Planejamento financeiro: saiba o que é e como elaborar um para sua franquia

Planejamento financeiro é o levantamento dos recursos de um negócio, onde se desenvolvem estratégias para que, uma vez levantados, esses recursos sejam alocados da melhor forma e a organização possa ter controle de gastos e lucros. Com um bom planejamento uma franquia pode manter sua rede saudável financeiramente e projetar uma expansão rentável. Confira e saiba como definir um em sua franquia! 

Lucro é o que todo empreendedor busca ao se arriscar no mercado e iniciar seu negócio, certo? Ninguém deseja ver seu negócio falindo ou gerando prejuízos, afinal empreender é o sonho de muitas pessoas de alcançar o sucesso com suas ideias. 

No entanto, no cenário brasileiro, o que vemos em grande parte dos negócios que se iniciam é justamente o fracasso. Segundo um estudo do IBGE, mais da metade das empresas que abrem no Brasil quebram antes de completar quatro anos de atividade. 

Uma das causas para isso é justamente a falta de planejamento, tanto estratégico quanto financeiro. Muitas pessoas têm o sonho de abrir seu negócio, porém, quando iniciam, não se preparam nem planejam seus recursos, o que resulta no fracasso. 

Por isso, preparamos este conteúdo para falar da importância de se ter um planejamento financeiro. Também daremos algumas dicas de como elaborar um planejamento financeiro para sua franquia. Confira!

Veja o que você vai encontrar neste artigo:

O que é planejamento financeiro?

Um planejamento financeiro de um negócio é uma estratégia montada pelos gestores para preparar a alocação de recursos e controle de gastos da organização a curto, médio e longo prazo. Um planejamento financeiro faz parte do plano de negócios realizado pela empresa e busca abranger todos seus recursos financeiros, fazendo com que possa haver um melhor gerenciamento das finanças do negócio. 

É por meio da previsão de gastos e ganhos feitos neste planejamento que o negócio pode atuar com segurança e evitando imprevistos, de forma que consiga utilizar os recursos da empresa conforme previsto no planejamento. Para realizar este planejamento, se utiliza como base o orçamento do negócio, onde busca se detalhar todas entradas e saídas de recursos, para que assim se possa definir e distribuir a alocação desse fluxo.

Por que fazer um planejamento financeiro para sua franquia?

Uma das principais formas de manter um negócio saudável financeiramente é por meio do controle de gastos, poupar para investimentos futuros e manter uma boa margem de lucro. Para isso, um planejamento financeiro é mais que recomendado, é necessário. Pois, sem haver uma definição prévia dos recursos do negócio e como eles são empregados não é possível controlar sua alocação. 

Outra influência direta de um planejamento nas finanças da sua franquia é na tomada de decisão. Optar por expandir sua rede, investir em novos equipamentos, tecnologia, treinamento e etc., precisa estar dentro do planejado, senão as chances de se haver prejuízos financeiros para sua rede são muito grandes. 

Com uma estratégia financeira bem definida, é possível ter uma visão ampla dos recursos disponíveis da sua rede, podendo planejar projetos e ideias sem ultrapassar o máximo dos gastos disponíveis. Isso traz uma boa saúde financeira para sua rede e garante que não haverá escassez para suprir outros custos da operação, sejam fixos ou que surjam como imprevistos.

É por meio do planejamento orçamentário que sua rede garante uma longevidade no mercado. Nenhum negócio sobrevive cheio de dívidas e sem apostar em inovação, ainda mais no cenário atual. E, sem um planejamento prevendo a capacidade financeira da rede, as chances de endividamento são maiores e poucas as oportunidades de inovar. 

Além disso, uma gestão estratégica e eficiente depende um bom planejamento financeiro. Não há como gerenciar uma rede de franquias ou uma própria unidade com sucesso se a gestão for com base em intuição e descontrolada financeiramente. Gestões desqualificadas sobrevivem pouco tempo em um mercado tão competitivo como o franchising.

