Anuncie

Solicite uma demonstração da plataforma Central do Franqueado

central-logo openMenu
Gestão de Franquias

4 dicas de vendas para alavancar seus negócios no franchising

6 min de leitura Leonardo Montoya


São vários os fatores responsáveis pelo sucesso de uma rede de franquias, sendo ideal buscar atingi-los de forma sincronizada e coerente, todos trabalhando em prol uns dos outros. Assim, um dos fatores que mais necessita atenção são as vendas, seu número e, mais importante, a sua qualidade. Visando te auxiliar nesse processo, a Central do Franqueado preparou 4 grandes dicas de vendas para você. Não perca!

Contudo, construir boas metodologias de vendas — e de fato alcançar números satisfatórios — não é algo tão simples. Como dito, os setores de uma rede são interdependentes e precisam funcionar de forma alinhada. A relação das vendas com o marketing, por exemplo, é muito clara.

Mas essas relações não são — ou não devem ser — superficiais. Para vender bem, são necessárias estratégias detalhadas e que levem em conta todos os recursos disponíveis no contexto da empresa. Leia até o fim e saiba mais!

Neste artigo você lerá sobre:

Como ocorrem as vendas no franchising? 

Para quem não está familiarizado com o modelo, a pergunta pode parecer um tanto quanto estranha. Todavia, é necessário apontar que no franchising ocorrem pelo menos dois tipos de vendas essenciais para a prosperidade de uma rede.

A primeira delas é o tipo de venda que todos conhecemos. Isto é, você tem um produto ou um serviço e precisa fazer com que cheguem ao público-alvo, seus consumidores. Já a segunda é a venda da própria marca. Mas como assim?

O franchising é um modelo de negócio que consiste na expansão de uma marca através da concessão do seu direito de uso, passada do franqueador ao franqueado — proprietário da marca e novo investidor, respectivamente. Desse modo, é necessário vender unidades da sua franquia a fim de expandir a marca como um todo. Nestes casos, o empresário que abrir uma franquia pode replicar o funcionamento dessa marca já bem estabelecida e aproveitar os benefícios de seu reconhecimento.

Por isso, quando falamos em vendas no franchising, precisamos nos assegurar do tipo ao qual estamos nos referindo: se ao repasse usual de produtos e serviços ou ao processo de expansão inerente do modelo. Aqui neste artigo iremos nos ater ao primeiro, as vendas feitas dentro dos PDVs, mas isso não quer dizer que as dicas não podem ser adaptadas e utilizadas de forma inteligente também no processo de venda de unidades.

Qual a importância de um bom setor de vendas?

Agora que você sabe de forma geral como se dão as vendas em uma rede de franquias, não fica muito difícil deduzir a sua importância a importância de um setor especial para esse tipo de operação, correto?

Assim, é essencial que, além de participar ativamente na rotina prática de vendas, o setor desempenhe também um papel crítico e analítico em seu planejamento estratégico e — mais importante, na gestão de vendas, priorizando tomadas de decisões inteligentes e eficazes no que diz respeito às suas operações.

Mais do que facilitar as vendas cotidianas, um time comercial bem estruturado e treinado garante que sua empresa tenha a capacidade de aproveitar todas as oportunidades de negócio possíveis, cobrindo um contexto comercial maior e mais relevante. Desse modo, atingir as metas e objetivos estipuladas previamente para o setor se torna algo cada vez mais alcançável.

4 dicas para alavancar as vendas da sua rede

Agora que você já tem uma boa base sobre o assunto, vamos ao que realmente interessa! Veja a seguir 4 dicas de vendas para sua rede de franquias!

1 – Capacite a equipe

Independente do seu tipo e do contexto na qual estão inseridas, negociações  competentes são consequência do preparo apresentado pelos vendedores. Isto é, uma equipe precisa, além de dominar completamente as funcionalidades do produto, discorrer com domínio sobre ele.

Este referido conhecimento deve ir além das informações mais superficiais, encontradas em todos os lugares, principalmente quando pensamos na internet. Assim, também é necessário conhecer o próprio negócio e todas as operações anteriores e posteriores à compra.

2 – Acompanhe o trabalho da equipe

Além de qualificá-la, é de suma importância que se preste muita atenção na constante manutenção e, mais importante, evolução dos vendedores. Um grande empresário deve estar a par do que acontece em todos os setores da rede, principalmente quando este setor representa diretamente seu lucro — como é o caso das vendas.

Isso pode ser feito com boas ferramentas de comunicação, mas não exclui a necessidade de encontros presenciais, cara a cara. Plataformas que integram as equipes e o empreendedor ajudam na organização das demandas cotidianas e possibilitam uma verificação mais clara das negociações em andamento.

Quanto à evolução contínua do trabalho, invista em treinamentos e workshops. Não poupe dinheiro no que diz respeito a ganhar dinheiro. 

3 – Defina metas específicas

Esta dica faz parte do que chamamos de planejamento estratégico. Clareza e confiança na hora de definir e, principalmente, expor metas para um setor traz incontáveis benefícios para o ambiente de trabalho.

Para isso, é indispensável que as métricas sejam esclarecedoras. Ou seja, é muito melhor para uma equipe de vendas saber que deve “aumentar as vendas de hambúrgueres em 10%” do que simplesmente ler um enunciado genérico como “aumentar as vendas”.

Em suma, os vendedores precisam trabalhar com recortes específicos, estabelecidos de maneira eficiente e atrelados à realidade. Se isso ocorrer, a equipe passa a estar muito mais alinhada e qualificada para efetuar vendas e elevar o nível do negócio.

4 – Implemente uma cultura de autonomia

Numa equipe de vendas bem estruturada, temos diversos profissionais.

Assim, caso você monte uma equipe completa, é importante conceber certa liberdade de autonomia para que os próprios profissionais possam fazer o setor funcionar, sempre de acordo com as habilidades e a capacidade de liderança e tomada de decisão de cada um.

Quando uma única pessoa é responsável pela saúde de um setor inteiro, seu funcionamento pode acabar influenciando na desmotivação da equipe e, consequentemente, em menores índices de produtividade. Para evitar esse tipo de problema, supervisione o setor como citado anteriormente, mas também invista no capital humano da sua empresa.

Como a Central do Franqueado pode te ajudar

Você sabia que a Central do Franqueado é especialista em tecnologia para franquias? Nós desenvolvemos um software especialmente para você, franqueador, que quer acelerar a expansão da sua rede de franquias.

O serviço de Expansão da Central do Franqueado conta com o módulo CRM, responsável por automatizar etapas do funil de vendas, identificar gargalos e se comunicar com franqueados.

Também inclui o Módulo Projetos, que vai acelerar a implantação de novas unidades e simplificar o gerenciamento de projetos na rede. Quer mais? Ao contratar o serviço de Expansão, você também aproveita para disponibilizar a sua marca no Portal de Franquias da Central!

O Portal é acessado diariamente por milhares de investidores e vai trazer diversas oportunidades de investimento para a sua rede. E aí? Que tal experimentar gratuitamente? Solicite uma demonstração e comprove todos os benefícios!

Gostou do conteúdo? Então continue explorando nosso site e descubra tudo sobre script de vendas para franquias! Boa leitura!

Author Avatar
Leonardo Montoya

Redator em Central do Franqueado


Posts Relacionados à Gestão de Franquias