Perdendo leads? Saiba como mantê-los próximos a sua franquia!

Não é de ontem que a forma como consumidores se atraem por determinadas marcas vem mudando. Em meio à ampla oferta, conquistam a preferência as empresas que mantêm contato com seus interessados. Esta comunicação começa online, por meio da captação dos chamados leads. Saiba mais sobre esses usuários e como cultivar seu interesse no seu negócio.

Neste conteúdo você vai encontrar os seguintes tópicos:

O marketing digital rege a forma como empresas se comunicam com seu público consumidor – e isso é um fato. Pelos smartphones, marcas se fazem presentes no dia a dia das pessoas. É impossível contar quantas vezes por dia você se depara com a publicidade na linha do tempo das suas redes sociais, ou com e-mails de promoções na sua caixa de entrada, por exemplo. Pois então, saiba que você é um possível lead das marcas que brotam na sua tela enquanto você navega.

Você se torna um lead ainda mais qualificado quando clica nos anúncios e faz login na loja virtual à qual foi direcionado, mesmo sem ter comprado nada. Mas, afinal de contas, o que é ser um lead? O que isso significa para negócios que utilizam ferramentas do marketing digital?

O que significa “ser um Lead”?

Primeiramente, lead significa guia/condutor, em inglês. No meio do marketing, leads nada mais são do que clientes em potencial. Através dos sites, ou de propagandas, os clientes são guiados a interagir e, assim, se tornarem leads. Eles são captados por meio da interação online das empresas com os usuários. Seja pelas redes sociais, por listas de e-mail ou pela publicidade, marcas podem manter contato com aqueles que demonstram interesse pelos produtos e serviços oferecidos. E em um mercado de intensa concorrência, ter proximidade com leads pode garantir a fidelidade do público a uma marca.

No franchising, estar em contato constantemente com consumidores adquire uma importância ainda maior para a experiência do usuário. É mantendo o interesse dos consumidores que a empresa terá suas unidades visitadas. Isso é algo extremamente necessário para a expansão da rede. Preparamos esse post para que você entenda mais sobre o papel dos leads para franquias. Saiba como mantê-los por perto.

Leads: captando usuários interessados no que seu negócio oferece

O conceito de lead só foi definido quando empresas viram no marketing digital uma forma de criar e manter conexões próximas com o público consumidor. Quando sites como o Google e o Facebook começaram a demonstrar que otimizavam seus resultados e conteúdos ao perfil dos usuários, marcas encontraram nisso uma brecha para estarem mais presentes em suas vidas. Com conteúdos que passam a aparecer em seus feeds, captam seu interesse.

A partir disso, há o primeiro contato, o qual já é suficiente para que o usuário se torne um lead.  As “iscas” podem ser as mais variadas (os ads são bastante utilizados hoje em dia). Normalmente, eles servem para redirecionar o lead a uma página, onde serão recolhidas suas informações. Tendo-as, a empresa consegue manter o potencial consumidor interessado na marca, com o envio de conteúdos envolvendo promoções, lançamentos de produtos e todo tipo de experiência que se adéqua ao perfil de compra do usuário. Esse é o chamado lead nurturing – nutrição de leads.

Para redes de franquias, quais os benefícios de investir em leads?

Utilizar as redes sociais, e-mails e outras ferramentas online, através do lead nurturing, é uma maneira de investir no relacionamento da marca com o potencial cliente. No franchising, isso é especialmente interessante. O consumidor que tem preferência por determinada franquia, a partir de um relacionamento que a insere em seu dia-a-dia, irá:

  • Tê-la como referência direta para produtos do seu interesse;
  • Reconhecê-la como uma empresa que proporciona uma boa experiência de compra;
  • Visitá-la em seus diversos pontos de atuação.

A partir deste ponto, é dado um grande passo em direção da fidelização de um público consumidor. Isso que facilita a expansão de qualquer rede. Fazer lead nurturing é um diferencial para pequenas e grandes franquias. Nisso, entra a importância do trabalho de profissionais de marketing, que saibam produzir conteúdos interessantes e direcioná-los através dos algoritmos dos mecanismos de busca. Mas, independentemente disso, é fundamental que a empresa saiba se relacionar com seus clientes. É isso que, de fato, mantém seu interesse na marca.

Mantendo o interesse dos leads pela sua franquia: 4 dicas de relacionamento

As dicas a seguir cabem a todos os tipos de redes de franquias, principalmente para recém franqueadores, que não têm a sua disposição um grande time de marketing. Ao criar conexões e nutrir um relacionamento com leads, a empresa passa a ter a responsabilidade de se portar igualmente com todos os usuários. É assim, afinal, que o posicionamento da marca se solidifica no mercado.