Quais são os riscos para franquias que não se planejam financeiramente?

Como já dissemos, uma gestão sem planejamento resiste pouco às necessidades do mercado, dos consumidores e às próprias demandas da rede. Por isso, sem um planejamento financeiro elaborado, os riscos se tornam muito maiores de gerar dívidas, gastos superarem o previsto no orçamento e etc. 

Saber alocar recursos por meio de planejamento evita que sua rede fique estagnada e não tenha perspectiva de inovações ou de expandir. Garante que terá uma parte dos recursos da rede será direcionado para esses projetos e evita que eles afetem nos recursos disponíveis para arcar com as despesas da rede. 

Ainda, uma das consequências de não se planejar financeiramente é a precificação errada dos produtos e serviços da sua rede. Por não ter uma visão dos gastos fixos, variáveis e até imprevistos, você pode precificar muito abaixo do mercado e, ao invés de se tornar uma vantagem competitiva, pode gerar arrecadação insuficiente. 

Podemos usar de exemplo a pandemia causada pelo coronavírus, que afetou toda a economia. Empresas que não obtinham planejamento financeiro e não projetavam cenários negativos, perderam muito mais do que as com gestão preventiva. Sendo assim, podemos ver que a falta de planejamento, tanto financeiro, quanto em qualquer área, transforma sua gestão despreparada para os cenários que podem se apresentar e pode resultar em até falência do seu negócio.

Como fazer um planejamento financeiro para franquias?

Um planejamento é algo muito específico e depende da atuação de cada rede, o seu segmento, tipos de receita, gastos e etc. Porém, há algumas ações que se fazem necessárias para desenvolver um planejamento funcional. Confira e adapte à realidade da sua rede. 

1 – Avalie a situação atual da sua rede

Antes de definir onde será alocado seus recursos, é bom ter um levantamento de como está o cenário da sua rede e sua relação com o mercado. Saber as condições financeiras reais da sua operação é essencial para poder distribuir esses recursos de forma eficiente.

Portanto, antes de criar o planejamento concreto, levante todos os gastos, dívidas, contratos com instituições de crédito, fornecedores e tudo que envolve as finanças da sua rede. Vale também considerar a precificação dos seus produtos e serviços, comparando com o mercado e com as necessidades da sua franquia. 

2 – Registre todas as informações

Uma boa gestão financeira não pode ser feita apenas com intenções, é preciso registrar tudo para trabalhar em cima de dados. Para isso se faz necessário ter todo o orçamento da sua franquia registrado, seja em planilhas ou sistemas. 

Para elaborar o planejamento financeiro da sua rede com esses dados você precisa registrar todas entradas e saídas dos seus recursos. Portanto, realize um levantamento de todos os seus custos, sejam fixos, como aluguel do ponto de venda e salários de colaboradores, até os variáveis como manutenção de equipamentos e etc. No caso do franqueado, vale levar em conta o pagamento das taxas de franquia ao franqueador, como royalties e taxa de propaganda

Após ter custos registrados é a vez de ter planificado tudo o que entra no seu faturamento. Neste quesito vale levantar as vendas, recebimento de royalties e outras taxas – no caso do franqueador – e etc.

Com tudo isso registrado, você desenvolve seu planejamento em cima de dados reais e pode projetar seus planos de forma realista. Além disso, com tudo registrado, fica fácil identificar onde superação dos recursos disponíveis em caso de alguma divergência orçamentária. 

3 – Defina uma metodologia

Todo planejamento deve ter uma metodologia para ser realizado. Existem diversas desenvolvidas para gestão e administração de negócios. Essas metodologias ajudam a desenvolver um planejamento financeiro de forma sistemática e com uma fórmula testada em outros negócios. 

