Anuncie

Solicite uma demonstração da plataforma Central do Franqueado

central-logo openMenu
Gestão de Franquias

Análise de causa raiz: como ela pode solucionar problemas na sua franquia

5 min de leitura Leonardo Montoya


Você sabe o que é análise de causa e raiz? A prática parte de  um conjunto de princípios, técnicas e metodologias que permitem identificar a causa raiz de um evento ou uma tendência. Isto é, indo além de uma verificação superficial de causa e efeito, a RCA pode mostrar onde processos ou sistemas falharam ou causaram um problema.

A análise de causa raiz pode ser a solução para identificar os problemas na sua rede. Quer saber como? A Central do Franqueado pode te ajudar. Confira neste artigo a sua definição, vantagens e aplicabilidade.

Neste artigo você lerá sobre:

O que é a análise de causa raiz?

A análise de causa raiz se refere aos diferentes métodos de solução de problemas. Eles são usados para identificar as causas reais de um determinado resultado abaixo do esperado.

A análise de causa raiz apresenta princípios, técnicas e metodologias para investigar a principal causa do que está acontecendo. Ela se difere das outras análises porque não trata com superficialidade os objetos analisados.

Vamos supor que há um vazamento no cano da pia da cozinha. Uma alternativa para resolver o problema é desligar o registro hidráulico, certo? Mas isso não resolve o problema definitivamente.Afinal, qual o motivo do vazamento? Para descobrir, é necessário analisar a causa raiz.

Quais os benefícios de aplicar a análise de causa raiz?

Entre os benefícios de aplicar a análise de causa raiz estão encontrar a causa primária do problema e identificar o porquê do ocorrido.

Além disso, por meio da análise de causa raiz, é possível determinar o que aconteceu; o por que aconteceu e o que fazer para diminuir a reincidência do acontecimento.

A análise de causa raiz vai relacionar os acontecimentos para identificar o principal responsável. Confira a seguir as causas mais comuns:

As causas físicas se referem aos itens concretos, por exemplo, uma falha na máquina de impressão que danificou centenas de embalagens. Ao serem identificadas, as causas físicas não costumam ser as mais difíceis de resolver. Afinal, a solução para problemas técnicos pode ser alcançada por meio das práticas adequadas.

As causas humanas também são comuns. Elas tratam de problemas relacionados a alguma ação incorreta de determinada pessoa. Por exemplo, um colaborador esquece de guardar determinado equipamento porque achou que o responsável era o colega. Nesse sentido, as causas humanas apresentam inúmeras variáveis, mas na maioria das vezes estão relacionadas à comunicação ineficiente.

A outra categoria trata de causas relacionadas à organização: as causas organizacionais. Um exemplo do mercado de franquias é a falta de treinamento e orientação adequada para dar suporte à sua rede de franquias. Nesse caso, é comum que existam problemas devido à falta de suporte e muitas vezes eles passam despercebidos.

Como aplicar análise de causa raiz?

Agora que você entendeu os benefícios da análise de causa raiz e o que ela significa, continue a leitura para descobrir a sua aplicabilidade.

Vale lembrar que existem métodos variados para aplicação da análise de causa raiz. Um deles é o 5 Porquês, criado por Sakichi Toyoda, inventor e fundador da Toyota.

Defina o objetivo

Para iniciar a análise de causa raiz é necessária a definição do objetivo. Afinal, o que você

pretende investigar e solucionar? Vamos supor que o seu problema seja o baixo desempenho de alguma das suas unidades franqueadas. Existem diversas causas para isso, certo? Mas é importante definir o primeiro problema.

Algumas perguntas para guiá-lo são: o que está acontecendo? Quais os sintomas percebidos? O que vai acontecer se o problema não for resolvido agora?

O segundo passo é coletar os dados. Ele é fundamental para o bom resultado da sua análise.

Colete os dados

Coletar os dados sobre o problema escolhido é fundamental. Vale lembrar que a coleta vai definir a qualidade da sua análise. Quanto mais detalhada ela for, mais material informativo de qualidade será analisado. Por isso, é importante dar atenção a ela. A ação de orientar a sua através de dados é conhecida como data driven.

Além disso, o trabalho em equipe é importante para a coleta de dados. Nesse sentido, é crucial consultar as unidades da sua rede para apanhar o maior número de informações possíveis sobre os problemas enfrentados.

Algumas perguntas para guiá-lo são: existem dados específicos para o problema analisado? Quais as provas de que o problema de fato existe? Há quanto tempo o problema persiste? Qual o índice de recorrência do problema e seus impactos?

Identifique a causa raiz

Identificar as causas é o principal objetivo do método. Descobrir uma causa apenas às vezes não é suficiente. Por isso, na fase de identificação, levantar todos os possíveis motivos para aquele problema é essencial.

Você pode se perguntar: qual a sequência de ocorridos que resulta no problema? O problema acontece em quais condições? Como os problemas paralelos se relacionam como  problema central?

Se as unidades da sua rede apresentam baixo desempenho, por exemplo, as causas são variadas. Mas a falta de comunicação efetiva entre franqueador e franqueado pode ser a principal causa. Assim, ficará clara a causa raiz.

Aplique as soluções

Após identificar a causa raiz, basta implementar as soluções para resolvê-la. É importante que para cada causa seja definida uma solução Em outras palavras, as causas paralelas vão exigir diferentes medidas da causa principal.

A comunicação é fundamental nessa etapa. Principalmente para uma rede de franquias. Afinal, você precisa se certificar que as outras unidades estão recebendo as orientações corretas para aplicar a solução da maneira adequada, certo?

Mas antes de aplicar a solução, deve ser realizada uma reunião para discutir os prós e contras de implementá-la. Custos, treinamentos, riscos e abrangência do plano de ação.

Vale questionar: a solução impede que o problema aconteça de novo? Ela é viável? A solução introduz riscos? O custo da solução compensa?

Monitore os resultados

Monitorar os resultados é parte importante de qualquer iniciativa, certo? É na fase de monitoramento que a efetividade das medidas adotadas vai aparecer. Mas não basta apenas esperar os resultados. É importante verificar se a solução está sendo aplicada da maneira correta. Caso o problema ainda persista, é necessária uma análise mais profunda.

Os problemas de comunicação são comuns numa rede. Por isso, a Central do Franqueado desenvolveu o sistema para franquias. Ele alinha e centraliza as informações das suas unidades, resultando em uma comunicação prática e efetiva. Ficou interessado? Então, solicite uma demonstração!

Não esqueça de acompanhar o nosso site para ficar por dentro do universo do franchising!

Author Avatar
Leonardo Montoya

Redator em Central do Franqueado


Posts Relacionados à Gestão de Franquias