Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Expansão »Aprenda como realizar um plano de expansão de franquias
Expansão

Aprenda como realizar um plano de expansão de franquias

12 min de leituraLeonardo Montoya

Juntamente com o engajamento e a padronização, a expansão é um dos pilares do franchising. Afinal, para o bom desenvolvimento deste modelo de negócio, é essencial que empresários invistam no crescimento de suas marcas visando atingir novos mercados e públicos. Mas, como você pode imaginar, essa não é uma tarefa simples.

Para isso, é fundamental que se desenvolva um plano de expansão de franquias. Esse recurso é um conjunto de metas e objetivos que dependem de ações direcionadas do franqueador e sua equipe. Mas não só isso: o processo requer conhecimento e especialistas de diversas áreas. 

Tendo em vista auxiliá-lo na missão de desenvolver um plano de expansão de franquias eficiente para a sua marca, a Central do Franqueado preparou este artigo completo sobre o tema. Não perca! 

Neste conteúdo você lerá sobre:

O que é um plano de expansão de franquias?

O franchising nada mais é do que uma estratégia de expansão. Assim, crescer é o principal motivo para ingressar no mercado de franquias. É por essa e outras vantagens, afinal, que empreendedores optam por formatar seus negócios em uma rede.

O modelo torna mais viável a inserção da empresa em novos mercados. Para que isso ocorra, entretanto, são necessárias adaptações. Tanto a estrutura do negócio, quanto a capacidade empreendedora do gestor — agora franqueador — precisam ser transformadas para que um bom plano de expansão de franquias possa ser desenvolvido.

Tais mudanças devem levar em conta o fato de que expandir, no franchising, é também ser um bom vendedor do seu negócio a potenciais investidores. A expansão de franquia depende do capital de empreendedores interessados em ser franqueados.

Por isso, além de ser atraente, a franquia deve estar com todas suas adequações em dia, para que se venda como um investimento sério e de confiança. Nenhum detalhe estrutural ou jurídico deve passar batido ao oferecer a franquia a novos investidores.

Qualquer descuido pode acarretar em falhas futuras no funcionamento das unidades. Isso acaba prejudicando a imagem da rede e, consequentemente, sua reputação no mercado.

Aí entra o plano de expansão de franquias, que nada mais é do que o planejamento geral de todas as operações referentes a esse pilar do franchising. Estratégias, projetos, campanhas, tomadas de decisão e todo o resto que compete à expansão de uma rede deve ser pensado e incluído no plano. 

Os benefícios de um plano de expansão de franquias

Como você viu, um plano de expansão é essencial para o funcionamento de uma rede de franquias. Mas podemos ser ainda mais específicos e, por isso, trouxemos uma série de benefícios decorrentes desse recurso tão importante. Leia a seguir! 

Aumento na velocidade de expansão

Expandir um negócio abrindo unidades próprias — as chamadas filiais — é algo bastante trabalhoso, caro e demorado. Dessa forma, o franchising é a solução para aqueles que desejam ver sua marca atingir novos mercados de forma rápida e eficiente. Entretanto, isso só pode ser alcançado com o auxílio de um bom plano de expansão de franquias.

É com ele que você irá estipular as metas e o tempo para alcançá-las. Um plano que leva em conta as realidades da marca, de sua área de atuação e o contexto atual do franchising, contará com expectativas certeiras, nem muito exageradas, nem pouco ambiciosas. A partir desse planejamento, é possível maximizar o tempo de expansão da sua rede.   

Eliminação de riscos

A partir de tudo que foi dito sobre o plano de expansão de franquias, é simples entender que sua boa execução reduz riscos para o franqueador. Isto é, ter sob controle até mesmo os mais minuciosos detalhes te permite avaliar o contexto geral com uma clareza muito maior e, desse modo, prever possíveis falhas. 

O plano permite que se pense no maior número de possibilidades possíveis — o que, por sua vez, permite que você se prepare para cenários negativos e desenvolva estratégias de contenção de danos

Vantagem competitiva

A vantagem competitiva ocasionada pela execução de um plano de expansão de franquias está diretamente relacionada ao item anterior, contudo não se limita somente a esse ponto. Para além de um maior controle e sua consequente diminuição de falhas nas operações da empresa, o plano influencia diretamente nas ações do time, que saberá o que fazer do início ao fim para atingir seus objetivos. 

Além disso, saber detalhadamente como, onde e quando expandir faz com que você saia na frente das marcas concorrentes que não tiverem um plano tão fundamentado quanto o seu.   