Para elaborar seu planejamento é possível utilizar um plano de ação 5W2H, onde a linha será identificar o que é preciso fazer com os recursos disponíveis, os responsáveis por cada ação, qual a motivação desta ação e em quais setores. Ainda é possível trazermos metodologias como Ciclo PDCA, Análise Swot, entre outras. Vale pesquisar os melhores métodos e escolher o que se encaixa melhor na realidade da sua rede. 

4 – Projete diferentes cenários

Ao planejar o seu ano, busque se prevenir e ter mais de um cenário projetado. Isso significa pensar no período projetado realista, com base nos dados registrados do orçamento e também planejar ações para um cenário otimista, onde as vendas superam o previsto e o faturamento é maior, e uma possibilidade pessimista, onde há prejuízos, muitos gastos imprevistos ou até uma crise na economia

Ao considerar esses diferentes cenários, vale elaborar diferentes estratégias. Por exemplo, no caso de seu ano obter um cenário otimista, vale reinvestir o lucro obtido em inovação para a rede, melhoria em processos, até mesmo expandir a rede. Já em casos de que a realidade concretizada é de prejuízos, vale repensar a precificação, número de colaboradores, pausar a expansão da rede e conter os gastos.  

O que importa nessa ação é se prevenir para diferentes cenários. Assim, você desenvolve uma visão estratégica em sua franquia, evita ser surpreendido com possíveis prejuízos e aproveita bons resultados para investir no crescimento da sua marca. 

5 – Monitore e atualize

Como consequência direta do processo anterior, recomendamos que você mantenha um acompanhamento constante do planejamento. É possível estar sempre atualizando sua estratégia de acordo com a realidade que a franquia vivência. 

Sendo assim, defina uma periodicidade para revisar seu planejamento e considerar possíveis alterações. Se necessário, até refaça o planejamento readaptando ao cenário atual. Afinal, existem situações que são imprevisíveis, como crises financeiras, maior competitividade no mercado, regulações governamentais no setor e etc. 

Sincronizar planejamento com realidade é essencial para manter harmonia entre gestão financeira estratégia e prática operacional. Por isso a necessidade de periodicamente analisar e reavaliar o planejamento do seu negócio. 

É inegável a importância de planejar financeiramente sua franquia após este conteúdo, não é mesmo? 

Podemos afirmar que a única forma de garantir saúde financeira e sucesso em sua franquia é com uma gestão financeira estratégica. 

Se você deseja continuar entendendo mais sobre finanças para franquias, confira nossas dicas de contabilidade para franquias.

Resumo

🟢 O que é planejamento financeiro?

Um planejamento financeiro de um negócio é uma estratégia montada pelos gestores para preparar a alocação de recursos e controle de gastos da organização a curto, médio e longo prazo. Um planejamento financeiro faz parte do plano de negócios realizado pela empresa e busca abranger todos seus recursos financeiros, fazendo com que possa haver um melhor gerenciamento das finanças do negócio. 

💬 Por que fazer um planejamento financeiro para sua franquia?

Uma das principais formas de manter um negócio saudável financeiramente é por meio do controle de gastos, poupar para investimentos futuros e manter uma boa margem de lucro. Outra influência direta de um planejamento nas finanças da sua franquia é na tomada de decisão.

⚠️Quais são os riscos para franquias que não se planejam financeiramente?

Por isso, sem um planejamento financeiro elaborado, os riscos se tornam muito maiores de gerar dívidas, gastos superarem o previsto no orçamento e etc. Ainda, uma das consequências de não se planejar financeiramente é a precificação errada dos produtos e serviços da sua rede. Por não ter uma visão dos gastos fixos, variáveis e até imprevistos, você pode precificar muito abaixo do mercado e, ao invés de se tornar uma vantagem competitiva, pode gerar arrecadação insuficiente. 

✅ Como fazer um planejamento financeiro para franquias?

  1. Avalie a situação atual da sua rede;
  2. Registre todas as informações;
  3. Defina uma metodologia;
  4. Projete diferentes cenários;
  5. Monitore e atualize.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!