6 Dicas de gestão de franquias para aprimorar a sua rede

Está pensando em expandir a sua empresa mas ainda não sabe como? Pois então fique sabendo que o mercado de franquias é uma ótima alternativa. Por meio do franchising, você pode levar sua marca para diversos mercados investindo muito pouco. Afinal de contas, você irá contar com o auxílio de parceiros de negócio – os franqueados. Caso este seja o seu objetivo, confira as nossas 6 dicas sobre gestão de franquias.

Gestão de Franquias: o franchising

Como dissemos anteriormente, apostar no franchising é uma ótima sugestão para quem quer expandir uma empresa. Isso porque o mercado vem crescendo continuamente, ano após ano.

Só para se ter uma ideia, o setor teve um crescimento de 7,1% somente nos últimos 12 meses. O faturamento líquido, que em 2017 foi de R$ 163,3 bilhões, no ano passado superou os R$ 174,8 bilhões. Tudo isso em meio a um cenário de instabilidade econômica.

Os números comprovam que as oportunidades no mercado de franchising são ótimas. Mas para poder usufruí-las, o empreendedor precisa conhecer tudo sobre gestão de franquias. Pensando nisso, nós preparamos 6 dicas para você aprimorar seus conhecimentos. Confira!

1) Planejamento Estratégico

O Planejamento Estratégico é definido como um processo criado para possibilitar que a empresa alcance uma situação futura desejada, de um modo mais eficiente, eficaz e efetivo, e com a melhor concentração de esforços e recursos.

Em outras palavras, também pode ser classificado como a função que fornece os conhecimentos necessários para que o gestor possa:

  • Interferir no próprio futuro, determinando o caminho a ser seguido;
  • Prever, articular e tomar decisões sobre as formas como serão utilizados os recursos necessários a para atingir seus objetivos;
  • Determinar a melhor forma de enfrentar as situações que possam ser previstas, coordenando suas forças e fraquezas.

O Planejamento Estratégico é concebido a longo prazo e orienta a empresa como um todo. No franchising, ao projetar o futuro da rede, é imprescindível que o gestor tenha os seus objetivos em relação à marca estabelecidos de forma clara.

Para chegar a um resultado satisfatório, ele terá que conciliar três parâmetros:

  • Viabilidade externa: o que é necessário fazer?
  • Capacidade interna: o que a empresa consegue fazer?
  • Visão compartilhada: qual o futuro desejado?

Diagnóstico

Antes de definir o rumo que a empresa irá tomar, o gestor precisa efetuar o seu diagnóstico. Afinal de contas, onde a empresa se encontra atualmente? Esta fase inicial pode ser dividida em cinco etapas, que são:

  • Identificação da visão;
  • Indicação dos valores;
  • Avaliação interna;
  • Análise externa;
  • Estudo dos concorrentes;

* Quer saber mais sobre Planejamento Estratégico em gestão de franquias? Então clique aqui.

2) Padronização

Se nós pudéssemos definir o termo “franquia” em apenas uma palavra, sem sombra de dúvida ela seria “padronização”. Isso porque é justamente essa característica que o empreendedor busca ao investir neste formato de exploração de mercado.

Ao ingressar no franchising,  o investidor se associa a algo pronto e que sabe que deu certo. No entanto, para obter o sucesso esperado, ele precisa replicar o negócio em conformidade com as propostas da marca.

Para ajudá-lo com a padronização da rede, existem diversos instrumentos, dentre os quais podemos destacar:

  • Treinamentos: inicial, para implementação de uma nova ferramenta ou método e de reciclagem;
  • Manuais: devem ser objetivos, claros e estar sempre acessíveis e atualizados. Os manuais precisam trazer todas as informações necessárias para o funcionamento da unidade, abrangendo desde as tarefas do dia a dia até aquelas relacionadas à gestão de franquias;
  • Consultoria de campo: O procedimento é uma espécie de inspeção periódica realizada pela rede para identificar as principais necessidades dos franqueados e propor ações corretivas;

3) Marketing

Ter uma imagem fortalecida perante o público é fundamental em qualquer modalidade de negócio. No que diz respeito ao franchising, isso não é diferente. Afinal de contas, as redes de franquia possuem dois tipos distintos de clientes:

  • consumidores finais: aqueles que adquirem os produtos ou utilizam os serviços da marca;
  • franqueados: parceiros que se associam ao modelo de negócio ao se tornar franqueados.