Redução da equipe e facilidade de supervisão

A expansão por meio do franchising possibilita que empresas funcionem com equipes muito menores. Assim, os franqueados assumem sua parcela de responsabilidade na segmentação da marca, permitindo que cada unidade funcione como um empreendimento completo.

Isso acaba aumentando a qualidade das lojas e, consequentemente, da rede inteira. Além disso, facilita a vida do franqueador, que pode se dedicar ao desenvolvimento de sua empresa e à supervisão das unidades. 

Isto é, o plano de expansão de franquias deve contemplar este elemento do franchising e incluir em suas estratégias formas de segmentar não apenas pelo simples objetivo de expandir, mas com qualidade e inteligência.

A seguir, trazemos oito dicas para que a expansão da sua rede aconteça com maior qualidade e segurança. Vamos lá?

Como realizar um plano de expansão de franquias?

1- Trace um plano de expansão viável financeiramente

Por mais que a expansão da rede parta do investimento externo de franqueados, é preciso estrutura para que o negócio seja ‘vendável’. Muitas vezes, antes de franquear, ajustes são necessários para firmar a padronização de processos na empresa.

Criar um programa de treinamento também é uma responsabilidade do franqueador, bem como dispor de ferramentas para o suporte aos franqueados. Tudo isso custa dinheiro. Logo, durante o período de formatação da rede, o empreendedor deve analisar a situação financeira da empresa. Com base nisso, ele deverá traçar um plano de expansão que comporte um orçamento adequado.

Dica: antes de investir o dinheiro necessário para formatação do modelo de franquia, é fundamental que o empreendedor faça uma análise de franqueabilidade da empresa. Nesse processo, é posta em análise a estrutura do negócio. Ela traz à tona quais mudanças são necessárias para que a empresa seja apresentada como franquia.

Se o formato já está pronto para venda, é preciso pensar nas estratégias do plano de expansão de franquia, levando em conta principalmente os mercados a serem explorados. O método de expansão em espiral é uma forma de crescimento por proximidade, que acaba demandando menos custos.

2 – Estude sobre os instrumentos jurídicos necessários para a expansão de franquia

A relação profissional entre franqueador e franqueado é algo que define o sucesso da expansão de uma rede. Direitos e deveres de ambas as partes são delimitados e regulamentados por instrumentos jurídicos obrigatórios.

No franchising, existem três principais: a Circular de oferta de franquia (COF), o pré-contrato e o contrato de franquia. Entenda um pouco mais abaixo:

  • COF: talvez o mais importante dos documentos, ele apresenta as informações econômicas, jurídicas e operacionais da empresa aos novos franqueados;
  • Pré-contrato: contrato provisório que inclui os elementos essenciais do contrato definitivo, e deve ser assinado pelo franqueador e o franqueado interessado. Ele serve legalmente, por exemplo, como respaldo, no caso de alguma das partes desistir de assinar o contrato definitivo;
  • Contrato: é o contrato robusto que inclui todos os direitos e deveres de ambas partes em uma franquia.

Antes de colocar a franquia para venda, o franqueador deve se certificar de que todos os processos e contratos estejam corretos. Assim, irá garantir que complicações futuras sejam evitadas.

Dica: contar com a ajuda de uma consultoria para a formatação da rede e para a criação de um plano de expansão de franquia é sempre algo a se considerar. Afinal, o auxílio de profissionais especializados em todas as questões jurídicas que envolvem o franchising pode fazer a diferença na elaboração da COF e do contrato de franquia.

3 – Desenvolva sua capacidade de transmissão de know-how

Parte do processo de expansão em rede é capacitar os novos franqueados. É através dos programas de treinamento que os operadores aprendem o know-how necessário para que a gestão da unidade de franquia seja feita de forma adequada. É importante que, durante a fase de capacitação, o franqueador se mostre presente, como um referencial de conhecimento.

É importante que você esteja atento às tendências de mercado, para que sua visão seja constantemente enriquecida e, também, para que você se mostre como um gestor qualificado e transmita tudo isso a seus franqueados. Para desenvolver essa capacidade, o estudo é necessário. Atualize-se com revistas, portais de notícias, participando de feiras de negócios e de eventos.

Crie e-books para seus franqueados e conteúdos para que eles possam se apoiar quando surgir uma dúvida. Mostre-se sempre presente para eles. É preciso que seus franqueados saibam que você possui capacidade de liderança.

Dica: se você, como franqueador, tem dificuldade em transmitir seu conhecimento para outras pessoas, que tal apostar no coaching? Trabalhar técnicas de expressão pode mudar a forma como você compartilha seu know-how com a rede. Quanto mais confiança seus franqueados tiverem em você, mais confiantes eles estarão para tocar o negócio adiante.

