Funil de Vendas: Como otimizar um processo de vendas em três etapas para sua franquia

Um processo de vendas é algo que exige bastante de uma equipe, envolvendo tanto a parte de vendas, quanto a de marketing de um empresa. Então, para uma facilitação de tal projeto é importante possuir uma estratégia para captar clientes de modo ágil, sendo exatamente isso o que o funil de vendas propicia. 

O que você irá encontrar neste artigo:

O que é Funil de Vendas?

Conhecido também como pipeline, o funil de vendas é um modelo estratégico que explica o caminho de um cliente, do seu primeiro contato com produto, normalmente em vendas online, até a conclusão da compra do produto oferecido. 

Esse processo, que parte do princípio de acompanhar seu cliente, de modo que, por meio de estratégias ele crie interesse, é um dos modelos mais recomendados no marketing, principalmente para aplicação do Inbound Marketing.

É preciso levar-se em conta que nesse “caminho” existem fatores como: primeiro contato com o produto, a busca para saber sobre suas funções, e por último a compra e opinião. Por exemplo, com a primeira informação sobre o produto, esse cliente está menos próximo de adquirir ele, diferente de quem já está lendo as informações sobre sua funcionalidade.Para se aplicar o Funil de Vendas é preciso ter consciência de como acontece esse processo, compreendendo primeiramente que ele não é algo simples. Já que, desde conseguir a atenção do cliente até a efetivação, é necessário diversos fatores para tal feito.

Com o passar do anos, o público ficou mais exigente, e por isso é preciso mais estratégias para conseguir chamar sua atenção. Então, o funil de vendas se torna uma boa ideia para ser aplicada, principalmente por propiciar um atendimento mais qualificado e cativante. Além que, possibilita perceber o que faz com que seus consumidores escolham ou não sua empresa e conhecer as dúvidas que surgem por eles na hora da compra.

 

Etapas do Funil de Vendas

Para um fácil conhecimento do Funil de Vendas, é preciso compreender como ele é estruturado. Sendo dividido em três etapas, onde cada uma possui grande importância para o consumidor comprar seu produto, ele inicia-se pelo topo, segue pelo meio e chega ao fundo. Veja mais de maneira mais explicada:

Topo

A parte do topo do funil representa o aprendizado e a descoberta, seja do site de vendas ou do produto. Normalmente é nesta etapa que acontece o primeiro contato de um produto e seu possível comprador. Podendo acontecer tanto por acaso, quanto por indicação de alguém. 

Neste estágio, é corriqueiro que o possível comprador não veja o item a venda como uma grande necessidade, pois talvez não procurasse por ele, e também não tenha sido uma demanda qual tenha criado um interesse prévio. Sendo assim necessário chamar a sua atenção para que a pessoa busque mais informações sobre o que ali está disponível.

Como quem está ali muitas vezes é um visitante do acaso, é preciso que seu site tenha conteúdos que o façam criar curiosidade sobre ele, deixando claro que o seu produto possui relevância. Assim ele se questionará, e irá querer saber mais, seguindo para a próxima etapa.

  • Dicas de conteúdos: Normalmente em um site seu primeiro contato acontecerá através de um post, então é preciso de um conteúdo bem elaborado. Deve-se contar com um diferencial para atrair os compradores. Uma boa opção é utilizar infográficos, pois repassam as informações de modo rápido e objetivo, mas é essencial contar com um layout agradável e boas informações. Também são válidos: Podcasts, Newsletter e postagens nas mídias Sociais.

Meio

Para o cliente chegar ao meio do funil ele precisou passar pelo seu topo, ou seja, ele já tem o conhecimento sobre seu produto, já procurou informações e percebeu que precisa dele. Porém, neste momento entra mais uma parte difícil: apresentar métodos para fazer com que ele crie mais interesse, siga para a próxima parte do funil e compre o produto.

Normalmente, ao chegar nesse momento o site já registrou algumas informações do cliente, por exemplo o lead. No entanto, é preciso oferecer propostas para seu cliente ficar mais interessado no item, por exemplo, um produto a mais por metade do preço.

Mas, é preciso tomar cuidado. O cliente precisa sentir confiança no seu modo de transmitir suas mensagens de vendas. Pois caso se sinta pressionado a efetuar a compra, poderá desistir de seguir para o último estágio.

Dicas de conteúdo: Os posts em blog também podem ser utilizados no meio do funil, outro item, é o Ebook, que podem oferecer um conteúdo mais aprofundado.

Fundo

Por fim, depois de percorrer todo o funil, chega-se ao fundo, onde o cliente finalmente irá adquirir o seu produto, já que terá informações suficientes e sentirá que precisa dele. Aqui também é importante deixar claro os benefícios da aquisição pela sua empresa ou site.

No fundo do processo também pode se caracterizar o feedback dos compradores, ou como é chamado “pós venda”. Porém, vale ressaltar que para alguns, o pós venda é classificado como a quarta parte do funil. 

  • Dicas de conteúdo: Na última parte do funil vale apresentar opiniões de outros consumidos, além de apontamentos que consigam sanar dúvidas dos clientes.

 

Vantagens do funil de vendas em sua franquia

Como você viu, ele ser bastante importante constar no seu plano de marketing, sendo um fator benefício para o aumento das vendas de um produto. Ainda mais que, ele apresenta diversos benefícios. Sendo alguns deles:

  • Previsão dos resultados: Pelo fato do funil de vendas ser um caminho a ser percorrido, você irá ter conhecimento dos passos do cliente pelo seu site, além que você terá uma noção melhor de resultados.
  • Alta produtividade: Ele também afeta a produtividade de seus vendedores e analistas de marketing, pois será mais fácil reconhecer os problemas por eles enfrentados e com isso solucioná-los.

Além que, se torna mais fácil acompanhar o empenho de cada um, o que ocasiona numa busca por apresentar melhores resultados a seus chefes.

  • Otimização da gestão: A meta do funil é criar um padrão no ciclo do cliente até a compra, de modo que, a equipe de vendas tenha conhecimento do que é preciso focar e melhorar, resultando que o time foque nos objetivos da empresa.
  • Melhor uso das oportunidades: Acompanhamento em tempo real do processo de compra, o que permite aplicar estratégias que possibilitem a chegada ao fundo do funil.
  • Resposta dos clientes: Você conseguirá um feedback sobre os seus produtos, o que serve de auxílio para sua otimização, conseguindo então, ir além das expectativas.

Entretanto, é preciso ficar atento a alguns conhecimentos, como, saber que nem todos que acessarem o topo do funil chegarão ao fim dele. Sendo assim, não adianta contabilizar todos os primeiros acessos como possíveis clientes.

Também é importante não focar apenas em uma parte do funil de vendas, pois caso isso ocorra, irá desestabilizar todo o processo, fazendo a empresa não obter benefícios.

Por fim, prestando atenção em todo esse processo é fácil de perceber que a equipe de marketing de sua franquia tem toda a capacidade para conseguir aplicar ele no seu negócio. Prestando bastante atenção ao processo, e o aplicando com dedicação, o funil de vendas tem tudo para dar certo para você colher seus frutos.

Gostou desta leitura? Se sim, o que acha de acessar mais conteúdos agregadores a sua franquia? Leia nosso conteúdo sobre Franchisee Success!

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!