As principais tendências do mercado de franquias para 2021

Quando publicamos o conteúdo sobre as tendências do mercado de franquia em 2020, no início desse ano, talvez não imaginávamos que hoje, quase em 2021, o cenário ainda seria praticamente o mesmo. Tudo isso por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, que trouxe consequências definitivas para o mundo do franchising.

Neste artigo, você lerá sobre:

Como foi o ano de 2020 para o franchising?

Antes dos casos de novo coronavírus explodirem pelo país, a ABF previa um crescimento de 8% para o setor de franquias no ano de 2020. Apesar de ainda não termos o relatório do ano completo, já foram liberados os números até o mês de setembro.

Infelizmente, como na maioria dos setores, os resultados foram prejudicados por conta da pandemia. O antes previsto acréscimo de 8% se transformou numa atual queda de 7.9% no faturamento, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Segmentos em alta e baixa

Na questão dos segmentos, o mais prejudicado acabou sendo o de hotelaria e turismo. Com uma redução de 38,7% no faturamento, a proibição de viagens internacionais e até mesmo no país afetou diretamente a rede. Para se ter uma ideia, isso representa mais de 5 bilhões de reais.

Outro segmento que foi prejudicado por limitações, foi o de alimentação. Como, apesar de tudo, ainda precisamos comprar comida, a queda de faturamento não foi tão acentuada, mas existiu. Foram cerca de 6 bilhões de reais a menos ao comparar com o desempenho de 2019, mas, felizmente, poderia ter sido maior se não fossem algumas medidas.

O que de certa forma salvou diversas franquias de alimentação, foi a adaptação. Como a presença de clientes em suas unidades físicas era ou proibida ou limitada, a adoção de sistemas como retirada nas lojas e delivery foi necessária. Isso, além de ainda permitir a venda dos produtos, reduziu diversos custos de manutenção da unidade.

Também temos um exemplo de segmento em crescimento, o de Casa e Construção. O setor teve um grande aumento de quase 10% e assim no terceiro trimestre de 2019, este foi o segmento que mais cresceu em todo o cenário de franquias.

Nassim Katri, da franquia Pinta Mundi Tintas, ressalta as vantagens de investir no setor: “Todos são clientes em potencial. Seja para uma reforma ou um planejamento de decoração, casa e construção permanece no gosto das pessoas”, conta Nassim.

Outros números importantes

Outros pontos positivos que o relatório traz são em relação à operação de unidades. Mantendo a tendência do ano passado, mas em menor escala, o número de lojas abertas superou o número de lojas fechadas por uma margem de quase 1%. 

Por fim, o repasse de unidades se manteve praticamente o mesmo. Isso, aliado ao saldo positivo de lojas inauguradas, demonstra a confiança do franqueador em uma recuperação definitiva nos próximos meses.

Case de sucesso

Para mostrar esses números na prática, vamos analisar um negócio que teve êxito nas implementações durante a pandemia, a lavanderia 5àsec. A rede, que busca oferecer o serviço de lavanderia a seus clientes através do e-commerce ou aplicativo para tablets e smartphones. 

No cenário atual, onde a higienização se tornou ainda mais fundamental, era de se esperar um aumento na receita da franquia. Por isso, a rede liberou o delivery de forma gratuita em todo o país. Dessa forma, clientes não precisam se deslocar até as unidades para lavarem suas roupas.

Alguns dos serviços anunciados pela empresa, como a limpeza a seco e o Wet Cleaning, são extremamente eficientes contra a proliferação de bactérias, fungos e, hoje em dia, principalmente os vírus. Assim, ao realizar uma limpeza na unidade, você recebe sua roupa em casa completamente esterilizada.

A empresa soube utilizar o cenário da pandemia a favor dos serviços da rede, trazendo um aumento nos lucros e fortalecimento da marca.

