Intraempreendedorismo: aprenda mais sobre o conceito

Intraempreendedorismo é o termo designado para a prática de empreendedorismo interno de uma empresa. Diferentemente do empreendedorismo comum, onde há a busca por novos negócios e organizações, o intraempreendedorismo é a prática dentro de uma determinada organização. Confira e saiba mais sobre a importância de alimentar esta prática em sua rede de franquias.

A sociedade tem aumentado cada vez mais sua necessidade de inovação. O surgimento de diversas tecnologias cada vez mais úteis são resultado da ação de empreendedores que estão sempre em busca de solucionar problemas.

Ao contrário do que muitos pensam, empreendedorismo não é apenas uma pessoa que tem o seu próprio negócio. Pelo contrário, empreendedor é todo aquele que está em busca de mudança e inovação. Dentro das organizações também é possível ter empreendedores.

Para isso, se desenvolveu o termo intraempreendedorismo. As empresas atuais, principalmente startups e empresas de tecnologia têm buscado atrair e formar intraempreendedores em seu negócio. Pessoas com capacidade de resolução de problemas e geradoras de ideias são crescentemente bem-vindas nos negócios. Saiba como promover esta prática em sua franquia e transformar sua rede.

Confira o que você irá encontrar neste artigo:

O que é Intraempreendedorismo?

Como o próprio nome sugere, intraempreendedorismo significa empreendedorismo interno. Ou seja, diz respeito ao ato de empreender dentro dos limites de uma organização já existente. O termo deriva da palavra de língua inglesa intrapreneur que, por sua vez, foi criada a partir da abreviação da expressão intracorporate entrepreneuring – empreendedorismo intra corporativo, em tradução livre.

 O objetivo da ferramenta é promover o crescimento e aumentar a competitividade nas organizações.  O intraempreendedorismo é considerado um grande diferencial, pois é capaz de gerar vantagens competitivas permanentes através da geração constante de inovação.

Além de aumentar o nível de inovação e produtividade das organizações, a ferramenta permite organizar as empresas para que o trabalho volte a ser uma expressão da contribuição da pessoa à sociedade.

O intraempreendedorismo foca no funcionário individualmente e em sua propensão para agir sozinho de forma empreendedora. Apesar de o conceito existir há algumas décadas, o interesse sobre ele é relativamente recente.

Em uma época em que a concorrência é cada vez mais acirrada, a organização que incentivar a inovação através de seus funcionários, inegavelmente estará aumentando a produtividade, gerando comprometimento, responsabilidade e, acima de tudo satisfação, o que contribui efetivamente para o crescimento.

Abaixo, nós iremos trazer as principais vantagens do intraempreendedorismo, além de dar algumas dicas de como sua empresa pode adotá-lo.

Quais são as características de um intraempreendedor?

Proatividade

A empresa não deve esperar os problemas acontecerem para implementar mudanças. Ao invés de incentivar as ações apenas de forma reativa, é fundamental que os gestores contem com colaboradores que possuam a capacidade de antever os problemas. Assim, torna-se mais fácil solucioná-los.

Interdisciplinaridade

A empresa precisa ser vista como um sistema composto por diversas partes inter-relacionadas. Os colaboradores devem ser incentivados a dialogar com outras áreas, de forma que tenham condição de propor as melhores soluções para o negócio.

Motivação

Colaboradores motivados são mais capacitados para suportarem as responsabilidades e as pressões inerentes aos processos de mudança. A motivação está diretamente relacionado à Cultura Organizacional da empresa, que precisa incentivar um ambiente favorável.

Inovação

Essa talvez seja a principal característica do intraempreendedorismo. O esforço para encontrar soluções novas para os problemas ajuda a empresa a crescer de forma sustentável. Assim, ela não precisa realizar investimentos muito grandes toda vez que precisar modificar um processo.

Qual a importância do Intraempreendedorismo para uma franquia?

Incentivar o surgimento de novos intraempreendedores dentro de uma organização traz benefícios para ambos os lados da relação empresarial. Os colaboradores que recebem o incentivo para desenvolverem habilidades intraempreendedoras aumentam seu nível de satisfação com a empresa, resultando em maior participação ativa na organização.

Pelo lado da rede, procurar práticas que incentivem a atividade empreendedora dentro da empresa proporciona maior inovação e resultados positivos. O engajamento de colaboradores aumenta ao se sentirem relevantes para o progresso da rede, fazendo com que haja motivação para propor novas ideias e aumentar a produtividade.

É possível identificar alguns pontos destacados do resultado de incentivar o intraempreendedorismo dentro de uma rede, como:

  • Oportunidades de negócios;
  • Aumento da produtividade;
  • Comunicação mais efetiva;
  • Mais inovação;
  • Aumento da satisfação de colaboradores e franqueados;
  • Novas fontes de renda;
  • Crescimento e expansão da rede;
  • Maior integração da rede.

