Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Franchising »Como conquistar independência financeira com uma franquia e viver sua liberdade financeira
Franchising

Como conquistar independência financeira com uma franquia e viver sua liberdade financeira

9 min de leituraFilipe Pacheco

Poder viver uma vida financeira confortável e sem grandes preocupações com dívidas e com o fim do mês é o sonho de todo brasileiro. A tão buscada independência financeira é o que move muitos investidores e empreendedores, que buscam deixar de trabalhar para o dinheiro e o fazer trabalhar por eles. 

Para viver uma liberdade financeira, é preciso primeiro conquistar a independência do dinheiro. Ou seja, a sua ocupação e seus planos não estão subordinados ao dinheiro, mas é dinheiro que está subordinado aos planos. 

Como empreendedores, a busca é por conseguir construir um negócio sustentável que, a longo prazo, possa proporcionar uma renda passiva ao empreendedor, que consegue alcançar a independência. Essa independência permite ao empreendedor desfrutar da sua liberdade e colher os frutos do esforço empenhado na consolidação do negócio. 

Com franquias, a possibilidade de obter independência financeira é maior ainda, pois seu modelo de negócio permite obter menos riscos, visto que é um formato testado e consolidado. O franchising permite que o empreendedor possa operar um negócio inicialmente aplicando um valor inicial, que depois pode se estabilizar e trazer o retorno do investimento, proporcionando a independência financeira do negócio que trará rentabilidade ao franqueado. 

Sendo assim, confira neste conteúdo tudo sobre independência financeira com franquias e como atingir a liberdade financeira através do modelo de negócio. 

Veja o que você irá encontrar neste conteúdo: 

O que é independência financeira?

O termo “independência financeira” pode ser definido em duas frentes: uma delas é a de o indivíduo que possui uma renda maior do que as suas despesas mensais. No entanto, a principal ideia por trás do conceito de independência financeira é de que a renda gerada pelos investimentos do indivíduo é maior que os gastos, de forma que possa viver dessa renda gerada. 

Com a independência financeira, um empreendedor torna o seu negócio uma fonte de renda que cubra suas despesas mensais e o proporcione viver dos ganhos dessa fonte sem precisar de trabalho extra. No início de uma operação de uma franquia, o franqueado precisa dedicar trabalho para gerenciar a unidade e colocar a mão na massa. 

No entanto, o modelo de franquias permite, a longo prazo, conseguir o retorno do investimento e tornar a franquia autosustentável. Isto acontece, pois, uma vez que a unidade se estrutura e consolida, é possível contratar um gerente para a franquia e o franqueado viver apenas dos lucros que o faturamento da rede produzem. 

Qual a diferença entre liberdade financeira e independência financeira?

A liberdade financeira é precedida da independência financeira. Ela não acontece sem que primeiro o empreendedor possa ser independente da sua renda para tomar decisões. 

Enquanto a independência financeira se refere a capacidade do empreendedor de desfrutar da renda que seus negócios e investimentos geram para cobrir seu custo de vida, a liberdade financeira se relaciona com o status nas finanças do empreendedor em que sua tomada de decisão não depende mais do dinheiro. 

Ou seja, ao alcançar a liberdade financeira, o empreendedor não toma decisões tendo nas suas condições financeiras o balizador dessa escolha. Isso porque, o nível de renda atingido permite que as ações que o empreendedor realiza sejam desprendidas das finanças disponíveis, uma vez que já foi alcançada a independência financeira. 

Como conquistar a independência financeira com uma franquia?

Investir em uma franquia é uma das melhores formas de conquistar a independência financeira. Afinal, não há uma maneira melhor de se tornar independente financeiramente do que empreendendo. 

Sair do emprego formal e subordinado é uma das melhores formas de investir para conquistar a independência nas finanças. Podemos afirmar isto pois o investimento é no seu próprio negócio, no qual o tempo e dinheiro alocados na sua operação trarão a independência do próprio empreendedor ao invés de uma empresa que é de terceiro.

Por isso, saiba como iniciar a conquista da sua independência com um negócio no franchising:

1 – Escolha empreender com o que você gosta

É essencial, ao decidir empreender com franquias, entrar em um mercado que seja compatível com as suas habilidades e aspirações pessoais. Gerenciar um negócio não é tarefa fácil, principalmente no início. 

Por isso, é necessário que a escolha da rede esteja alinhada com um segmento com o qual o empreendedor tenha afinidade. A experiência e área de conhecimento são fatores a considerar entre escolher uma que trabalhe com digital ou uma tradicional loja de alimentação, por exemplo. 

O caminho para alcançar a independência financeira precisa ser acompanhado da atuação em áreas que incentivem o empreendedor e que o tragam satisfação, impulsionando na busca por um bom desempenho com a franquia que traga retorno financeiro.  

2 – Realize uma avaliação competitiva

Para que os resultados financeiros da franquia sejam satisfatórios para direcionar à independência, o empreendedor não pode entrar em um mercado saturado. Este conceito pode ser adaptado localmente, ou seja, na localização próxima de onde o investidor busca abrir sua unidade. 

O objetivo desta avaliação é analisar quais os espaços no mercado local em que o empreendedor deseja abrir seu negócio. Isto implica em pesquisar quais segmentos são mais explorados, produtos são mais oferecidos e quais lacunas de atuação. 