As consequências e desafios que a pandemia trouxe ao cenário

Ninguém esperava uma pandemia. O novo coronavírus afetou o mundo de forma que o modo de gerir um negócio mudou em 2020. E muitas das consequências que ele trouxe, devem ser definitivas.

Antes de falarmos dos desafios que a pandemia trouxe ao cenário do franchising, precisamos ir um pouco antes e analisar as consequências devastadoras trazidas pelo vírus.

Para começar, devemos salientar o papel de cada um dos elementos de uma rede de franquias durante esse tempo difícil. O franqueado comprou, além da marca, um suporte por parte da franqueadora

Pois, como líder empresarial, você com certeza já passou por períodos difíceis. Assim, é necessário que você compartilhe aprendizados com toda sua rede, buscando ajudar outros empreendedores que possam estar se sentindo inseguros em relação à forma como devem proceder.

Por isso, é essencial que você, como franqueador, estude as melhores alternativas para superar essa crise junto a seus franqueados.

Resistir financeiramente à crise

Se você está em dezembro e lendo isso, é sinal de que você é um bom empreendedor. A pior parte você já superou, para o próximo ano, você já tem uma noção das dificuldades que vai encontrar. Seja recuperar a empresa ou continuar crescendo, é necessário um estudo para a continuidade do negócio.

Assim, faça uma avaliação completa do orçamento da empresa. Além disso, repasse a seus franqueados as principais medidas que serão tomadas para a operação da rede no ano de 2021. 

A principal preocupação dos franqueadores e franqueados no último ano foi preservar seu fluxo de caixa, reduzir as despesas e manter pelo menos parte de sua receita. Para o próximo ano, isso deve se repetir. Porém, agora você sabe o que irá enfrentar.

Adapte-se 

Provavelmente na sua cidade de operação ainda existem limitações quanto a presença de clientes em sua loja física e assim foi durante todo 2020. Por isso, é necessário adaptar a entrega de seus serviços. Para comparação, lembre das implementações da lavanderia 5àsec.

Além das adaptações operacionais, também é fundamental a adaptação das capacitações da sua rede. Muitas franqueadoras estão tornando esse processo totalmente online com uma metodologia semelhante à utilizada em universidades EAD (Ensino à distância). 

Assim, o aprendizado se torna seguro e você terá franqueados e funcionários capacitados mesmo em tempos de pandemia.

Mantenha a segurança

Mesmo que a vacina esteja mais próxima do que nunca, seguir os protocolos de segurança nunca é exagero. Se você não possuir um ambiente que passe segurança, terá uma repercussão negativa e as pessoas deixarão de ir em seu negócio.

Seja transparente

O cenário é difícil. Por isso, todos precisam estar por dentro do que estão enfrentando e os desafios que terão pela frente. Os franqueadores e franqueados precisam ajudar suas equipes a se adaptarem às novas formas de trabalho, principalmente fornecendo informações sobre a situação do negócio.

O mesmo deve acontecer com os clientes. Para isso, você pode utilizar as ferramentas digitais que tanto amamos, como e-mails e redes sociais.

Reavalie regularmente

Ainda não sabemos até quando vai essa situação com o novo coronavírus. Por isso, qualquer medida que você tome para sua rede, pode necessitar de mudanças a qualquer instante. Dessa forma, mantenha-se atualizado nas notícias que possam influenciar diretamente seu negócio.

Novos cenários podem surgir todos os dias e qualquer despreparo pode comprometer o funcionamento da rede.

O que esperar de 2021

Agora que sabemos como foi 2020 no mundo das franquias, o que podemos esperar do próximo ano?

Melhora no cenário

Esperamos que o início de 2021 traga consigo as primeiras levas de vacinação contra a Covid-19. A expectativa é que a vacina possa aliviar o mercado de forma substancial, trazendo novamente bons resultados a partir do próximo ano.

Nouriel Roubini, presidente-executivo da Roubini Macro Associates, em entrevista à Bloomberg Television, destacou que a forma da recuperação da economia global, que alguns previram ser em formato de “V”, está se tornando um “U” e podendo se tornar um “W” (onde até mesmo outra queda ao longo do caminho é possível). 

