Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Gestão de Franquias »Educação corporativa: descubra sua importância para a padronização de franquias
Gestão de Franquias

Educação corporativa: descubra sua importância para a padronização de franquias

9 min de leituraAndrei Arndt

A educação corporativa pode ser a solução para resolver os problemas de padronização na sua rede de franquias. Aprenda tudo sobre o conceito que vai aumentar a produtividade e a motivação dos seus colaboradores e franqueados.

Neste artigo você vai ver:

O que é educação corporativa?

A educação corporativa, também conhecida como educação empresarial, é o conceito responsável pela divulgação de conhecimento dentro da empresa. Seu objetivo é estimular o conhecimento dos colaboradores e acelerar o crescimento da rede de franquias. Ainda, a educação corporativa está diretamente relacionada à padronização da rede. 

Se você acompanha o blog da Central do Franqueado, deve saber que o capital humano da franquia é imprescindível para alcançar o sucesso. A andragogia, por exemplo, reforça a importância de investir na educação de adultos. A educação corporativa, por sua vez, é uma alternativa para investir naquilo que é mais valioso para a sua rede de franquias: os seus colaboradores.

É o suporte prestado pelos franqueadores que torna o franchising tão atrativo para investidores de primeira viagem. Por isso,vale lembrar que os franqueados são parte importante dessa equação.

Você, franqueador, precisa investir neles para manter a padronização dos procedimentos, a produtividade da rede e a expansão contínua. Dessa maneira, qualquer dúvida ou problema que o franqueado venha a enfrentar, ele saberá que não está sozinho. 

Um exemplo de educação corporativa são os cursos de capacitação. Eles são usados por franqueadores para aprimorar as competências de cada um dos colaboradores da franquia. 

Assim como os franqueados, que recebem treinamentos para manter a padronização dos procedimentos. Apesar de semelhantes, a educação corporativa e os treinamentos não são a mesma coisa. Quer saber mais sobre essa diferença? Continue lendo!

Diferenças entre treinamentos e educação corporativa

Você deve estar se perguntando, qual a diferença entre treinamentos e educação corporativa? A resposta é simples, os treinamentos geralmente são voltados para aprimorar habilidades individuais, enquanto a educação corporativa está relacionada a todos os envolvidos e aos problemas que a franquia enfrenta e quais as melhores soluções para resolvê-la. 

Vamos supor que a sua franquia de alimentação está com baixo desempenho. Um dos motivos é a manutenção constante nos equipamentos usados para a produção de alimentos, como o forno elétrico. Nesse caso, um treinamento para os colaboradores aprenderem a forma mais adequada de usar e preservar este equipamento é uma solução viável. 

Porém, outro problema na sua franquia é a dificuldade de proporcionar um atendimento de qualidade para os consumidores. A melhor opção para ensinar os colaboradores da franquia a atenderem os clientes é a educação corporativa. Diferente do treinamento, a educação corporativa é pensada a longo prazo, por isso, ela está alinhada aos valores da franquia.

Palestras, eventos corporativos e campanhas de marketing voltadas para o público interno da franquia são exemplos de educação corporativa. Mas lembre-se: a educação corporativa e os treinamentos, apesar de não serem sinônimos, são complementares. Por isso, vale elaborar uma estratégia de aprendizagem que combine os dois conceitos.

Agora que você entendeu o que é a educação corporativa e a diferença entre ela e os treinamentos tradicionais, o que acha de conferir alguns exemplos de aplicação da educação corporativa em franquias? 

Qual a importância da educação corporativa em uma rede de franquias?

Em uma rede de franquias, a padronização é fundamental para manter a qualidade e a produtividade da rede. Porém, antes de padronizar, é preciso transmitir o know-how necessário para alcançar o padrão exigido pelo franqueador. 

É comum que franqueados tenham dificuldade em manter a padronização. Afinal, se a sua rede de franquias conta com dezenas de unidades franqueadas, problemas na hora de padronização são ainda maiores do que nas redes com menor número de unidades.

O problema de padronização é resolvido através de um suporte de qualidade para os seus franqueados. No entanto, poucos são os franqueadores que conseguem deixar os franqueados plenamente satisfeitos quando o assunto é a prestação de suporte.

A educação corporativa contribui para solucionar esses problemas. Se você enfrenta problemas na padronização, não se preocupe, você vai aprender as principais tendências de educação corporativa e como elas podem ser úteis em uma rede de franquias.

Como aplicar a educação corporativa em uma rede de franquias?

Antes de aplicar a educação corporativa em uma rede de franquias, é importante entender quais são as suas necessidades. Depois de identificar os problemas e dificuldades, um plano de ação é necessário para organizar as demandas no longo prazo. A partir do momento que você listar os problemas, comece a pensar na solução para eles. 

Lembre-se que a educação corporativa é uma forma de qualificar os seus colaboradores no longo prazo. Nesse sentido, um simples cartaz com instruções de como atender o público cumpre a sua função. Mas se você quiser acelerar os resultados, vale a pena aprender sobre diferentes metodologias para aplicar a educação corporativa.

Também, usar uma lista de verificação para educar os colaboradores quanto ao estado da embalagem de um produto é um exemplo de educação corporativa. Dessa maneira, fica mais fácil manter a padronização da rede. Que tal aprender alguns exemplos para aplicar a educação corporativa na sua rede de franquias? Confira!

