Anuncie

Solicite uma demonstração da plataforma Central do Franqueado

central-logo openMenu
Gestão de Franquias

Escalabilidade: descubra qual sua função dentro de um negócio

6 min de leitura Cristiano Ritzel


Toda empresa, independentemente de sua área de atuação, tem um objetivo: crescer. A escalabilidade é o conceito utilizado para definir esse processo de evolução contínua dos negócios sem a necessidade de grandes investimentos.

No franchising, particularmente, a escalabilidade é essencial, uma vez que o sistema inteiro gira em torno da expansão de marcas via abertura de novas unidades.

Entretanto, como você pode deduzir, isso não é uma tarefa fácil. A escalabilidade depende de um planejamento estratégico muito bem definido e de profissionais qualificados para executá-lo da melhor forma possível.

Assim, visando detalhar o processo e te ensinar a esboçar um bom plano de escalabilidade, a Central do Franqueado preparou este artigo completo sobre o tópico. Não perca!

O que você verá neste conteúdo:

O que é escalabilidade

A escalabilidade, como o próprio nome remete, faz alusão à “escala” e à ideia de aumento gradual. Dentro do ramo dos negócios, o conceito é responsável por representar o índice de crescimento da instituição.

Dessa forma, quando um empresário reflete sobre suas possibilidades e se pergunta se deve continuar na zona de conforto ou fazer um movimento mais arriscado, é necessário recorrer ao plano de escalabilidade. É com ele e a partir dele que serão pensadas — e posteriormente executadas — algumas ações do empreendedor.

Uma boa escalabilidade significa potencial de crescimento e deixa clara a capacidade de expansão de um negócio. Esse poder tem como resultado prático a abertura de filiais, o alcance de novos públicos e, consequentemente, aumento nas vendas.

Sendo esse um fator importante, uma empresa com alto índice de escalabilidade é muito observada por outros empresários. Isto é, é muito mais fácil investir em uma empresa que cresce como o planejado do que em empresas estagnadas ou empresas que tomam decisões precipitadas e aleatórias.

Fatores essenciais para expandir no franchising

Atualmente para ser um negócio escalável é preciso analisar três fatores essenciais. Que são baseados neles a probabilidade de expansão de uma empresa.

  • Ensinável: seu empreendimento precisa ser de fácil conhecimento e domínio dos funcionários e demais pessoas. Assim, em caso de necessidade é possível haver pessoas capazes de seguirem o trabalho;
  • Valioso: um negócio valioso é quando o mesmo possui e oferece algo mais específico, apresentando alguma diferença do habitual. Desta forma, a empresa terá um destaque entre os concorrentes;
  • Replicável: Enquanto por replicável, o negócio deve ter sucesso caso seja multiplicado, ou seja, já possuir um público-alvo. Pois no caso da abertura de uma nova unidade, ele deve gerar lucro recorrente.

A escalabilidade também é perceptível nos fundos de investimento e operadores do mercado. Desta forma, existe uma grande atenção para esse assunto, principalmente em empresas novas. Já que uma boa taxa de escala pode gerar interesse de investimentos de outras instituições.

São inúmeras as vantagens de possuir um negócio escalável, já que o mesmo gera renda, impacto e empregos. Além de permitir a multiplicidade do negócio sem problemas de investimentos falhos e sem lucro.

Exemplos de escalabilidade 

Agora que você está familiarizado com o conceito de forma geral, vamos conferir de forma mais detalhada como se aplica a escalabilidade no mundo dos negócios. Afinal, no mundo dos negócios, os casos de sucesso constituem parte relevante das fontes de pesquisa disponíveis.

O AirBnB, por exemplo, é uma plataforma online que oferece imóveis de usuários para usuários. Isto é, não é o idealizador ou os investidores da empresa que arcam com os custos do alojamento. Assim, o plano de escalabilidade da empresa é perfeito: basta que mais pessoas utilizem a ferramenta.

Ou seja, o dono do AirBnB não precisa investir em novos escritórios e na contratação de profissionais para ampliar a sua receita e expandir sua marca, uma vez que os locatários trabalham para ele. Mais importante: a empresa não precisa investir na construção imobiliária para oferecê-las aos clientes.

