Descubra se você está usando as métricas certas em sua franquia

Administrar um negócio não é fácil, entretanto, tudo se torna ainda mais complicado quando não se tem o controle total sobre o desempenho da empresa. Por isso,  é necessário estabelecer indicadores para analisar de forma clara os resultados.

Esses critérios são mensurados por métricas. No caso das franquias, as métricas ajudam o empreendedor a identificar os pontos fortes e fracos da sua unidade e elaborar estratégias de negócio.

Além disso, é por meio dos resultados apresentados por elas que o gestor irá basear suas decisões.

Neste conteúdo você vai conferir dicas de como determinar quais são as melhores métricas para o seu negócio e quais são as principais utilizadas em franquias.

Veja o que você vai encontrar neste artigo:

O que são métricas?

As métricas funcionam como um termômetro que mede o desempenho de determinado processo da franquia. Sendo assim, os parâmetros usados como métricas precisam ser mensuráveis, ou seja, serem representados por números. 

Cabe ao gestor definir quais serão as métricas. A escolha varia de empresa para empresa e dependerá do segmento a qual ela pertence e suas características. 

Quando se trata de franquias cada gestor precisa estabelecer os indicadores certos para a sua unidade que serão avaliados individualmente de franquia para franquia. Na maioria das vezes, no entanto, os parâmetros são muito parecidos, já que fazem parte de negócios de uma mesma rede.

O que levar em consideração ao analisar as métricas?

Antes de decidir quais serão as sua métricas e passar a acompanhá-las efetivamente você precisa saber que nada nasce perfeito. Isso inclui a análise de resultados. 

Ao longo da sua gestão você vai perceber que alguns do seus indicadores não precisavam de tanto destaque e, até, que deixou passar algumas informações importantes. 

Mas não tem problema, o importante aqui é que você fique atento ao fluxo de dados produzidos pela sua franquia para poder determinar o que merece maior atenção. 

Para saber quais são as as métricas certas para o seu negócio você deve considerar os seguintes fatores:

O impacto das métricas para o negócio

Ao trabalhar com métricas você deve  lembrar que os dados produzidos por elas são apenas o meio de atingir seus objetivos. Por isso, elas devem ser orientadas por resultado e não apenas para criar gráficos visualmente bonitos. 

Sendo assim, separe suas métricas de acordo com o impacto nos negócios. Quanto mais impacto elas representarem, mais destaque elas precisarão ter no processo de análise.

Pense da seguinte forma:

Uma rede de franquias odontológicas começou a apostar em tratamentos mais estéticos, como o aparelho ortodôntico transparente, para melhorar os negócios. 

Assim, para medir o sucesso das campanhas e investimentos uma das unidades determinou uma métrica para medir o número de pessoas que começaram a fazer o tratamento com o aparelho transparente e outra para medir quantas pessoas interagiram com as postagens sobre o assunto na internet. 

As duas métricas são importante para mensurar o desempenho dessa nova aposta, porém, a primeira tem um impacto maior nos negócio e por isso deve ganhar mais destaque. 

Escolha dos KPIs de acordo com os objetivos do negócio

Antes de prosseguirmos é importante diferenciarmos as métricas dos KPIs (key performance indicators, ou indicadores-chave de desempenho). Veja a seguir as suas diferenças:

Métrica – São medidas que servem como base para construir um indicador. Por não mostrarem dados concretos para o negócio como um todo costumam mensurar o comportamento do cliente e não o desempenho da franquia.

 KPI – É um indicador criado a partir das métricas, que tem por objetivo mostrar o desempenho de um processo da empresa e, assim, a realização de determinados objetivos. 

Nesse caso, é importante que seus KPIs representam parâmetros proeminentes e claros  da sua franquia. 

Vamos voltar o exemplo anterior e analisar os parâmetros usados lá. 

50 pessoas entraram em contato com a clínica para saber mais sobre o aparelho invisível.

É difícil tomar alguma decisão estratégica com base nesse número, não é? Agora olhe para a frase abaixo:

5% das pessoas que entraram em contato para saber sobre o aparelho invisível foram convertidas em clientes.

