O que é turnaround? Entenda como sua franquia pode renovar e se recuperar de uma crise

Turnaround é o termo em inglês utilizado para se referir a recuperação de um negócio. A tradução do termo se refere a “dar a volta por cima” ou “virar o jogo”, o que define o processo de sair de um ponto crítico para uma reestruturação do negócio. Confira e saiba como identificar a necessidade em sua rede e como realizar. 

Com grandes crises tendo afetado negócios ao longo da história e a tecnologia fazendo com que empresas ultrapassadas desaparecessem, diversos especialistas têm buscado formas de reagir e reformular ideias. Isso tem feito com que metodologias, ideias e modelos de negócio surjam para redirecionar negócios.

As rápidas mudanças no mercado, o surgimento de novas tecnologias e tendências, e novas formas de gestão tem forçado diversos negócios a se reinventarem. Neste contexto, metodologias como o turnaround se destacam como estimuladores de adaptação e reestruturação de negócios. 

Por este motivo, iremos falar sobre como identificar em sua franquia a necessidade de realizar um turnaround e como fazê-lo. Assim, você conseguirá enfrentar crises internas e externas, adaptando sua rede e transformando seu modelo de negócio. Confira!

O que você vai encontrar neste artigo:

O que é turnaround?

Turnaround é o termo em inglês utilizado para se referir a recuperação de um negócio. A tradução do termo se refere a “dar a volta por cima” ou “virar o jogo”, o que define o processo de sair de um ponto crítico para uma reestruturação do negócio.

O turnaround é o processo de reestruturar um negócio perante crises internas ou externas. Ou seja, é uma mudança radical em toda a estrutura do negócio, formulando um planejamento estratégico para se reposicionar no mercado. 

Esta reestruturação precisa ser feita em um cenário onde o negócio corre risco de falir se não se adaptar a realidade que está inserido. Ou seja, se há uma crise econômica que alterou o funcionamento do mercado ou até se novas tecnologias tornaram o produto de uma empresa obsoleto, é necessário aplicar o turnaround.

Como identificar se sua franquia necessita de um turnaround?

Quando sua rede começa a perder espaço no mercado que está inserido, não conseguindo acompanhar os concorrentes, o turnaround pode ser uma saída. Ou seja, se em frente a uma crise, seja motivada por fatores internos ou externos, seu negócio começou a decair e correr riscos, reestruturar é necessário. 

Fatores internos que demandam reestruturação

Estes fatores são aqueles que são resultados de problemas que acontecem dentro da empresa. Sendo assim, podem ser áreas que possuem gargalos que estão prejudicando o negócio ou, até mesmo, pessoas. Confira alguns destes fatores:

  • Gestão ineficiente: isso pode estar relacionado a incapacidade de gestores de conduzir colaboradores, transmitir metas e a visão do negócio. O resultado de uma gestão ineficiente são colaboradores improdutivos e desmotivados, refletindo na atuação da marca no mercado. 
  • Problemas financeiros: neste caso, a redução do faturamento, diminuição dos lucros e queda nas vendas. A má gestão de recursos e orçamento e a previsão de condições desfavoráveis são agentes destes resultados. 
  • Falta de controle de desempenho: não analisar o desempenho do negócio por meio de indicadores é estar cego para o andamento do negócio. Isso pode resultar em imprevistos e problemas irrecuperáveis. 
  • Falta de planejamento e estratégia: isso é diretamente ligado com a falha da empresa em identificar oportunidades, fraquezas e riscos do negócio, não tendo um planejamento para agir em caso de crise. 

Além disso, há outros problemas que o negócio pode vir a enfrentar, como aumento repentino nos custos, desproporcional a capacidade de gerar receita, alto índice de endividamento, entre outras falhas financeiras. 

Fatores externos que demandam reestruturação

Neste caso, o que pode gerar prejuízos e prejudicar o funcionamento da sua rede são fatores independentes do funcionamento do seu negócio. Ou seja, não é resultado de falhas dentro da operação da rede, mas de influências de fora da organização que podem impedir que o negócio continue suas atividades. Isto pode ser:

  • Recessão econômica;
  • Crises globais;
  • Catástrofes naturais;
  • Dominação do mercado pela concorrência;
  • Intervenção governamental.

Estes fatores em muitos casos afetam de forma passageira um negócio, até o mercado se reerguer. No entanto, em crises como a causada pela pandemia do coronavírus, diversas ações e modos de atuar no mercado mudaram. Novas tendências surgiram e têm alterado toda os hábitos de consumo das pessoas. 

