Pesquisa quantitativa: saiba como o método pode beneficiar sua rede de franquias

A prospecção é uma prática necessária em meio à gestão de franquias. É preciso analisar o mercado, o comportamento dos consumidores e a própria logística da rede para encontrar informações úteis para o desenvolvimento da empresa. A pesquisa quantitativa reúne indicativos concretos que podem ser utilizados para a definição de estratégias. Saiba mais!

Leia sobre:

O que é uma pesquisa quantitativa?

Toda pesquisa é embasada a partir da exatidão dos dados. São as evidências numéricas que trazem informações concretas a respeito de um problema. Quantificar é uma prática de análise utilizada por todas as áreas para diagnosticar questões recorrentes dentre um objeto de estudo. É disso que se trata a pesquisa quantitativa.

Se por um lado as pesquisas qualitativas contemplam os aspectos subjetivos do comportamento e das opiniões dos entrevistados, as quantitativas buscam, através de mecanismos definidos de análise, mensurar respostas pré-determinadas sobre o problema. Os dados obtidos descrevem com precisão as hipóteses levantadas na pesquisa. Portanto, nesse método, a descrição dos resultados deve priorizar fatos concretos e ignorar detalhes das informações individuais repassadas.

Por que fazer pesquisas quantitativas em franquias?

Pesquisas quantitativas são conhecidas como o meio principal para a verificação e confirmação das mais variadas hipóteses na ciência. No meio do empreendedorismo isso não é diferente. Quantificar informações a respeito de questões internas e externas ao negócio é a maneira mais eficiente para analisar o comportamento do mercado e a atividade da empresa. Ao numerar dados, o gestor pode ter maiores noções sobre a produtividade dos funcionários, sobre as preferências dos clientes e sobre as vendas do empreendimento em comparação à concorrência.

Tudo isso se aplica em uma rede de franquias. A pesquisa quantitativa possibilita a criação de gráficos e tabelas que auxiliam a franqueadora a ter mais clareza para monitorar as atividades da empresa e sua situação no mercado. Isso é imprescindível para a tomada de decisões a respeito de:

  • Alterações na logística de funcionamento das unidades;
  • Campanhas de marketing;
  • Expansão da rede a novos mercados;
  • Abrangência do suporte prestado;
  • Entre outros.

Em suma, o principal motivo para a realização de pesquisas quantitativas em franquias é ter dados concretos para encontrar e rever estratégias e operações da empresa.

Como fazer pesquisas quantitativas em rede?

O método quantitativo de pesquisa se baseia na coleta de dados concretos a respeito de um problema, para posterior análise estatística. Portanto, as ferramentas utilizadas para a prática devem partir de uma estrutura. Entrevistas e questionários com respostas objetivas são adequados para isso. Mas, antes de estruturar o mecanismo de estudo, deve-se definir o problema de análise e o público de amostra para a coleta de respostas. 

1. Os problemas a serem analisados

Primeiramente, é preciso definir qual tipo de pesquisa se adequa ao problema a ser analisado. Pesquisas quantitativas são ideais para questões que, afinal, podem ser mensuradas. Estudos sobre o desempenho e a eficiência dos profissionais, por exemplo, podem ser feitos com essa ferramenta de observação. Para analisar o mercado e os consumidores, o método funciona quando são feitos comparativos em números (ex.: vendas de determinado produto).

2. O público de amostra

Essa parte é essencial para a aplicação da pesquisa quantitativa. Percebido o problema, nota-se qual público deverá ser consultado para a realização do estudo – seja ele interno ou externo à empresa. Entretanto, para que a apuração das informações seja a mais precisa possível, o ideal é que o público de amostra seja filtrado a partir de características bem definidas. Os critérios podem variar: faixa-etária, nível socioeconômico, tempo de contato com a empresa. Caberá ao responsável pela pesquisa decidir quais são mais relevantes para a análise do problema em questão.  

3. Os métodos a serem utilizados

Uma pesquisa quantitativa permite menos recursos do que uma qualitativa, justamente por não dar espaço à subjetividade. Entretanto, ela pode extrair informações já obtidas por estudos feitos de forma quali. Alguns desses estudos podem demonstrar dados que se assemelham entre si. Logo, é possível transformar uma pesquisa qualitativa em uma pesquisa quantitativa.

Para isso, todavia, é necessário definir parâmetros de resposta. Tornar informações subjetivas em informações exatas é ignorar detalhes e delimitar o que será extraído desses dados. Uma pesquisa quantitativa deve partir de um roteiro, feito com questões concretas e resultados já pré-determinados. Perguntas cuja resposta é sim ou não, por exemplo, vão direto ao ponto e são um caminho fácil para mensurar uma análise. 

Pesquisas quantitativas com profissionais

Em franquias, as auditorias cumprem a função de observar a gestão dos franqueados nas unidades e a atividade dos funcionários. Elas podem utilizar tanto do método qualitativo, quanto do quantitativo, para extrair dados importantes para a franqueadora. Para o quantitativo, utilizar checklists é uma maneira prática para verificar aspectos dentre o corpo de profissionais de uma loja. As informações são facilmente mensuráveis e podem proporcionar bons gráficos de desempenho.

Pesquisas quantitativas com consumidores

Por mais que as pesquisas de satisfação sejam focadas em ouvir a opinião dos consumidores, isso não precisa ser feito de forma subjetiva. Na verdade, essa ferramenta é ótima para um estudo quantitativo, pois pode ser feito de maneira objetiva, através das pesquisas online. Elas auxiliam na segmentação de públicos de amostra ao pedirem dados dos usuários ao início. Suas questões podem seguir um roteiro pré-estabelecido, cujas respostas são oferecidas e então selecionadas pelos usuários. Os resultados obtidos são informações para serem utilizadas em comparação posteriormente.

Gostou do conteúdo e quer ler um pouco mais sobre gestão de franquias? Então não perca tempo e continue navegando pelo nosso blog. Temos dicas quentes disponíveis para você! Boa leitura.

Resumo

🟢 O que é pesquisa quantitativa?

Toda pesquisa é embasada a partir da exatidão dos dados. São as evidências numéricas que trazem informações concretas a respeito de um problema. Quantificar é uma prática de análise utilizada por todas as áreas para diagnosticar questões recorrentes dentre um objeto de estudo. É disso que se trata a pesquisa quantitativa.

⚠️ Por que fazer pesquisas quantitativas em franquias?

  • Alterações na logística de funcionamento das unidades;
  • Campanhas de marketing;
  • Expansão da rede a novos mercados;
  • Abrangência do suporte prestado;
  • Entre outros.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!