E-learning

E-learning é simplesmente um modelo de ensino não presencial, semelhante a educação a distância. Por ser apoiado na tecnologia, o e-learning é muito útil em uma rede de franquias. 

Se você tem unidades de franquia espalhadas pelo país, é mais viável apostar no e-learning como educação corporativa. Afinal, não é necessário o envio de materiais pelos correios ou o pagamento do transporte para profissionais para darem palestras ou treinamentos aos colaboradores. Dessa maneira, você também economiza recursos da franquia. O e-learning é mais barato e acessível tanto para o franqueador quanto para o franqueado.

Por meio do e-learning, você transmite o know-how da franquia, padroniza os procedimentos e mantém todos alinhados com os valores da rede. Além disso, o e-learning pode ser síncrono ou assíncrono, cabe ao franqueador escolher a melhor modalidade de ensino para aplicar na sua rede de franquias.

Realidade virtual

A realidade virtual é uma tecnologia que está cada vez mais inserida em nosso cotidiano. Se você frequenta ou frequentou uma loja de eletrônicos nos últimos meses, provavelmente encontrou à venda óculos de realidade virtual. Embora sejam voltados para videogames, a realidade virtual contribui para o aprendizado dos seus colaboradores. Quer saber como?

Imagine que você acaba de comprar uma máquina de última geração para produzir um determinado produto. Como treinar os seus colaboradores para que lidem da melhor maneira possível com o novo aparelho? Às vezes, treinar os colaboradores direto na máquina é inadequado. Problemas por desgaste e mal uso do equipamento são comuns nesses casos.

Para evitar essa problemática, apostar na realidade virtual é uma alternativa para treinar os seus colaboradores sem deixá-los com medo de errar, o que contribui para a aprendizagem de todos. Investir no conhecimento dos colaboradores e franqueados acerca do funcionamento e do uso correto dos equipamentos é uma forma de diminuir problemas de padronização.

Gamificação

A gamificação, ou ludificação, é outra tendência da educação corporativa. Gamificar significa usar mecanismos semelhantes aos jogos para enriquecer e contextualizar o aprendizado em situações da vida real. A gamificação torna a tecnologia mais atraente e aumenta o engajamento dos colaboradores. 

Quer um exemplo de gamificação? Pense que você trabalha com uma franquia que vende móveis. As vendas estão baixas e uma das principais reclamações dos consumidores é o atendimento inadequado dos colaboradores. 

Porém, cada colaborador, ao fechar uma venda, ganha cinquenta moedas virtuais. Além disso, se o feedback do cliente for positivo quanto ao atendimento daquele colaborador, a quantidade de moedas ganhas dobra. Ao final do mês, a somatória das moedas é convertida em um vale em dinheiro para os colaboradores, que complementa a renda salarial. Nesse caso, a gamificação contribui para que os colaboradores aumentem a produtividade, evitando a perda de clientes

A gamificação também contribui para a padronização. Se você está no segmento de franquias de alimentação, vendendo hambúrgueres, por exemplo. Um problema comum são variações no ponto de cozimento da carne. 

Para resolver isso, é interessante gamificar o preparo de hambúrgueres de forma a recompensar o colaborador. Assim, ele segue os padrões da franquia e se mantém motivado em busca de resultados melhores. Portanto, gamificar os procedimentos da franquia estimula e mantém a motivação e a produtividade dos colaboradores e franqueados. Por isso, a gamificação é uma tendência de educação corporativa que tende a crescer cada vez mais. 

Central do Franqueado 

Até agora, você viu tendências de educação corporativa que se aplicam ao mercado de franquias. Mas como colocá-las em prática? Apostar na tecnologia é a melhor forma de educar os colaboradores e franqueados. Softwares são as alternativas mais procuradas por franqueadores. No entanto, basta uma pesquisa no Google para concluir que existem poucas opções voltadas especialmente para o franchising. 

A Central do Franqueado é especialista em franquias e desenvolveu o serviço de Padronização para revolucionar a sua rede. Mas o que é a Padronização? É simples! Ela consiste em três módulos (Módulo Checklist, Módulo Marketing e Módulo Compras) voltados ao controle de qualidade, fortalecimento da identidade de marca e otimização dos processos de compras.

  • Problemas na identificação de gargalos? O Módulo Checklist proporciona o controle de qualidade da rede de franquias e ainda contribui para identificar e resolver os gargalos na rede. Análise dos indicadores de qualidade e consultorias também estão inclusos. 
  • Resolva de uma vez por todas problemas com franqueados que não seguem a identidade da marca. O Módulo Marketing disponibiliza padrões visuais para franqueados, templates editáveis e integra todo o marketing da franquia em um único sistema. 
  • Suspeita de gastos desnecessários na sua franquia? Ao contratar o serviço de Padronização, você também aproveita o Módulo Compras, responsável pela economia de tempo e dinheiro nos processos de compra da rede de franquias. 

Ficou interessado? Você pode experimentar gratuitamente e sem compromisso. O que acha de solicitar uma demonstração? Esperamos você! 

Quer acompanhar as novidades do franchising? Continue navegando site da Central do Franqueado! 

Author Avatar
Andrei Arndt

Redator em Central do Franqueado