Google ADS para franquias: como utilizar a ferramenta de anúncios

Diferentes estratégias e táticas de marketing digital dão retorno para empresas de determinados portes e perfis, mas algumas delas, se bem direcionadas, são eficientes para qualquer negócio. É o caso do Google Ads, que permite que links patrocinados apareçam com prioridade nos resultados de busca dos usuários. Saiba como utilizá-lo no franchising.

Neste conteúdo, você vai conferir os seguintes tópicos:

Em um mundo de informações e possibilidades cada vez mais variadas, os negócios que alcançam seu público consumidor são aqueles que conhecem suas necessidades e seus gostos. Ao se colocarem no mercado com uma oferta de seu interesse, chamam sua atenção – o que, na Internet, pode ser bem difícil. Para que uma empresa tenha destaque online, é preciso a elaboração de estratégias bem formatadas e táticas direcionadas de comunicação, a fim de que elas não se percam em meio à vasta quantidade de conteúdo produzido diariamente. Nisso, entram as ferramentas pagas – como o Google Ads, a qual facilita a captação de usuários.

A empresa do principal mecanismo de busca do mundo desenvolveu a ferramenta como uma oportunidade de fazer dela um canal pago de publicidade. Hoje, é utilizada em estratégias de marketing digital por todo negócio que quer alcançar públicos-alvo de diferentes perfis, através da utilização de palavras-chave de busca e da segmentação de regiões de alcance. O Ads (do inglês ‘advertisement’, palavra para ‘publicidade’), o qual aparece como resultado de busca do usuário no próprio Google. Em suma, funciona da seguinte forma:

  • O anunciante seleciona palavras-chave a serem buscadas por públicos-alvo, cujo resultado será um link de ads acima dos links orgânicos de busca;

  • O anunciante paga determinado valor ao Google, pela visibilidade do anúncio. Uma opção bastante utilizada é o pagamento a cada click.

Você com certeza já viu esses links enquanto navega pela Internet – e provavelmente clicou em anúncios os quais achou interessantes. A tática realmente funciona para empresas, as quais ficam ranqueadas acima dos resultados orgânicos. Isso, quando os ads são produzidos a partir das escolha correta de palavras e do direcionamento a certas localidades. Bons anúncios, inclusive, têm a prioridade do Google. Pensando em essas questões técnicas, explicamos a seguir como fazer bom uso da ferramenta para redes de franquias, antes que dinheiro excessivo seja investido e o retorno não seja exatamente satisfatório.

Por que utilizar o Google Ads para minha rede de franquias?

Antes, saiba que o potencial de direcionamento e alcance do Google Ads são os principais motivos pelos quais a ferramenta funciona excepcionalmente bem para redes de franquias. Isso porque os links podem ser segmentados a determinadas regiões, o que torna os resultados de busca mais relevantes para públicos-alvo específicos. Logo, tanto grandes, quanto pequenas franquias podem se beneficiar da plataforma.

A partir do investimento em ads com boas palavras-chave e links de redirecionamento, como inscrições para listas de e-mail, a tática se demonstra ótima para a captação e conversão de leads, muito importantes para a criação e manutenção de públicos interessados na marca.

Como otimizar o funcionamento da ferramenta?

1) Determinando o alcance e o foco dos ads

É possível segmentar o direcionamento dos ads através da seleção de públicos (região, idade), dias de exibição, locais onde os anúncios serão exibidos. Algo importante: além de em resultados de busca, os anúncios podem aparecer em sites com conteúdos relacionados, contextualizados na navegação, através do formato rede de display. Esse formato é uma maneira de dar mais foco às campanhas, direcionando o alcance com mais precisão. Dessa forma, mais leads são convertidos.