1) Retorne, sempre, os usuários

Alguns leads não são encontrados – eles vão de encontro à marca. O inbox do Instagram e os e-mails recebidos através do site estão cheios das mais variadas mensagens. Muitas delas são de pessoas interessadas pelos serviços da empresa. Independentemente todos os usuários são leads – consumidores em potencial que têm necessidades a serem atendidas.

Retorne um a um o mais rápido possível e, a partir da conversa, descubra o que possa criar vínculo. Lembre-se de contar com profissionais dispostos a cuidarem disso. Se sua empresa é pequena, tire tempo para você mesmo disso cuidar disso.

2) Atenda como você gostaria de ser atendido

Como já comentamos, o lead nurturing é baseado na criação de um relacionamento com os potenciais clientes. Como todo relacionamento, é um vínculo que se determina através da identificação de desejos, posturas e linguagens. Ao ser acessível ao seu público consumidor, a marca estará demonstrando sua prioridade: colocar o cliente à frente.

Principalmente os leads mais qualificados, aqueles que têm mais proximidade com a marca, devem receber o melhor atendimento possível, para que se sintam pertencentes ao que a empresa oferece. Muitas vezes, alguns potenciais clientes simplesmente desistem da marca por não se identificarem com ela e por não se sentirem confortáveis com o contato. Preste atenção nisso e, nunca esqueça: não force a barra.

3) Conte com um atendimento que incorpore as políticas da empresa

Por mais que as áreas de vendas, relacionamento com o cliente e gerenciamento de leads sejam de responsabilidade de equipes diferentes, todas elas representam a empresa aos olhos do consumidor. É por isso que, ao fazer uso do marketing digital, a rede deve ter políticas de relacionamento bem determinadas. Todas elas devem ser incorporadas pelo time de atendimento.

Tais políticas são necessárias para a resolução adequada das mais diversas questões com o público. A empresa que mantém sua postura demonstra seriedade e cria vínculos mais bem definidos com os leads.

4) Invista em marketing

Isso pode parecer óbvio, mas é importante que novos franqueadores reconheçam a importância de separar um fundo de investimento para a produção de conteúdos, administração de ferramentas online e para o monitoramento dos leads. Aos poucos, é possível mensurar o custo do lead nurturing para uma certa gama de usuários. Mas, desde o início, separe a quantia de dinheiro necessária para que seja elaborado o plano de marketing da rede.

Esse, deve ser um processo interligado, coerente desde à captura do lead até a venda de produtos. Lembrando que gerir leads é algo que deve ser feito de acordo com as políticas da empresa e, sendo ela uma franquia, tal comunicação também é feita de forma padronizada.

Devo contar com uma agência de marketing para cuidar dos meus leads?

É bastante comum a contratação de agências especializadas em marketing digital, encarregadas de cuidar da comunicação da empresa e da captação de leads. Para redes de franquias, isso pode ser interessante, pois o alcance ao público tende a ser maior. Entretanto, por mais válido que esse investimento seja, os leads não são apenas um alvo a atingir.

Fazer lead nurturing é algo que depende das políticas de posicionamento da empresa com seus clientes. O trabalho de uma agência deve estar estritamente alinhado com a visão da empresa. Logo, por mais que seja de grande ajuda, a contratação terceirizada de profissionais de comunicação não é exatamente necessária, ainda mais se a rede contar com uma equipe própria de marketing e vendas.

É importante que a equipe tenha conhecimento para captar e gerenciar os leads da empresa, criando mecanismos de mensuração e controle adequados ao perfil da rede. Quais são as necessidades dos consumidores? Que produtos eles mais estão buscando? O que está faltando? Como estão os lucros?

Ao pautar a produção de conteúdo e as estratégias de captação nessas questões, o marketing fica melhor direcionado a busca dos potenciais clientes. Assim, também, os leads já existentes mantêm seu interesse e não se afastam dos serviços da marca.

Se você está pensando em franquear, ou se recém franqueou sua empresa, comece a ficar de olho nas métricas das redes sociais e do site do seu negócio. Assim, é possível diagnosticar os ganhos e as perdas de leads.

Falhas sempre podem ser encontradas e resolvidas. Parta dos pontos abordados no texto e repense como o marketing digital está sendo elaborado. Lembre-se: ele funciona como um relacionamento entre empresa e cliente. E relacionamentos duradouros só existem com investimento de tempo, interesse e aproximação.

Está buscando por uma ferramenta de comunicação entre suas unidades de franquia?

Então que tal conhecer a Central do Franqueado? Somos uma plataforma completa, projetada para facilitar o contato entre franqueadores, franqueados e fornecedores de redes, bem como para primar pelo controle de qualidade das lojas. Saiba mais aqui e se quiser, entre em contato conosco!

Você também pode acessar o nosso blog e conferir diversos conteúdos sobre o universo do franchising.

Software para Franquias - Peça sua Demonstração agora!