Uma das formas mais eficientes de divulgar um negócio é por meio da internet. Com o marketing digital, você pode anunciar a sua marca para diversos públicos de forma prática e barata. As principais ferramentas utilizadas neste tipo de estratégia são:

  • Google ADS;
  • Instagram;
  • Facebook ADS;
  • Email Marketing;
  • Linkedin;

4) Controle e avaliação de desempenho

Conforme mencionamos no início deste conteúdo, para obter o sucesso esperado, uma rede precisa ter um bom planejamento estratégico. No entanto, é natural que o ambiente de negócios mude conforme o passar do tempo.

Nesta ocasiões – muito mais comuns do que você possa imaginar -, a rede inevitavelmente deve adaptar seus planos à nova realidade. Somente desta forma poderá garantir a maximização dos resultados pretendidos.

Indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são instrumentos utilizados pelos gestores para mensurar o retrospecto um negócio. No franchising, podem ser utilizadas tanto pela marca como pelas unidades de operação. Elas servem para manter franqueadores, franqueados e colaboradores a par da situação de todas as lojas da rede.

As ferramentas são inúmeras e podem ser utilizadas para medir os mais diversos tipos de processo. As principais, das quais já falamos de forma mais aprofundada aqui no blog, são:

  • Retorno sobre o Investimento (ROI);
  • Volume de Vendas;
  • Taxa de Conversão;
  • Ticket Médio;
  • Custo de Aquisição por Cliente (CAC);
  • Funil de Vendas;
  • Net Promoter Score.

5) Controle de Qualidade

Fator fundamental para a afirmação da empresa no mercado. O rigor no controle dos padrões de excelência agrega valor aos produtos e serviços oferecidos por uma marca.

Manter o controle de qualidade em uma rede de franquias demanda uma organização impecável. Esse é o trabalho mais difícil para qualquer franqueador. Falhas na comunicação e no suporte podem prejudicar as unidades, diminuindo suas margens de lucro.

Existem diversas ferramentas e técnicas desenvolvidas para realizar o controle de qualidade em uma rede. Nós já falamos sobre cada uma delas aqui no blog. Conhecer cada uma delas é uma ótima escolha. Mas existe uma forma de resolver boa parte destes problemas de forma muito mais simples e ágil. Você já ouvir falar das plataformas online de gestão?

Dentre diversos outros benefícios para a gestão de franquias, elas servem para:

  • Aprimorar o treinamento, a comunicação e o suporte aos franqueados;
  • Automatizar processos em rede;
  • Consultar dados em quaisquer unidades;

* Quer saber um pouco mais? Então clique aqui.

6) CENTRAL DO FRANQUEADO

Afirmamos com todas as letras: as plataformas online de gestão de franquias vieram para ajudar seu negócio a crescer de forma mais sustentável e segura. Ao automatizar processos, simplificar o suporte e centralizar a comunicação, o empreendedor em franquias otimiza seu tempo, esforço e dinheiro.

Se bem utilizados, os sistemas de gestão em rede aproximam a relação profissional entre franqueador e franqueados. Isso é de essencial para o bem-estar de uma rede.

É reconhecendo todos os benefícios da plataforma online de gestão que apresentamos a Central do Franqueado, um software completo, integrado e funcional para redes de franquias de todos os portes.

Através dos módulos ‘Central de Atendimento ao Franqueado (CAF)’ e ‘Operacional’, o contato entre o franqueador e os franqueados é centralizado em um único local, que proporciona ferramentas intuitivas e práticas de prestação de suporte e de envio de arquivos.

Também pensando na importância do controle da padronização em rede, o módulo ‘Qualidade’ dispõe de checklists, auditorias e planos de ação para os franqueados, a fim de trabalharem pelo padrão oferecido pela empresa.

Não paramos por aí. Além das ferramentas de gestão operacional, a Central do Franqueado oferece um espaço voltado para as negociações de vendas de unidades a novos franqueados.

O módulo ‘Expansão’ facilita a visualização de contatos e não deixa nenhuma negociação passar batida. Ter controle sobre o plano de expansão é uma necessidade de todo franqueador que quer fazer sua rede crescer.

Para saber mais sobre a ferramenta, entre em contato conosco! Teremos o prazer de tirar todas as dúvidas sobre a plataforma, explicando sua funcionalidade em relação às demandas que sua rede precisa suprir.

E aí, gostou das nossas dicas sobre gestão de franquias? Então confira o nosso blog e tenha acesso a diversos outros conteúdos relacionados ao franchising.

Vale Ler:  Fornecedores
Sistema para Franquias - Peça agora uma Demonstração!