Para obter a independência financeira o negócio precisa ser bem-sucedido e isto depende do seu desempenho no mercado que atua. Entrar em um mercado que já possui muita concorrência pode não ser a melhor alternativa e difícil de ter um retorno financeiro em menor tempo. 

No entanto, se o investidor optar por entrar já em um mercado bem explorado localmente, é preciso se diferenciar. Inovar o produto, oferecer um serviço customizado e que proporcione experiência diferente para o consumidor é uma forma de conseguir ter o retorno esperado mesmo em um ambiente com pouco espaço. 

3 – Analise suas condições financeiras atuais

Para buscar por um retorno que permita viver da renda que o negócio irá produzir é preciso, primeiro, ter condições financeiras para abrir o negócio e iniciar sua operação. Por isso, ao escolher o segmento de atuação, ao procurar por uma franquia, considere também os valores de investimento. 

Além da taxa de franquia, necessária para instalar a unidade, também há o capital de giro, necessário para operação da franquia nos primeiros meses. Por isso, realize um planejamento financeiro e projete quais os recursos você terá para operar a franquia que pretende abrir. 

É possível optar por opções mais baratas, de forma que o investimento inicial não impacte tanto nas suas reservas. Um caminho pode ser buscar pelas microfranquias, que possuem valor de até R$ 105 mil. Como um negócio para empreendedores que não possuem grande capital, mas buscam independência financeira, este modelo se apresenta como ótima opção de retorno do investimento rápido. 

4 – Escolha sua franquia ideal

Após pesquisar o mercado e avaliar sua condição como empreendedor, é preciso ir para a seleção das redes. É possível fazer uma lista com as redes que mais atraem e encaixam com seu perfil, realizando uma eliminatória até chegar a opção ideal.

Para escolher a franquia, é bom que investigue sua operação, como a franqueadora presta suporte, qual a sua imagem perante os clientes e franqueados. Isto pode ser feito conversando com antigos franqueados ou ativos atualmente e avaliando suas condições e como enxergam a rede franqueadora. 

Esta pesquisa evita um “tiro no escuro” e possíveis problemas no futuro. Redes que prometem milagres financeiros, com retornos de investimento muito rápidos e alta lucratividade, acima do normal, é preciso desconfiar. 

O franchising é um mercado escalável, mas, assim como os outros, precisa de investimento e estudo para se desenvolver. Então, busque referências para escolher sua franquia e tome a decisão com base na realidade. 

Você pode aprender como realizar uma avaliação de franquia em nosso checklist específico sobre isto. 

5 – Se torne um expert no seu nicho

Após ter decidido o segmento que irá atuar, o formato do negócio e qual a rede que irá investir, o próximo passo é estudar o mercado. Isto significa que você deve se tornar um expert em tudo que seu negócio irá produzir, ou seja, seus produtos ou serviços, a inserção deles no mercado, as tendências, as demandas dos consumidores e etc. 

Cada mercado possui suas peculiaridades e dores. Para que não haja imprevistos, trazendo prejuízos financeiros inesperados e estragando o caminho para a independência financeira, é preciso conhecer os riscos e prevenções para minimizar o impacto financeiro. 

Ao conhecer minuciosamente seu mercado, sua gestão se torna mais assertiva e os resultados financeiros que contribuem para a independência vêm mais rápido.

Calculadora de independência financeira com uma franquia

Para avaliar o cenário futuro do alcance da independência financeira é possível avaliar por cima e ter uma noção básica. Para isto, precisará do capital de investimento inicial, rentabilidade mensal e anual, para verificar o patrimônio acumulado. Veja abaixo no simulador de independência financeira.

Construindo a independência financeira com uma franquia:

Simulação de franquia

 

  • Valor de investimento da franquia: R$ 300.000,00
  • Retorno do investimento: 12 a 24 meses
  • Faturamento mensal: R$ 50.000,00
  • Taxa de lucratividade mensal: 45%
  • Período gerindo a franquia: 5 anos
  • Patrimônio acumulado: R$ 1.350.000,00

Usufruindo da independência financeira com os resultados da franquia:

 

  • Patrimônio para investir e viver de renda: R$ 1.350.000,00
  • Rentabilidade mensal: 1,5% 
  • Tempo aproximado para viver a independência financeira: 40 anos
  • Renda mensal proveniente do investimento para viver a independência financeira: R$ 20.250,00

 

Portanto, ao investir R$ 300 mil, por exemplo, em uma franquia e trabalhar nela por apenas 5 anos, já será suficiente para viver sua independência com um salário equivalente a 16 salários mínimos (de acordo com o valor em 2022). 

Com este valor, viver uma liberdade financeira também pode ser muito possível. Dependendo da diversidade dos investimentos feitos após acumular o patrimônio, é possível aumentar a rentabilidade mensal e usufruir da sua liberdade independente do dinheiro. 

O empreendedorismo em franquias é o caminho para a independência e liberdade financeira. Aproveite e conheça as melhores opções do mercado para investir em nosso Portal de Franquias

Author Avatar
Filipe Pacheco

Redator em Central do Franqueado