Os custos da manutenção dos espaços ficam por conta dos proprietários dos imóveis, sendo o grande trabalho da empresa apenas divulgar e difundir cada vez mais a plataforma.

A Amazon, por sua vez, é outro exemplo de empresa super escalável. Isso ocorre pois essa megacorporação oferece uma variedade de produtos aos clientes, sem precisar adquiri-los para revendê-los.

Ou seja, ela só precisa firmar boas parcerias com fornecedores de qualidade e cumprir o prazo de entrega dos produtos. Ainda, a Amazon é responsável por organizar as informações, monitorar todos os processos da entrega e encontrar clientes para os seus fornecedores.

Nesse caso, a empresa não precisa criar armazéns para guardar os produtos ou contratar grandes equipes para gerenciar os estoques — embora a empresa apresente esses recursos, como parte do planejamento estratégico geral.

Como se tornar uma empresa escalável através do franchising?

Existem diversas formas de se tornar uma empresa escalável. Entretanto, o mais indicado para quem não conta com uma metodologia de expansão tão particular quanto os já citados AirBnB e Amazon, é a entrada no mercado de franquias.

O franchising, então, é uma estratégia exclusiva de expansão. O modelo torna mais viável a inserção da empresa em novos mercados, porém, para que isso ocorra, são necessárias adaptações.

Tanto a estrutura do negócio, quanto a capacidade empreendedora do gestor — agora franqueador — precisam ser transformadas para que um bom plano de escalabilidade de franquias — o chamado plano de expansão — possa ser desenvolvido.

Essas mudanças devem estar alinhadas ao fato de que a expansão, no franchising, passa também por ser um bom vendedor do seu negócio a potenciais investidores. Assim, a expansão da franquia depende do capital de empreendedores interessados em ser franqueados.

Além de ser atraente, uma franquia deve estar plenamente adequada ao modelo, para que se venda como um investimento sério e de confiança. Nenhum detalhe estrutural e/ou jurídico deve passar batido nas oportunidades para novos investidores.

A economia com marketing, compras em grande quantidade, conhecimentos prévios sobre o negócio e conhecimentos sobre quais são os melhores produtos, também são pontos positivos para se levar em conta.

Expansão no franchising

No quesito expansão, as franquias já possuem o benefício de serem reconhecidas pelo público. Sendo assim, o processo de retorno financeiro sobre o investimento é facilitado.

Mesmo que adquirir uma franquia seja um negócio que gere grande responsabilidade, ainda assim é mais tranquilo do que abrir uma nova empresa. Sendo um franqueado sua função principal é manter o nível de qualidade da franquia que você adquiriu.

Além disso, sendo um franqueado, o empreendedor não irá trabalhar sozinho, uma vez que tanto o franqueador quanto demais franqueados estarão trabalhando com você para impulsionar sua unidade.

Como a Central do Franqueado pode te ajudar

Você sabia que a Central do Franqueado é especialista em tecnologia para franquias? Nós desenvolvemos um software especialmente para você, franqueador, que quer acelerar a expansão da sua rede de franquias.

O serviço de Expansão da Central do Franqueado conta com o Módulo CRM, responsável por automatizar etapas do funil de vendas, identificar gargalos e se comunicar com franqueados.

Também inclui o Módulo Projetos, que vai acelerar a implantação de novas unidades e simplificar o gerenciamento de projetos na rede. Quer mais? Ao contratar o serviço de Expansão, você também aproveita para disponibilizar a sua marca no Portal de Franquias da Central!

O Portal é acessado diariamente por milhares de investidores e vai trazer diversas oportunidades de investimento para a sua rede. E aí? Que tal experimentar gratuitamente? Solicite uma demonstração e comprove todos os benefícios!

Gostou do conteúdo? Então continue explorando nosso site e descubra tudo sobre planejamento operacional no franchising! Boa leitura!

Author Avatar
Cristiano Ritzel

Redator em Central do Franqueado


Posts Relacionados à Gestão de Franquias