Franchising: opção de investimento mesmo em épocas de crise

Confira o nosso conteúdo e descubra por que o franchising pode ser uma ótima opção de investimento mesmo em momentos de crise.

Mesmo em meio a toda desconfiança em torno da economia brasileira, o mercado de franquias continua crescendo a todo vapor. Só no ano passado, o setor aumentou seu faturamento em 7,1%.

No entanto, engana-se quem acha que 2018 foi um período atípico para o franchising. Ao contrário, os índices têm avançado continuamente mesmo em meio à toda instabilidade econômica. Só para se ter uma ideia, nos últimos quatro anos o crescimento acumulado superou a marca dos 25%.

Os números não deixam mentir: o franchising é uma ótima opção de investimento até mesmo em momentos de crise. Portanto, caso você esteja pensando em se tornar dono do próprio negócio, a dica é conhecer um pouco mais sobre esse modelo de exploração de mercado.

Franchising: melhor opção em momentos de crise

Caso você ainda não conheça, o franchising consiste na concessão de um direito de uso, fornecida por um franqueador, para que o franqueado possa replicar em outras localidades um formato reconhecido e bem sucedido de negócio.

Este negócio pode ser uma marca, um serviço, um produto ou até mesmo um conceito. As franquias abrangem diversos segmentos de mercado e têm como principal característica a padronização de processos e de produtos.

E aí ficou interessado em abrir uma franquia? Abaixo nós listamos cinco motivos que demonstram por que o franchising é uma ótima opção de investimento até mesmo em momentos de crise. Confira!

1) Suporte e transmissão de know-how

Ao se tornar franqueado, você conta com todo o suporte da rede na hora de realizar os procedimentos necessários para pôr o estabelecimento em funcionamento, selecionar e treinar os colaboradores, estabelecer os processos produtivos básicos, negociar a compra de matérias-primas com os fornecedores.

Após a assinatura do contrato de adesão, você recebe todo o apoio necessário para implementar e gerir o seu negócio. A transmissão de know-how abrange desde as tarefas operacionais até o que diz respeito às questões contábeis e administrativas.

O franchising dispensa até mesmo a necessidade de experiência por parte do franqueado. É, sem sombra de dúvida, uma ótima opção para quem está ingressando no mundo dos negócios e pretende ter um empreendimento seguro e lucrativo.

2) Marca reconhecida

Promover uma marca não é tarefa fácil. Em um mundo cada vez mais globalizado, é praticamente impossível uma empresa pequena competir em pé de igualdade com organizações que estão presentes em várias regiões ou países.

A parte boa do franchising é que ele permite que você se associe a marcas consolidadas no mercado. E nem sempre você irá precisar desembolsar uma pequena fortuna para isso. Sabe a Cacau Show, maior empresa de chocolates finos do mundo? É possível se tornar um franqueado da rede investindo apenas R$ 30 mil.

3) Menor taxa de mortalidade

Empreender no Brasil não é uma tarefa fácil, principalmente em momentos de crise. Segundo dados do Sebrae, a cada quatro empresas abertas no Brasil, pelo menos uma acaba tendo que fechar as portas antes de completar dois anos de operação.

No franchising a situação é um pouco diferente: o percentual de fracasso cai para 3%. Ou seja, apenas uma a cada 33 empresas vai à falência nos primeiros 24 meses de funcionamento.

O alto índice de sucesso não significa que a sua franquia não irá correr o risco de fracassar. No entanto, no mercado de franquias, as chances do negócio dar certo são bem maiores. Os números não nos deixam mentir.

4) Opção contra o desemprego

Digamos que você tenha trabalhado a vida inteira na mesma empresa e que, após muitos anos, por algum motivo, tenha sido – desculpem o eufemismo – promovido ao mercado de trabalho.

Começar do zero uma nova história em outra empresa talvez não seja a melhor escolha. É bem provável que você não consiga uma vaga com a mesma remuneração da antiga. Tampouco com a mesma importância na estrutura da organização.

Ao invés de continuar trabalhando para os outros, você pode usar o seu Fundo de Garantia (FGTS) para investir em uma franquia. Como dissemos anteriormente, o franchising é uma opção viável até mesmo para quem não tem muita experiência em gestão. Gostou da ideia? Então clique aqui e confira algumas dicas.

5) Inovação

Inovação é a palavra do momento, assim como todos os termos a ela associada. É bem provável que você já tenha ouvido falar sobre a febre das startups. Caso você ainda não saiba, trata-se de empresas, geralmente ligadas à tecnologia da informação, que fornecem soluções inovadoras para resolver problemas que até há poucos atrás a humanidade não possuía.

Mas não são só apenas as startups que estão trazendo inovação ao mercado. Segundo um estudo realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) em parceria com a Confederação Nacional de Serviços (CNS), 89% das franquias brasileiras introduziram algum produto ou serviço novo no mercado no período de 2014 a 2016.

Em um mercado cada vez mais competitivo, é fundamental estar sempre oferecendo novas experiências aos clientes. Somente desta forma, é possível vencer a concorrência e também a ameaça de negócios internacionais que chegam ao Brasil.

E por falar em tecnologia…

Você sabia que a mesma pesquisa citada acima detectou que nove em cada redes de franquias brasileiras investiram na aquisição de softwares para melhorar a gestão?

CENTRAL DO FRANQUEADO

A Central do Franqueado é uma plataforma online criada para facilitar a gestão da sua rede de franquias. Com ela, é possível aumentar o engajamento dos franqueados com a rede de forma centralizada, organizada e flexível, e com foco na qualidade e na agilidade do atendimento.

A plataforma é dividida em cinco módulos:

  • CAF (Central de Atendimento ao Franqueado), onde é possível marcar reuniões, enviar comunicados e prestar todo o suporte aos franqueados;
  • Operacional, para a disponibilização de manuais, treinamentos e arquivos com o objetivo de facilitar a transferência de know-how aos franqueados;
  • Compras, uma central de compras com fornecedores e produtos homologados pelo franqueador, possibilitando ao franqueado o envio de ordens de compra diretamente pela plataforma;
  • Qualidade, onde é possível fazer todo o controle de qualidade da plataforma através de checklists, aplicação de auditorias e implementação de planos de ação;
  • Expansão, onde o franqueador pode organizar e acompanhar todo o fluxo de negociações com interessados em adquirir uma unidade da franquia.

Quer saber mais sobre a nossa plataforma? Então clique aqui e confira.

Sistema para Franquias - Peça agora uma Demonstração!