Logo Central do Franqueado2
  • Facebook Central do Franqueado
  • Copiar Link Central do Franqueado
  • Twitter Central do Franqueado
Central do Franqueado »Engajamento »Relacionamento entre franqueados: qual sua importância e como promovê-lo em sua rede de franquias
Engajamento

Relacionamento entre franqueados: qual sua importância e como promovê-lo em sua rede de franquias

7 min de leituraDario Ruschel

Conforme você aprende sobre o franchising e suas características, é comum encontrar diversas discussões sobre como os relacionamentos internos de uma rede de franquias impactam em seu sucesso. Todavia, muito se fala apenas nas questões que envolvem a relação do franqueador com seus franqueados. Saiba que, embora essencial, este vínculo não é o único que requer atenção.

Nesse sentido, destacamos uma outra questão fundamental para o crescimento de uma rede de franquias, o relacionamento entre franqueados. Para que conheça mais sobre um tema que pode garantir uma rede de diálogo e conhecimento dentro da rede, a Central do Franqueado preparou este guia completo sobre a importância e como promover o relacionamento entre franqueados.

Neste artigo você lerá sobre:

O que é o relacionamento entre franqueados?

Seja como franqueador ou franqueado, você provavelmente já parou para pensar sobre os problemas que sua rede enfrenta, certo? No franchising, a melhor forma de identificar e resolver gargalos é por meio de muitos diálogos, debates e sugestões. Assim, quem melhor do que os próprios franqueados — que lidam com os processos da rede diariamente — para realizarem essa troca de ideias?

Ou seja, o objetivo de promover o relacionamento entre franqueados é permitir que eles discutam sobre o dia a dia da empresa livremente, dialogando sobre o que está e o que não está funcionando em suas unidades. Com isso, esse tipo de comunicação vai facilitar e muito a identificação de gargalos e potenciais melhorias que poderão ser repassadas por toda a rede. 

Lembre-se: a comunicação interna de uma rede de franquias é um fator determinante para o seu sucesso. Afinal de contas, é essa comunicação integrada que transforma um negócio efetivamente em uma rede, padronizando processos e permitindo o controle de qualidade de unidades de uma empresa que funciona em diversos lugares.

Hoje, muitas redes de franquias já constataram a possibilidade e já promovem a prática, qualificando a relação e comunicação entre franqueados. Isto é, o bom relacionamento entre franqueados já está deixando de ser um diferencial para se tornar uma necessidade. Cabe à rede franqueadora facilitar o processo e garantir que a marca não fique para trás.

A grande questão que fica é o ‘como’. Ao longo deste conteúdo, detalharemos os benefícios de desenvolver o relacionamento entre franqueados e, é claro, os melhores caminhos para garantir esse espaço no campo de comunicação interno da rede. 

Qual a importância de desenvolver o relacionamento entre franqueados?

Empreendedor ou não, você deve saber o quão difícil pode ser a rotina dentro de uma empresa. Em uma rede de franquias, as tarefas são ainda mais específicas, trazendo questões além daquelas já encontradas em negócios tradicionais. Com isso, ao lado de benefícios e possibilidades encontrados no franchising, o modelo acompanha uma série de regras, prazos e um exímio controle de qualidade em todas as lojas.

Dessa forma, mesmo com o avanço da tecnologia que facilitou muitas dessas tarefas, o fator humano e o relacionamento interpessoal ainda é extremamente necessário na hora de tornar o diálogo transparente. São em encontros, reuniões e até mesmo conversas informais que insatisfações ou problemas recorrentes podem ser descobertos.

Isto é, uma vez que gerentes das unidades também conversam entre si, é possível encontrar consensos sobre o que está funcionando bem e o que não está dentro da empresa. A sinceridade de encontros entre franqueados pode solucionar crises que se descobrem comuns entre as unidades da rede, talvez por falta de visão dos franqueadores, ou também por passarem despercebidas. 

Então, antes de conhecermos mais alguns benefícios que o desenvolvimento do relacionamento entre franqueados, é importante fixar que várias pessoas que vivem a mesma realidade tem mais condição de pensar em algo que uma única pessoa. Sabendo disso, podemos partir para as aguardadas vantagens abaixo. Confira!

Cria bons líderes

Um bom líder é capaz de extrair o melhor de cada relação, demonstrando firmeza quando necessário e estimulando o engajamento para motivar os seus funcionários. Nesse sentido, em uma rede de debate entre os principais líderes das unidades da marca, se cria um desenvolvimento profissional, absorvendo ideias e padrões de comportamento a partir do convívio. 