Qual a diferença entre Empreendedorismo e Intraempreendedorismo?

Apesar de um termo estar ligado ao outro, há diferença entre um empreendedor e um intraempreendedor em questões de negócios. O intraempreendedorismo é algo praticado dentro de empresas e negócios através do estimulo gerencial. A prática é promovida pelos gestores da organização, desenvolvendo práticas que criem um ambiente favorável para o surgimento de colaboradores com este perfil.

Já quando nos referimos ao empreendedorismo em si, trata-se diretamente de pessoas que buscam atuar em seu próprio negócio, criando um novo produto ou serviço. Empreendedores são os profissionais que trabalham de forma autônoma, fora de uma organização.

Entretanto, o empreendedorismo é além de somente ter o próprio negócio. Pessoas com perfil empreendedor, que carregam inovação, solução de problemas e trabalho em equipe são os que, nas organizações, tendem a serem intraempreendedores. Este tipo de profissional empreende seu trabalho em troca de um pagamento, contribuindo para a organização com suas ideias, iniciativas e atitude. 

Como identificar um intraempreendedor em sua franquia?

O intraempreendedor é o colaborador que assume a responsabilidade de promover a inovação de qualquer tipo, a qualquer momento e em qualquer lugar da empresa. Trata-se é uma pessoa que possui habilidades para atuar em qualquer setor, onde quer que se tenha proposto um novo projeto. Ele possui capacidade de interação com os objetivos propostos e de identificação de novas oportunidades que possam beneficiar o negócio.

As principais características do intraempreendedor são:

  • Visão 
  • Polivalência
  • Necessidade de agir
  • Dedicação
  • Metas
  • Superação de erros
  • Administração de riscos

Pode-se dizer que o intraempreendedor é criativo, persistente, autoconfiante, dedicado, proativo e inovador. Além disso, ele sabe identificar e criar novas oportunidades, tem capacidade de decidir por conta própria e correr riscos.

Como desenvolver o Intraempreendedorismo em sua franquia?

Apesar de muitas pessoas se destacarem como intraempreendedores por características particulares, um ambiente propício é muito importante. Além de despertar as características intrínsecas dos empreendedores natos, você também promove a prática a outros colaboradores. Para isso, é necessário uma série de práticas dentro da rede.

Crie uma cultura de inovação

É preciso desenvolver um pensamento coletivo dentro da sua rede. É claro que isto não significa que todos pensem da mesma maneira, mas que a cultura da rede seja inovação.

Quando todos os colaboradores se mantêm atualizados no mercado que atuam, a inovação é quase uma unanimidade. Deste modo, é preciso incentivar este pensamento. Uma prática pode ser desenvolver palestras, conferências com nomes do mercado e etc., para que assim, todos se sintam motivados em trazer novas ideias.

Capacite seus colaboradores

Não é possível inovar em um mercado sem conhecê-lo primeiramente, certo? Por isso, não adianta esperar que colaboradores tragam ideias e proponham mudanças se estes não conhecem o mercado que atuam.

Portanto, busque promover cursos e treinamentos sobre o seu ramo de negócio aos colaboradores que demonstram interesse em se desenvolver como intraempreendedores. Além disso, promova também reuniões e trocas de informações destes indivíduos com lideranças de dentro e fora da organização. Busque transferir conhecimento e o espírito empreendedor de profissionais que já têm experiência para os novatos.

Promova a geração de ideias

Muitas empresas ainda tem uma cultura de que somente os gestores e altos cargos podem propor ideias. Se você busca ter inovação em sua rede através do intraempreendedorismo é necessário mudar isto. Busque incentivar a geração de ideias de seus colaboradores.

Uma forma de promover isto é realizando reuniões de brainstorming em períodos determinados a geração de ideias. Além disso, é possível desenvolver projetos com necessidade de criação de soluções. Por exemplo, na melhoria do suporte da rede, desenvolva um projeto que exija dos colaboradores uma solução deste problema com uma melhoria inovadora.

Desenvolva lideranças motivadoras

Esperar que o intraempreendedorismo se desenvolva voluntariamente sem nenhuma ação para promovê-lo não é adequado. Além de um ambiente de inovação, as lideranças precisam estar engajadas em promover esta prática. Os gestores precisam motivar os colaboradores a desenvolverem habilidades e capacidade de mudança.

O processo precisa vir de cima para baixo. Os líderes precisam promover autonomia dos colaboradores e, ao mesmo tempo, trabalhar os pontos mais fortes de cada indivíduo. Isto só é possível se os líderes estiverem preparados e acompanhando as mudanças no mercado. Deste modo, com lideranças capacitadas e se atualizando constantemente, os colaboradores se sentem livres e motivados a praticar o intraempreendedorismo.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Então confira diversos outros artigos no nosso blog. Aproveite para acessar o nosso conteúdo sobre perfil empreendedor de franquias e descubra se você se encaixa neste padrão. 

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!