4 – Conte com bons canais de comunicação para franqueados

A comunicação é fio condutor em redes de franquias. É a comunicação entre franqueadores e franqueados que garante a saúde da rede. É assim que são trocadas informações sobre consumidores, gestão de funcionários, e sobre a demanda de suporte durante o cotidiano das lojas. Por isso, ao expandir a rede, o franqueador deve contar com bons canais de comunicação.

Investir em uma plataforma de comunicação para utilização dos franqueados é uma saída. Mas, além disso, é importante manter a proximidade pessoal. Isso pode ser feito por consultores de campo, que visitam as lojas para reunir sugestões dos franqueados. Reuniões periódicas também são bastante importantes.

5 – Capacite constantemente os franqueados

Manter o padrão de qualidade em uma rede de franquias é um desafio. No entanto, é isso que possibilitará a expansão da empresa.

Às vezes, mudanças surgem em meio à gestão operacional da empresa. Todo tipo de mudança deve ser incorporado no padrão das unidades. Por isso, além do treinamento inicial, é preciso entregar ao franqueado material atualizado, para que possa reciclar seu know-how sempre que for necessário.

6 – Incentive seus franqueados a estudarem seus mercados de atuação

O feedback dos franqueados em relação ao dia a dia da unidade de franquia pode fazer a diferença nos rumos da rede. São eles, afinal, que estão em contato com os consumidores e com os mercados no qual estão inseridos. Mas, para diagnosticar obstáculos e auxiliar na elaboração de soluções, é importante que os operadores saibam analisar sua própria concorrência e seu próprio público-alvo.

É difícil para uma rede elaborar campanhas de marketing diferentes, que atendam as demandas de algumas regiões específicas. Por isso, ao incentivar os franqueados a entenderem a participação do negócio nas suas regiões de atuação, o franqueador e sua equipe de marketing conseguem obter informações úteis para que campanhas sejam mais bem direcionadas. Boas campanhas em redes de franquias são essenciais para seu crescimento e expansão.

7 – Acompanhe o bem-estar das unidades da rede

De nada adianta buscar pela expansão da rede se as unidades da empresa estão encontrando problemas com certa frequência. Reunir relatórios periódicos para acompanhar como estão as vendas, a satisfação dos funcionários e dos clientes, bem como rever os padrões operacionais das lojas é algo que mantém a qualidade da empresa. Sem qualidade, não há porque expandir.

Dica: realize auditorias nas unidades e tenha sempre em mãos um plano de ação para corrigir falhas e insatisfações de franqueados, funcionários e clientes. É fundamental que a rede seja tanto um ambiente de trabalho agradável, quanto um negócio que recebe bem seus consumidores.

8 – Automatize processos e otimize tempo

A quantidade de trabalho de um franqueador, ao gerir uma rede, é muita. Por isso, além de contar com uma equipe que o auxilie a manter a empresa nos conformes, automatizar processos é algo que se demonstra cada vez mais necessário, principalmente em grandes redes. 

Por automatizar processos, incluímos melhorar os canais de comunicação com fornecedores, bem como otimizar a utilização de produtos e máquinas nas lojas. Essas medidas aliviam o trabalho de todos na franquia.

Considerações finais

Como você viu, a tarefa de expandir sua rede pode ser bem complexa. Com isso, qualquer chance de otimizar esse processo deve ser analisada com atenção e, se válida, incluída no plano de expansão da sua franquia. Para te ajudar, a Central do Franqueado quer te apresentar um recurso indispensável para o seu planejamento.

A Central acumula mais de cinco anos de experiência no ramo do franchising e, com isso, possui inúmeras conexões com marcas e profissionais do setor. Desse modo, desenvolvemos o Portal de Franquias, uma plataforma específica para apresentar franqueadores a nossa audiência. Nele, você divulga a sua empresa junto das melhores redes de franquias do Brasil!

Valor mínimo de investimento, faturamento mensal e número de unidades espalhadas pelo Brasil são exemplos de informações disponibilizadas em nosso Portal de Franquias, o que garante a otimização do primeiro contato entre você e franqueados em potencial

O portal é acessado diariamente por milhares de investidores, trazendo diversas oportunidades de investimento para a sua rede. O que está esperando? Garanta até 25 leads gratuitas anunciando sua marca com nós

E aí, gostou do conteúdo? Então continue explorando nosso site e descubra tudo sobre internacionalização de franquias! Boa leitura!  

Author Avatar
Leonardo Montoya

Redator em Central do Franqueado