupe quanto aos seus recursos, consultar os seus clientes é mais fácil do que parece.

A primeira alternativa é criar formulários de pesquisa para medir a satisfação dos seus clientes. Você pode criar formulários on-line para que eles respondam após a compra de um produto ou até mesmo enviar para a lista de e-mail dos seus clientes anteriores. 

Uma pergunta importante é: quais as características dos concorrentes se destacam na opinião do cliente? Por um lado, você pode estar pensando que conversar com o seu cliente sobre os concorrentes é algo impensável. Porém,s saiba que informações reveladoras para você e a sua empresa podem surgir desse contato. Por isso, vale a pena investir em conversar com os seus clientes e descobrir o que eles estão pensando.

As suas redes sociais são ótimos pontos de partida para iniciar o contato com o seu cliente, os comentários deixados por eles em uma postagem ou mesmo nas avaliações podem ser usados como gancho para levantar alguns questionamentos e descobrir mais sobre o pensamento daquele cliente.

Consulte fornecedores e outras fontes

Clientes e concorrentes são o básico. Mas você sabia que pode incluir consultas a fornecedores e outras fontes na construção da sua estratégia de inteligência competitiva? 

Durante as Feiras de Franquia, por exemplo, você pode ficar atento aos fornecedores e aos seus concorrentes. Sites e canais de comunicação dos fornecedores também são válidos. 

As fontes alternativas que você pode estar consultando são newsletters para receber boletins informativos e publicações pertinentes ao  segmento em que você atua. Por exemplo, o site da Associação Brasileira de Franchising ou a sessão de notícias da Central do Franqueado.

Analisar e interpretar os dados 

Após coletar todas as informações que você precisa, fica a pergunta: o que fazer com todos esses dados? Antes de começar a analisar e interpretar o material, você precisa considerar as metas e objetivos estabelecidos no início do procedimento.

Algumas perguntas podem ser realizadas para facilitar a visualização das respostas, por exemplo: de que maneira esse material pode ser útil para a minha franquia? O que a minha franquia pode fazer melhor? Onde estão as falhas dos concorrentes e como tirar vantagem delas? Para uma estratégia de inteligência competitiva efetiva, a sua franquia deve se concentrar naqueles aspectos que tornarão o seu negócio diferenciado dos concorrentes.

Passe os resultados a sua equipe

Depois de executar todas as atividades anteriores, chegou a hora de passar o resultado aos seus colaboradores e franqueados. É importante que o aprendizado proporcionado pelos dados seja transmitido para todos os envolvidos na sua rede para que eles atuem da melhor maneira possível.

O setor de marketing, por exemplo, se beneficia muito das estratégias de inteligência competitiva, bem como toda a sua rede de franquias que, por meio dessa estratégia, vai aumentar sua vantagem competitiva entre os concorrentes. 

Além disso, ela vai auxiliar você a economizar tempo e dinheiro durante o processo de tomada de decisão, o que aumenta o ROI e a sua margem de lucro.

Se você busca uma ferramenta específica, saiba que o sistema para franquias da Central do Franqueado vai te ajudar ainda mais a se destacar entre os concorrentes. A comunicação efetiva e a centralização das informações são os principais benefícios. 

São mais de 200 franquias que aprovam o nosso sistema. O que falta para você fazer parte desse time? Experimente grátis! Solicite uma demonstração e revolucione a sua rede de franquias

Gostou do conteúdo? Se não esqueça de conferir nosso artigo sobre as tendências do franchising para 2023! 

Author Avatar
Carlos Griebler

Redator em Central do Franqueado