2) Criando boas palavras-chave e conteúdo para melhorar o ranqueamento do ads

Selecionando palavras-chaves específicas, as quais serão digitadas no mecanismo de busca do Google e de sites relacionados, é possível focar na conversão de perfis delimitados de usuários. Quanto mais próxima ao anúncio for a pesquisa, melhor será o ranqueamento do link, ou mais ads aparecerão nos espaços destinados a eles nas páginas visitadas.

Para isso, é importante analisar a concorrência, a fim de conferir quais palavras já estão sendo utilizadas e quais poderiam ser para captar novos usuários. Muitas vezes, termos fortes, de alta busca, dificultam o ranqueamento e o ganho de espaço do anúncio.Palavras-chave de média busca lidam com uma concorrência menor e proporcionam um ranqueamento não muito abaixo das palavras exatas, atraindo conversões da mesma forma. Esses termos podem futuramente se tornar de grande relevância e elevar ainda mais o anúncio nos resultados.

Quanto ao conteúdo dos links, lembre-se: ele deve ser atraente e instigante. Botões de call-to-action com perguntas ou frases diretas sempre geram curiosidade e engajamento. A qualidade dos links é reconhecida pelo Google, que dá prioridade a bons anúncios. Isso é garantir que o investimento por clicks não está sendo posto fora.

3) Redirecionando os ads a páginas de conversão de leads

A importância da qualidade dos links dos anúncios patrocinados é sua capacidade de redirecionamento à conversão de leads – sendo eles usuários com potencial de compra para a empresa. O Google Ads é muito utilizado para esse intermédio, por exemplo, proporcionando o acesso direto à uma landing page. Essas páginas, elaboradas para campanhas específicas, oferecem mais informações sobre produtos, serviços, promoções – e visam o engajamento dos usuários, normalmente possibilitando seu cadastro ao envio de mensagens pela empresa.

É fundamental que as páginas redirecionadas estejam diretamente conectadas à proposta do anúncio. O Google confere as similaridades, a fim de proporcionar uma boa experiência aos usuários. Caso as informações entre as páginas sejam muito distintas, o anunciante, pode ser bloqueado da ferramenta.

4) Otimizando ads e links para o celular

Muitos usuários acessam a Internet através dos smartphones. É por isso que o Ads oferece a opção de configuração para mobile. Porém, a melhor otimização do conteúdo não parte só do design da ferramenta. Para que você aproveite o potencial de conversão, preste bastante atenção em como os anúncios serão veiculados no formato para celulares, apresentando conteúdos simples e diretos. A disposição e a escolha da informação devem ser mais sucintas e adaptadas às pequenas telas. Da mesma forma, a interação pode ocorrer de forma diferente – os botões de call-to-action podem ser integrados ao uso do telefone, por exemplo, através de um “Ligue agora!”.

5) Monitore dos dados dos leads

Ao utilizar o Google Ads, é essencial que o anunciante monitore os clicks e conversões geradas pelos anúncios. Assim, é possível conferir o que está funcionando e o que não está, para o aprimoramento de campanhas futuras. É possível verificar a performance da ferramenta em comparação com os hábitos dos usuários com o Google Analytics. Os mais diversos dados podem ser levantados, principalmente em relação ao interesse dos públicos no momento de busca.

Para sua rede de franquias, não esqueça:

  • Estabeleça, nos anúncios, as regiões do seu público-alvo. Assim, os links não ficam perdidos no meio de diversos concorrentes mais bem direcionados;
  • Os resultados do Google Ads são graduais! Analise as conversões diariamente e repense campanhas se necessário;
  • Reunir leads qualificados pode ser muito mais interessante, a longo prazo, do que fazer uma venda pequena. Crie campanhas criativas e mantenha os usuários interessados na sua marca, a fim de que o engajamento continue acontecendo online.

Continue lendo nosso blog para mais dicas a respeito do marketing digital para franquias! Aproveite também conteúdos sobre gestão e expansão de redes. Até a próxima!

Vale Ler:  Como resolver de forma eficiente os conflitos de sua franquia
Software para Franquias - Peça sua Demonstração agora!