Franquias de educação e idiomas: conheça as razões para investir

É inevitável que a competitividade no mercado de trabalho fique cada vez mais acirrada. Destacam-se aqueles que se capacitam. Os brasileiros sabem disso: mais do que nunca, estão percebendo a importância de estudar línguas estrangeiras. Beneficia-se o setor de educação e idiomas. Veja porque investir em uma franquia do ramo!

Confira o que você vai encontrar neste post:

Como é o mercado de educação no Brasil?

Estudar, no âmbito mais puro da palavra, é a solução para crescer. Como indivíduos, ampliamos nosso conhecimento e vamos mais longe. Como sociedade, encontramos alternativas para aprimorar serviços e sobreviver a crises. Nos últimos anos, vimos o Brasil entrar em uma fase de recessão econômica e instabilidade social. Mas, se alguns setores da indústria sofreram devido ao momento, o segmento de educação teve uma grande alta.

 O IBGE divulgou em 2019 uma pesquisa, realizada de 2013 a 2017, apontando que empresas relacionadas à educação foram as que mais surgiram nesse período. O aumento nos números foi estrondoso: de 1,3 milhão de negócios para 1,8 milhão: uma alta de 37,5%.

Isso é reflexo da alta demanda pelo aprendizado. Um mercado mais competitivo seleciona os profissionais mais capacitados. Cumprem os requisitos aqueles que estão sempre buscando – mesmo que em aulas EAD ou em workshops curtos. Não há desculpas, pois o leque de opções para aprender é cada vez maior. Prova disso: o maior número de startups no Brasil são as chamadas edtechs, voltadas para a capacitação. Um estudo apresentado no ano passado pela Associação Brasileira de Startups, juntamente ao Centro de Inovação para a Educação Brasileira, mostrou que elas constituem 7,8% do total das pequenas empresas no país. 

Algumas delas eventualmente se tornam redes de franquias e contribuem para a consolidação do franchising brasileiro de educação. O setor é um dos mais representativos do mercado: 10,4% do total de unidades de franquias no Brasil são provenientes da área, que faturou mais de R$11 bilhões em 2018. Para conferir mais informações, acesse o Relatório Setorial de Educação 2019, feito pela ABF.

Por que investir em franquias de educação e idiomas?

Dentro do segmento de educação, estão as escolas voltadas para o ensino de idiomas. Com o passar dos anos, elas foram se expandindo no formato de franchising devido ao aumento da busca por aprendizado em grandes e pequenas cidades. Mas, seu sucesso é resultado de diversos fatores. Essas franquias são exemplos de inovação na forma de ensinar, por oferecerem aulas adequadas para perfis diferentes de alunos; além de, claro, incorporarem a tecnologia nas suas ferramentas de ensino. Investir em uma unidade do ramo é apostar em um mercado de:

Demanda por aprender

De acordo com pesquisa feita pelo British Council juntamente ao Instituto de Pesquisa Data Popular, 91% das empresas entrevistadas consideram o inglês como a língua principal do mundo dos negócios. Entretanto, apenas 5% dos brasileiros abordados afirmaram que falam o idioma, sendo apenas 1% deles fluente. Enquanto isso, foi registrado que as franquias de idiomas cresceram 6,5% no número de unidades em 2018, representando 6% do faturamento do segmento de educação. A população sente mais e mais necessidade de aprender uma segunda língua.

Inovação no ensino

Nem todo interessado em estudar um novo idioma tem a possibilidade de prestar aulas totalmente presenciais. Afinal, precisamos levar em consideração que a prioridade das pessoas é o trabalho, o que compromete o tempo de muitos. Em alguns casos, a locomoção à escola também prejudica a frequência dos alunos e resulta em sua evasão. Por isso, os cursos EAD estão em alta. Algumas franquias oferecem cursos híbridos, com aulas presenciais e online. Outras, inovam ainda mais: propõem aulas home-based, na casa do aluno ou do próprio franqueado, sem que haja a necessidade da instalação de um ponto comercial. Isso acaba sendo vantajoso para o bolso do investidor e do cliente.

Modernização das ferramentas

Os cursos feitos à distância são viabilizados a partir da tecnologia, que moderniza constantemente as ferramentas de ensino. O levantamento da ABF sobre o segmento de educação mostra que 68,5% das redes utiliza plataformas digitais para o desenvolver das aulas. Além de facilitarem o acesso a materiais, esses sistemas permitem a criação de módulos com as mais variadas mídias: checklists de exercícios, áudios de conversações, vídeos. Existe também a possibilidade de utilizar chats de conversas entre os alunos e professores. Tudo isso torna aprender uma língua algo muito mais fácil e divertido.

Quais as melhores opções de franquias de educação e idiomas para investir?

A diversidade de opções é uma característica do segmento de escolas de idiomas. Por mais que os modelos tradicionais de ensino ainda representem 87% das empresas, as de aulas híbridas fazem parte de 35% e as in school (que funcionam em outros estabelecimentos, ou home-based), 33%. Ou seja: existem alternativas para vários perfis de investidores. 

Com mais de 500 unidades espalhadas pelo Brasil, a CNA é uma tradicional escola de inglês e espanhol. A rede oferece formatos diferentes de franquias a cidades pequenas, médias e grandes.

Investimento: a partir de R$ 100 mil.

A franquia Academia Washington é uma escola de idiomas focada principalmente no Inglês. A rede está há mais de 50 anos atuando no Brasil. A marca aposta na tecnologia como aliada no ensino, utilizando plataforma web, app, realidade aumentada e videos 360º como ferramentas para melhor aprendizado.

Investimento: a partir de R$ 90 mil.

A franquia CCAA é uma das mais tradicionais do ramo de educação e idiomas. A rede está há mais de 58 anos atuando no mercado e empilha prêmios e reconhecimentos. Desde 2005, a rede obteve consecutivamente o Selo de Excelência em Franchising e, no ano de 2018, foi reconhecida como uma das melhores franquias de educação e idiomas pelo prêmio “Melhores Franquias do Brasil”. A rede não cobra taxa de franquia e nem royalties, além de prezar pelo amplo suporte ao franqueado, tanto na inauguração, quanto no processo de gestão. 

Investimento: a partir de R$270 mil.

A Yázigi possui mais de seis décadas de história e é pioneira no franchising brasileiro. Oferece aulas de inglês e espanhol e possui programas de intercâmbio.

Investimento: a partir de R$230 mil.

A Cultura Inglesa é uma escola de Inglês que preza pelo aprendizado da vida real da língua. Atuando há 85 anos no ensino no Brasil, a rede busca por oferecer um serviço preparatório para situações reais e cotidianas, como reuniões de trabalho e etc., além de apostar também na educação infantil. A franquia tem parceria com a Google for Education e prioriza oferecer suporte de qualidade para seus franqueados.

Investimento: a partir de R$290 mil.

A  rede Mapple Bear é uma franquia educacional que oferece um serviço de educação bilíngue canadense. A franquia é referência neste tipo de serviço e também destaque por oferecer um serviço que obtém alta demanda, mas pouca oferta. Sua metodologia é totalmente baseada no modelo canadense com total imersão no inglês.

Investimento: a partir de R$ 750 mil.

Gostou do nosso conteúdo? Então confira também mais uma opção de investimento em nosso conteúdo sobre franquias de intercâmbio. Se deseja imergir no mundo do franchising, confira também outros conteúdos sobre gestão e nossas melhores dicas para o seu negócio em nosso blog.

 

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!