Saiba por que contar com governança corporativa na sua franquia

Manter uma empresa em ordem não é uma tarefa simples, mas, com uma governança corporativa essa tarefa pode se tornar muito mais fácil! Pois ao contar com uma, haverá uma boa organização em relação a processos, leis e costumes da empresa.

O que você vai encontrar neste artigo?

Provavelmente você já assistiu filmes com grandes mansões e com uma governanta para colocar tudo e todos na linha, não é mesmo? Então, dentro de empresas e negócios também é preciso de alguém para fazer isso, e é por esse motivo que existe a governança corporativa!

O que é Governança Corporativa?

A Governança Corporativa basicamente faz referência a inúmeros fatores importantes dentro de um empresa, como seus processos, leis e costumes organizacionais. Apesar de muitas vezes ser ignorada dentro de uma empresa (principalmente por ser algo complexo), ainda sim é extremamente necessária.

Com a governança corporativa, se torna mais fácil não apenas criar e elaborar estratégias, como também, alinhar interesse de donos e investidores! Além que, com ela, é possível mostrar o caminho que deve ser seguido para alcançar as metas, semelhante à visão de uma empresa.

Para se entender de modo simples, a tarefa da governança corporativa é semelhante a de uma governanta, ou seja, é garantir que tudo fique em ordem. Fazer com que todos façam suas funções, sigam as regras, apresentem uma boa produtividade, e mantenham-se na rotina da empresa.

Deste modo, podemos entender que ela é muito ligada à organização geral de uma instituição. E normalmente, quem fica responsável por essa questão são os próprios donos e idealizadores do negócio, pois são eles quem irão definir o que se está sendo esperado. 

Um dos aspectos mais impactantes da governança corporativa é como ela pode ser utilizada dentro de uma instituição para análise de produtividade, sendo incrementada em um negócio pelos donos, e passada para os gestores e administradores ficarem responsáveis por ela.

 

Governança Corporativa, o que precisa ter?

Contar com uma governança corporativa é um fator muito benéfico para um negócio, pois são diversos os fatores positivos que provém dela. Além de alinhar interesses de donos e investidores, ela também conseguirá colocar todas as equipes para nutrir a empresa com um mesmo objetivo. Pois, dentre suas funções, está ser utilizada como ferramenta de análise, assim ficando mais fácil saber se os processos estão sendo feitos da forma certa.

Entretanto, é preciso haver um bom monitoramento para garantir uma boa análise de como estão sendo feitos os processos. Para o funcionamento da governança corporativa, é necessário que toda empresa siga três aspectos necessários básicos, quais devem ser passados de donos para os responsáveis pela checagem.

Regras

Não é surpresa o primeiro aspecto ser a imposição de regras, já que com regras estabelecidas, se torna mais fácil manter qualquer coisa sobre controle. Através delas, será possível limitar ações indesejáveis, principalmente de gestores sob colaboradores.

Auditorias

De nada adianta aplicar regras se não acontecerem vistorias para saber se estão ou não sendo cumpridas. Por isso, é muito importante fazer auditorias, sendo o melhor processo para descobrir como estão sendo seguidas as regras.

Autonomia Limitada

Estabelecer limites para o que pode ou não ser feito por conta dos responsáveis pela análise é extremamente necessário. Desta forma, é possível deixar mais explícito o que devem fazer, sem passar por cima das regras também.

Governança Corporativa na sua franquia

Não existem grandes mistérios para incorporar a governança corporativa na sua franquia. Mesmo que ela seja algo comum em empresas de grande escala, englobando donos, gestores, investidores, diretores, entre diversos outros participantes, ela pode ser adaptada para a sua franquia. Por isso, abaixo listamos três itens para tal feito:

Elabore uma hierarquia

Primeiro de tudo você vai precisar criar uma hierarquia, quase como um organograma, definindo os papéis de cada um dentro de sua franquia. Além da necessidade de deixar explícito quem deve responder a quem, quais colaboradores possuem mais funções em outros setores, entre outros aspectos. 

Nela é preciso estar evidente que é responsável por analisar as tarefas dos demais, assim como sua superioridade diante a equipe. Essa função pode ser muito bem ser realizada pelo seu gestor, podendo ele ser visto como um bom líder!

Faça reuniões

Elaborar reuniões com uma boa frequência é algo bastante recomendado, tanto com os funcionários que serão os responsáveis pela governança corporativa, quanto com os demais. Deste modo, se torna fácil perceber os resultados, e como está sendo desenvolvido o papel do gestor responsável.

Crie um conselho

Reunir profissionais com maior experiência da sua equipe para nutrir um conselho com informações de como está o andamento da governança corporativa é uma ótima decisão. Através dele é possível obter sugestões para melhorias, além de apontamentos sobre como está sendo desempenhadas as funções.

Cuidados necessários

Como qualquer item dentro do negócios, a governança também cobra cuidados. Então, é mais do que necessário prestar sempre uma boa atenção sobre ela. Principalmente sobre como você incorpora ela em sua empresa.

Um problema que pode acontecer com facilidade é a imposição de regras muito rígidas ou sem necessidade. Assim deixando seu gestor sem autonomia sobre os demais, o que irá impedir o mesmo de fazer uma avaliação, pois, ele não terá permissão para nada, o que pode afetar a produtividade da empresa bruscamente.

Enquanto em uma governança sem controle dos superiores, pode acontecer situações de abuso de poder. Como o gestor responsável por supervisionar fazer as tarefas com má-fé, sabotar colegas ou tomando ações para seu benefício. 

Por conta de possíveis situações como as citadas, é extremamente necessário conseguir encontrar um ponto de equilíbrio na sua governança corporativa. De modo que, ao mesmo tempo que conte com regras firmes e uma autonomia, ainda sim, não seja sufocante para o responsável.

Por fim, preze por uma boa comunicação com seus gestores e seus colaboradores. Um bom relacionamento entre um equipe pode fazer uma grande diferença para uma governança cooperatividade de qualidade!

Gostou do nosso conteúdo e ainda pretende ler mais? Então acesse nosso artigo sobre Franchisee Success.

Resumo

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!