Engajamento dos franqueados

Uma das principais razões que levam um franqueador a promover o relacionamento entre seus franqueados está no engajamento deles com a marca. Com franqueados cada vez mais envolvidos nos processos de mudanças e melhorias da rede, surgem profissionais motivados e felizes em vestir a camisa da empresa. 

Assim, naturalmente terão uma maior performance em seus trabalhos, o que acarreta em um custo benefício maior e todas as partes saem satisfeitas.

Abre caminhos para a expansão

Ainda nessa linha, um franqueado satisfeito com a relação, com a franquia e com a escolha que fez ao investir em sua rede, facilitará processos como o de expansão. Afinal, uma boa reputação e um marketing boca a boca influenciam na hora de expandir a rede. Com o franqueado espalhando as qualidades da rede, quem não gostaria de apostar em uma rede conhecida pelo belo trabalho de comunicação interna?

Assim, o marketing positivo gerado por franqueados satisfeitos com seu trabalho como franqueador vai atrair leads interessadas, aumentando as chances de crescimento.

Como promover o relacionamento entre franqueados em sua rede

Como vimos, o encontro de franqueados possibilita uma representatividade maior dentro da empresa. Isso está relacionado tanto a seus direitos contratuais quanto ao puro levantamento de ideias. Sendo assim, é um diferencial que esse debate entre franqueados faça parte de um plano de comunicação visando tal integração. E, mais do que isso, eles devem acontecer de forma recorrente.

O relacionamento entre franqueados tem sua importância na força que ele proporciona para esse time de profissionais em uma rede. Além disso, o contato agrega positivamente para o bem-estar da empresa e sua segurança. Dessa forma, crises podem ser evitadas, bem como o aparecimento de franqueados insatisfeitos.

Porém, assim como outros tipos de relação do franchising, leva-se um tempo para construir uma boa sintonia e relacionamento. Pensando nisso e na importância do contato real entre franqueados e da potencialidade que esse encontro tem para resolver problemas, algumas estratégias podem ser abordadas em absolutamente todo o tipo de rede de franquias. Conheça abaixo as principais delas!

Reuniões de conselho

A principal das opções talvez sejam as reuniões de conselho de franqueados. O evento reúne os investidores— seja de toda a rede ou de uma determinada região de atuação — tendo em vista estabelecer uma comunicação entre todos os franqueados.

Nessas conversas, o olhar do franqueado pode revelar mais a fundo a parte prática da operação da rede, identificando problemas e criando discussões para sua resolução. Ou seja, todas essas observações podem ser levantadas nas reuniões de conselho e, então, repassadas para os franqueadores.

Convenção para franquias

Outra opção para estabelecer esse canal de diálogo entre franqueados e ainda promover um encontro de todos os envolvidos no sucesso de uma rede de franquias, são as convenções. O evento nada mais é do que uma reunião com franqueados a fim de coletar feedbacks e propor novas ideias

Talvez a grande diferença para as reuniões de conselho seja o escopo do evento. Se nas reuniões de conselho o foco é exclusivamente o debate entre franqueados, convenções podem ser o espaço para dividir estratégias e planos futuros e, principalmente, ouvir feedbacks e sugestões daqueles que lidam diariamente com os processos da franquia, os seus franqueados.

Ou seja, os dois eventos podem se complementar em um cenário onde há um debate prévio entre franqueados para depois apresentar uma nova ideia ou melhoria consolidada ao franqueador.

Conversas constantes

Por fim, não pense que essa conexão possa existir apenas no ambiente offline. Felizmente, hoje a tecnologia permite uma comunicação facilitada, seja em meios síncronos como chamadas de vídeo e ligações, ou até assíncronos como troca de e-mails. O importante é dialogar, debater e surgir com novas ideias a serem compartilhadas por toda a rede!

Todavia, lembre-se que franqueados são profissionais ocupados. Não é porque ainda não foi respondido que você está sendo ignorado. Seja paciente!

Conclusão

Percebeu como é interessante promover o relacionamento entre franqueados em uma rede de franquias? Como vimos, é a partir desse diálogo que podem surgir os melhores insights sobre melhorias em métodos ou processos da marca.

Mas não se esqueça: não estamos falando de algo pontual. Tão importante quanto estabelecer os caminhos para discussões internas entre franqueados é garantir a periodicidade com que a troca acontece. Afinal, franqueados precisam ter esse relacionamento como um hábito para a iniciativa ter sucesso.

Author Avatar
Dario Ruschel

CEO da Central do Franqueado