O indicador acima ilustra muito melhor o quanto um objetivo está sendo atingido.

Alinhar as análises com o objetivo do gestor  

Decidi meus KPIs e agora? Bom, agora você deve estabelecer os critérios de análise com base nos objetivos que você tem para a sua franquia. Lembre-se que eles irão te nortear no momento de decidir onde aumentar ou reduzir investimentos, mudanças de estratégia, entre outros.

Por isso, você deve saber exatamente quais são sua metas e onde precisa chegar para cumpri-las.

Principais métrica para franquias

Agora que você já sabe a importância das métricas e o que deve considerar ao escolhê-las chegou a hora de saber quais as principais métricas usadas em franquias.

Retorno sobre investimento (ROI)

O Retorno Sobre Investimento, mais conhecido como ROI,  calcula quanto dinheiro você ganhou ou perdeu com investimentos. 

É por meio dele que você irá saber quanto tempo o valor investido vai demorar para retornar para você. 

O ROI é calculado com a seguinte fórmula:

ROI= (RECEITA – CUSTO) X 100

Volume de Vendas

O Volume de Vendas representa o valor total de produtos ou serviços comercializados pela franquia em determinado período.

Essa é uma das métricas mais importantes. Afinal, o objetivo de todo negócio é vender, não é mesmo?

Se essa métrica estiver baixa significa que algo está errado e é hora de repensar suas estratégias. 

Taxa de conversão de vendas

Se a métrica anterior mede a quantidade de negócios fechados, a Taxa de conversão de vendas mede quantas das pessoas que entraram em contato com você viraram clientes. 

Os contatos podem ser por meio de pesquisas na internet, telefonemas, visitas presenciais, entre outros. 

Essa métrica é muito importante para você poder acompanhar a efetividade de captação de novos clientes. 

Para calculá-la basta dividir o número de vendas realizadas com a quantidade de pessoas que entrou em contato com a sua empresa. 

Vale ressaltar que, muitas vezes, você irá fazer esse cálculo separadamente de acordo com a forma de contato. 

Então, a franquia dos exemplos anteriores pode medir os clientes que chegaram até ela por meio da pesquisa do termo “aparelho transparente preço” e aqueles que entraram em contato por meio de indicações separadamente. 

Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O Custo de Aquisição de Clientes, ou CAC, é o investimento feito para a franquia adquirir cada cliente. 

Para calcular essa métrica você deve considerar todos os investimentos – desde salários, comissões e infraestrutura até o orçamento com marketing – e os novos clientes. 

Essa métrica é calculada todo o mês por meio da seguinte fórmula:

CAC = (investimento em marketing + investimento em vendas) / números de novos clientes

Ticket Médio

Essa métrica é o valor médio das vendas em um certo período. Para calculá-lo você deve dividir o valor das vendas pelo número de clientes, vendedores ou produtos. 

Essa é a forma com que você irá descobrir os clientes mais lucrativos, os vendedores com melhores desempenho e a média de vendas da sua empresa.

Sucesso = planejamento, análise e otimização

A partir desse texto deu para perceber que as métricas são imprescindíveis para o sucesso de negócios. No entanto, elas sozinhas não fazem milagres. 

Para garantir a prosperidade da sua franquia elas devem estar inseridas em um plano de negócio bem estruturado com estratégias sólidas. 

Além disso, fique de olho no dia a dia da sua franquia e não exite em mudar suas métricas caso seja necessário.

Resumo

🟢 O que são métricas?

As métricas funcionam como um termômetro que mede o desempenho de determinado processo da franquia. Sendo assim, os parâmetros usados como métricas precisam ser mensuráveis, ou seja, serem representados por números. 

⚠️ O que levar em consideração ao analisar as métricas?

  • O impacto das métricas para o negócio;
  • Escolha dos KPIs de acordo com os objetivos do negócio;
  • Alinhar as análises com o objetivo do gestor.

✅ Principais métrica para franquias

  • Retorno sobre investimento (ROI);
  • Volume de Vendas;
  • Taxa de conversão de vendas;
  • Custo de Aquisição de Clientes (CAC);
  • Ticket Médio.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!