Isto indica que talvez apenas após um processo de reestruturação é que será possível seguir concorrendo no mercado. Pois, para ser relevante e conseguir sobreviver no mercado, é necessário agir sob a demanda, adaptando o negócio às tendências e inovações.

Vantagens de aplicar o turnaround em meio à crises

Sabemos que superar crises não é uma tarefa fácil. Empresas que desenvolvem uma boa gestão de crises são mais capazes de encontrar oportunidades e superar dificuldades. 

No entanto, não é toda situação que é possível apenas resolver problemas pontuais. Sendo assim, o turnaround pode ser uma ótima saída. Veja algumas vantagens que pode trazer:

  • Renovação do negócio: após reestruturar, sua rede ganha novos horizontes para atuar. Ou seja, ao reinventar os processos internos e até mesmo produtos, é possível inovar e trazer produtos que se destacam da concorrência.
  • Novas oportunidades: como já falamos, ao reestruturar o negócio, é possível enxergar novos produtos a serem desenvolvidos e novos nichos a ser explorado. 
  • Maior capacidade de adaptação: a resiliência adquirida com um turnaround faz com que sua rede consiga se adaptar mais fácil a mudanças. Ou seja, após ter uma experiência de renovação, em novos cenários já há experiência de como inovar e se readaptar. 
  • Melhoria de processos: após uma experiência de crise, o negócio tende a otimizar seus recursos e ter uma gestão mais eficiente. Pois, após reestruturar o negócio, surgem novas formas de gerenciar a operação e se posicionar no mercado. 

Em muitos casos, optar por uma renovação total é a melhor opção. Além de abrir novas possibilidades, é possível desenvolver seu negócio com uma nova visão e mostrando aos consumidores um novo posicionamento e uma rede renovada.

Como realizar um turnaround em sua franquia?

Devido ao processo do turnaround exigir uma mudança estrutural e não apenas por setores, é preciso implementar ações em um nível abrangente. Para isso, é preciso seguir alguns passos para ter sucesso na reestruturação da sua rede. 

1 – Analise toda a estrutura

Para que o processo de turnaround seja bem sucedido é preciso uma análise abrangente de toda a rede, como já citamos. Se os fatores que levaram à crise afetaram toda a rede, não se pode apenas analisar unidades individuais e nem alguns processos, mas toda a operação. 

Ou seja, é preciso realizar um processo de avaliação de lideranças, aproveitamento de colaboradores, satisfação dos clientes, retorno financeiro e etc. Assim como em uma rede de franquias, ao aplicar o turnaround, é necessário avaliar os processos de transmissão de know-how, padronização da rede, qualidade dos produtos, relacionamento com fornecedores e etc. 

Com uma visão ampla diante da crise, é possível desenvolver a reestruturação completa, sabendo quais setores da rede precisam de mais mudanças. Assim, ao invés de tentar resolver problemas pontuais em uma operação que necessita se reestruturar, você promove uma renovação em toda a rede. 

2 – Redefina a posição da rede

Em muitos casos, há redes que não possuem uma estratégia e posição no mercado bem definidas. Isto afeta a falta de metas e objetivos definidos, resultando em incertezas e instabilidade para o negócio. 

Portanto, ao realizar o turnaround e reestruturar sua rede, busque definir a sua estratégia e posição dentro do mercado. Tenha claramente a missão, visão e valores da rede e saiba qual o valor da sua marca perante os consumidores. Posicione-se!

3 – Tenha colaboradores capacitados

Para reiniciar um negócio com sucesso e conseguir se integrar no mercado novamente é preciso ter colaboradores capacitados. Além de capacitados, é preciso estimular a contratação de colaboradores criativos que empurram a rede em uma direção de inovação. 

Já que o turnaround contempla toda a estrutura do negócio, mexer com o capital humano da rede também é necessário. É preciso analisar o posicionamento de cada indivíduo, se poderia ser mais produtivo em outro setor, se as lideranças são as mais adequadas e etc. 

4 – Invista em inovação

Uma das possibilidades para um negócio necessitar de um turnaround é sua falta de capacidade de inovar. Afinal, o mercado está em constante mudança, novas tendências, tecnologias surgem e forçam a adaptação, dando mérito aos inovadores e punindo os atrasados. 

Portanto, ao readaptar sua rede à realidade, promova uma cultura de inovação. Esteja sempre atento ao desenvolvimento dos concorrentes, buscando uma vantagem competitiva por meio da inovação. Esta é uma forma de reestruturar o negócio e garantir um progresso contínuo na nova operação da sua rede. 

