Diagrama Ishikawa: o que é e como usar em sua rede de franquias

“O Diagrama de Ishikawa é uma ferramenta que ajuda a identificar as causas raízes de um problema, analisando os fatores envolvidos em um processo.”

O que você verá nesse conteúdo:

O que é Diagrama Ishikawa?

O Diagrama de Ishikawa é uma ferramenta gráfica que ajuda a gerenciar e fazer o Controle da Qualidade (CQ) em diferentes processos, cujo principal objetivo é identificar quais são as causas para um efeito ou problema.

Muitas das ferramentas que existem na indústria são utilizadas para aprimorar e manter a qualidade dos produtos, com o método chamado de Diagrama de Ishikawa não é diferente. A técnica também é conhecida pelos nomes Diagrama de Causa e Efeito, Diagrama Espinha de Peixe ou Diagrama 6M.

Essa é uma ferramenta gráfica que o setor de administração faz uso para que possa gerenciar e fazer o Controle da Qualidade (CQ) em diferentes processos. Como um dos seus nomes diz, o seu principal objetivo é o de identificar quais são as causas para um efeito ou problema.

Para tanto, existe a divisão 6 M´s, que enumera onde os problemas de um processo podem estar:

  • Mão de obra: quando um colaborador realiza um procedimento inadequado, faz o seu trabalho com pressa, é imprudente, etc.
  • Material: quando o material não está em conformidade com as exigências para a realização do trabalho.
  • Meio ambiente: quando o problema está relacionado ao meio externo, como poluição, calor, poeira, etc., ou mesmo, ao ambiente interno, como falta de espaço, dimensionamento inadequado dos equipamentos, etc.
  • Método: quando o efeito indesejado é consequência da metodologia de trabalho escolhido.
  • Máquina: quando o defeito está na máquina usado no processo.
  • Medida: quando o efeito é causado por uma medida tomada anteriormente para modificar processo.

É preciso identificar e separar as possíveis causas como principais, secundárias, terciárias, etc. A equipe que participa do método Diagrama de Ishikawa deve ser estimulada a pensar: “O quê?”, “Por quê?”, “E o que mais?”.

Depois de serem analisadas as causas do efeito indesejado, é necessário buscar soluções, uma por uma, destinando sempre uma pessoa que fique responsável pela solução do problema identificado. Quando o problema for resolvido, a equipe se reúne novamente e cada pessoa deve explicar que atitudes foram tomadas para a resolução do efeito.

Vantagens de aplicar o diagrama ishikawa em sua rede de franquias

Sempre que houver uma situação indesejada na sua empresa, o diagrama pode ser aplicado. De todo modo, sua principal utilização é a identificação de causas de dispersões e não conformidades.

Um exemplo disso é quando uma indústria se depara com um lote de produtos com defeito. Como explicar que, entre tantos itens já produzidos, apenas alguns deles fugiram do padrão? Nesses casos, o diagrama ajuda a encontrar as explicações para o “mistério”.

Além dessa aplicação, o Diagrama de Ishikawa também é comumente utilizado para:

  • enxergar uma situação de modo mais abrangente e sistêmico;
  • visualizar não apenas a causa principal, como também as secundárias de um problema;
  • encontrar soluções para os problemas a partir dos recursos que a empresa possui;
  • gerar melhorias contínuas nos processos.

O Diagrama de Ishikawa traz vários benefícios para as organizações, podendo até mesmo ser utilizado em conjunto com outras metodologias. Entre essas vantagens, estão:

  • melhorias dos processos;
  • identificação de causas;
  • hierarquização das causas encontradas;
  • maior visibilidade dos problemas;
  • registro visual, facilitando análises futuras;
  • envolvimento da equipe na gestão da qualidade;
  • organização de ideias;
  • trabalho em equipe.

Como aplicar o diagrama ishikawa em sua rede?

Agora que você já sabe o que é o Diagrama de Ishikawa e conhece seus benefícios e aplicações, é hora de verificar como aplicar o método. Vamos explicar com um passo a passo para você entender melhor como se aplica o diagrama em sua organização:

  • Defina o problema 

O primeiro passo é definir o problema (efeito) que será analisado. Nesse momento, é importante ser específico, definindo o problema de maneira objetiva. Também é fundamental que essa questão possa ser mensurada, caso contrário, será difícil determinar se a causa foi eliminada.

  • Crie a espinha de peixe 

Faça um traço horizontal. Na extremidade direita dessa linha, inclua um retângulo e escreva o efeito (problema) dentro dele.

Em seguida, faça traços perpendiculares a essa linha horizontal. Cada um dos traços perpendiculares será uma categoria de causas. A versão original do Diagrama de Ishikawa conta com 6 tipos de causas, os chamados 6Ms:

  • Método
  • Máquina 
  • Mão de obra 
  • Materiais
  • Medida 
  • Meio ambiente 
  • Reúna a equipe e analise as causas 

Esse é o momento de levantar todas as possíveis causas para o surgimento do problema, levando em consideração a estrutura dos 6Ms. A sugestão é fazer um brainstorming com a participação das pessoas envolvidas com a questão, assim como profissionais de outras áreas, com diferentes visões e perspectivas.

Investigue todos os pontos que aparecem, mesmo aqueles que parecem improváveis. Uma pergunta que costuma ajudar é “por que isso está acontecendo?”. Escreva cada uma das causas dentro das 6 categorias.

  • Faça subgrupos 

Analise cada categoria de causas e crie subgrupos. Por exemplo, ao investigar as faltas de um funcionário, dentro de “máquina” ou “equipamento”, pode estar a subcategoria “carro”. Dentro dessa subcategoria, por sua vez, podem existir outras causas, como “motor”, “pneus” etc.

  • Destaque a causa principal 

Depois de concluir o diagrama, destaque a causa principal que gerou o problema. Dependendo do caso, pode haver mais de uma.

  • Planeje Ações

Encontrou a razão principal? Agora, é preciso pensar em possibilidades de solução que estejam ao alcance da equipe. Depois de analisar diferentes alternativas, crie um plano de ação para solucionar a questão discutida. Nesse momento, defina responsáveis e estipule prazos para cada atividade que será feita.

Como vimos, o Diagrama de Causa e Efeito pode ser utilizado em diversos contextos empresariais, independentemente da área de atuação da empresa, seja ela uma indústria, seja uma agência de Marketing Digital ou de publicidade.

Inclusive, nada impede que você utilize o Diagrama de Ishikawa para encontrar a causa de problemas em sua vida pessoal, solucionando diversas situações indesejadas. Assim como qualquer ferramenta, quanto mais você praticar sua aplicação, mais natural seu uso se tornará.

Gostou do conteúdo? Saiba mais navegando em nosso blog e descobrindo diversos assuntos do mundo do franchising! 

Resumo

O que é Diagrama Ishikawa?

O Diagrama de Ishikawa é uma ferramenta gráfica que ajuda a gerenciar e fazer o Controle da Qualidade (CQ) em diferentes processos, cujo principal objetivo é identificar quais são as causas para um efeito ou problema.

Qual a finalidade do diagrama ishikawa?

Gerenciar e fazer o Controle da Qualidade (CQ) em diferentes processos.

Vantagens de aplicar o Diagrama Ishikawa?

  • enxergar uma situação de modo mais abrangente e sistêmico;
  • visualizar não apenas a causa principal, como também as secundárias de um problema;
  • encontrar soluções para os problemas a partir dos recursos que a empresa possui;
  • gerar melhorias contínuas nos processos.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!