A cada notícia sobre o assunto, o mercado responde imediatamente, seja positivamente ou não. Por isso, para evitar prejuízos ainda maiores, é necessário que as vacinas sejam inseridas no Brasil o quanto antes. 

O formato de franquias em alta na pandemia

Com o mundo ainda em isolamento social, cresceu o número de funcionários que trabalham em casa. Porém, muitos já faziam esse tipo de serviço nas chamadas franquias home based. 

São diversas as redes que oferecem o modelo Home Based no mercado de franquias brasileiro. Nela, toda a operação do franqueado é feita remotamente através da tecnologia. 

Agora, o formato cresce ainda mais com a pandemia e a medida que a transformação digital acontece diariamente. Assim, optar por investir em uma franquia Home Based é manter sua autonomia de gestão conforme seus horários e costumes e facilitar o ambiente de atuação. 

As tendências para o franchising 2021

Como falamos anteriormente, segmentos de franquias têm reagido de formas diferentes a pandemia. Além disso, o franchising sempre foi famoso por ser um porto seguro na hora de empreender, por se tratar de uma marca geralmente estabelecida. E isso não mudou para 2021.

Investir em uma franquia no próximo ano é uma via de mão dupla ainda maior para franqueado e franqueador. Ambos precisam se recuperar da crise e uma expansão da rede deve ser vista com bons olhos por ambos.

Porém, algumas coisas se tornaram diferentes por conta da pandemia e devem permanecer no futuro.

O digital veio para ficar

Novamente, por conta da pandemia muitas franquias descobrem os benefícios da transformação digital. O novo coronavírus acabou forçando as redes a se adaptarem e começarem a trabalhar também nas frentes digitais, trazendo resultados animadores para as unidades. 

Ou seja, mesmo quando tudo voltar ao normal, o digital permanecerá no dia a dia das franquias. 

Segurança em primeiro lugar

Outro fator que não deve mudar, por conta do tempo que levará até a imunização de toda a população, é a higienização dentro das lojas, que pode ser averiguada por meio de inspeções

Qualquer um que entre em sua loja vai esperar uma excelência em todas as interações com a marca, e a segurança agora figura de vez entre as principais demandas. Da mesma forma, o mesmo tratamento é esperado para seus funcionários, pois sem eles, a rede de franquias não funciona.

Delivery

Os serviços de entrega cresceram exponencialmente durante a pandemia, especificamente no ramo alimentício. Como já vimos, esse crescimento influenciou em uma suavização das perdas do segmento durante o ano e deve ser mantida para o futuro. 

Portanto, o setor de alimentos tem feito da entrega um investimento essencial no ramo. Optar por um sistema próprio pode ser uma opção, porém, estar presente nos aplicativos irá dar maior visibilidade à sua rede, trazendo novos clientes. 

Esses três são alguns dos principais pontos que devem ficar para o futuro, pois apesar das dificuldades enfrentadas no ano de 2020, oportunidades de melhora surgiram em meio a tempestade.

Softwares e plataformas

Por fim, temos outra ferramenta que auxiliou diversas franquias a se manterem firmes em 2020.

Automatizar e otimizar processos são pilares para a evolução das empresas. Ter ferramentas que facilitem a gestão do seu negócio será um diferencial da sua empresa diante dos concorrentes. Por isso, devemos utilizar a tecnologia como aliada para expansão e crescimento da rede de franquias.

Plataformas online, como a Central do Franqueado, são ideais para gestão de rede e comunicação entre o franqueador e franqueados. Aperfeiçoam até mesmo o controle de qualidade e a padronização das unidades de uma mesma rede. Conheça o sistema para franquias da Central do Franqueado!

Esperamos você! Leia nosso artigo sobre o Feiras de Franquias em 2021 e confira os principais eventos do franchising que você pode participar!

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!