5 – Fortaleça sua marca

De nada adianta renovar sua rede, alterar toda a estrutura que a move, se os consumidores não souberem disso. Por isso é importante o posicionamento da marca no caso de um turnaround em sua franquia. 

É comum marcas definirem novos slogans que indicam que está passando por mudanças e tem uma nova visão. Isto despertar curiosidade em consumidores que não conhecem sua marca e em clientes que tiveram uma experiência ruim com sua rede. 

Assim, é possível ter uma nova impressão diante dos consumidores e do mercado. Através do posicionamento, você estabelece qual é o ideal que guiará o negócio e como esta posição se mostra ao mercado. 

6 – Mensure os resultados

Após a reestruturação é necessário monitorar os resultados. É preciso ver se as medidas tomadas estão sendo eficazes em levar a rede a um caminho diferente do qual se encontrava.

Para isso, é preciso estabelecer metas e indicadores, que mensurem a efetividade das mudanças ocorridas. Afinal, um dos fatores para uma empresa necessitar de um turnaround é a falta de acompanhamento dos seus resultados. 

Portanto, para não correr o risco de retornar a posição a qual sua rede se encontrava anteriormente, é necessário acompanhar. Para isso, use métricas, metas, indicadores de desempenho e todo tipo de dados que certifiquem que a reestruturação está impactando positivamente no negócio. 

7 – Conte com especialistas

Estar envolvido diretamente com a gestão da rede pode trazer certos vícios e pontos cegos quanto a real situação do negócio. Por isso, ter um outsider na realização do turnaround pode ser efetivo para alterar tudo que é necessário. 

Sendo assim, a utilidade e importância de contratar um Turnaround Manager ou Gestor de Turnaround é muito grande. Estes profissionais têm a expertise adquirida com outros negócios e tem uma visão objetiva da situação da rede. 

Isso se deve ao fato de um profissional de fora ter o know-how de como recuperar uma empresa e disposto a interferir no que for preciso. Sua falta de conexão com a rede faz com que seu julgamento e estratégias  não sofram influência pessoais com convicções sobre seus métodos. 

Por isso, a melhor maneira de garantir qualidade no processo de turnaround da sua rede é apostando em quem tem experiência com isso. Além disso, é preciso estar disposto a abrir mão de processos, pessoas e até recursos para realmente reestruturar a sua franquia. 

Caso contrário, somente algumas ações pontuais serão tomadas e não surtirá um efeito renovador no negócio. Isso pode resultar na volta dos problemas futuramente e não ser suficiente para alterar a visão dos consumidores sobre sua marca. 

Gostou deste conteúdo? Quem sabe se você tem um negócio e sua dificuldade é estruturar um  modelo padronizado e escalável de crescimento para sua marca. A saída pode ser tornar o seu negócio uma franquia. 

Então, aproveite e confira nosso conteúdo sobre formatação de franquias e encontre a solução para o seu negócio.

Resumo

🟢 O que é turnaround?

Turnaround é o termo em inglês utilizado para se referir a recuperação de um negócio. A tradução do termo se refere a “dar a volta por cima” ou “virar o jogo”, o que define o processo de sair de um ponto crítico para uma reestruturação do negócio.

O turnaround é o processo de reestruturar um negócio perante crises internas ou externas. Ou seja, é uma mudança radical em toda a estrutura do negócio, formulando um planejamento estratégico para se reposicionar no mercado. 

⚠️ Como identificar se sua franquia necessita de um turnaround?

Fatores internos que demandam reestruturação

  • Gestão ineficiente;
  • Problemas financeiros;
  • Falta de controle de desempenho;
  • Falta de planejamento e estratégia.

Fatores externos que demandam reestruturação

  • Recessão econômica;
  • Crises globais;
  • Catástrofes naturais;
  • Dominação do mercado pela concorrência;
  • Intervenção governamental.

🥇 Vantagens de aplicar o turnaround em meio à crises

  • Renovação do negócio;
  • Novas oportunidades;
  • Maior capacidade de adaptação;
  • Melhoria de processos.

✅ Como realizar um turnaround em sua franquia?

  1. Analise toda a estrutura;
  2. Redefina a posição da rede;
  3. Tenha colaboradores capacitados;
  4. Invista em inovação;
  5. Fortaleça sua marca;
  6. Mensure os resultados;
  7. Conte com especialistas.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!