Saiba tudo sobre o mercado das franquias de comida japonesa que têm feito sucesso no Brasil

A vinda dos imigrantes japoneses para o Brasil trouxe algo que os brasileiros não mais conseguem viver sem: sua culinária. Franquias de comida japonesa são sucesso absoluto em grandes e pequenas cidades. Das sequências de sushi aos serviços de delivery, surgem redes de franquias para os mais diversos gostos e bolsos. Confira mais sobre este segmento de sucesso!

Neste artigo você irá ficar por dentro de tudo sobre as franquias de comida japonesa. Confira o que você encontrará neste conteúdo:

Por que investir em uma franquia de comida japonesa?

Tendência à alimentação saudável

O setor de alimentação é líder em faturamento no franchising. Esse é um reflexo do desejo e da necessidade do consumidor em se alimentar fora de casa. Entretanto, foi-se o tempo em que comer fora significava ter que optar por comida industrializada. São muitas as opções de restaurantes que oferecem refeições saudáveis e, entre eles, estão os de comida japonesa. A culinária asiática, afinal, utiliza de ingredientes frescos, ricos em nutrientes e com pouca gordura. O peixe, por exemplo, possui ômega 3 – elemento essencial para o aumento do colesterol bom (HDL) no organismo. Não é à toa que o brasileiro passou a consumir mais ou menos 10 kg de peixe por ano.

Crescimento do mercado de comida asiática

Se franquias de alimentação saudável estão se dando bem, as que aliam saúde com sabor e novidade estão se dando melhor ainda. Por isso, negócios de culinária estrangeira surgem mais e mais por todo o Brasil. Dentre a gastronomia de fora, qual você acha que se sobressai? Isso mesmo: a da Ásia. Uma pesquisa feita com frequentadores de restaurantes mostrou que mais de 30% dos entrevistados prefere ir a estabelecimentos de comida asiática.

Por consequência disso, o crescimento das franquias do ramo é constante e seus resultados significativos para a economia. Por ano, o mercado de comida asiática fatura R$19 bilhões. São responsáveis por tal movimentação principalmente as redes de franquias que podem funcionar em diferentes formatos. 

Diversificação do mercado de franquias do ramo

Justamente, ao suprir a demanda por variedade de experiências gastronômicas, o setor se afirma como uma opção promissora para investir. Franquias de comida japonesa não mais se resumem ao à la carte de sushi, cujo leque se amplia por si só. De uma pequena unidade de delivery, a um restaurante de médio porte; das yakissobas às refeições vegetarianas, existem opções de empresas para os mais diversos perfis de consumidores. Logo, interessados em investir também têm muitas possibilidades de propostas, formatos e valores de franquias para empreender.

História do mercado de comida japonesa no Brasil

Se a culinária do Japão é tão bem vista no nosso país, é devido ao trabalho de anos da comunidade japonesa. A vinda dos imigrantes asiáticos para para as plantações de café do Brasil no século XX foi o início de tudo. Nada teria acontecido sem o choque cultural e, nesse caso, gastronômico proporcionado por esse encontro.

Os japoneses se depararam com o arroz feito de outra forma e com uma oferta muito menor de peixes e vegetais. Utilizaram seu conhecimento para aproveitar terras que eram consideradas inférteis, plantando sementes trazidas da Ásia. Além disso, também incentivaram o consumo de peixe, sempre enfatizando suas propriedades benéficas para a saúde.

As coisas começaram a mudar principalmente quando migraram dos campos para a capital paulista. Em São Paulo, o bairro da Liberdade foi o local que escolheram para morar e iniciar novos negócios. Então, a partir da década de 1980, a culinária japonesa se popularizou na cidade. A novidade gastronômica para os brasileiros passou a fazer ainda mais sucesso quando agregou toques “abrasileirados” às receitas.  Um exemplo dessa mistura foi a criação do hot (sushi empanado) e a utilização de ingredientes diferenciados nas refeições. A partir daí, o mercado explodiu. A década de 1990 viu o sushi ser disseminado em restaurantes de diversos formatos. Os de sequência livre, à la carte, empreendimentos de delivery e em buffets convencionais são os que dominam a oferta. 

Qual é o perfil ideal do franqueado?

Para gerenciar um empreendimento da área da alimentação, é preciso ter algumas responsabilidades cruciais a respeito da produção do negócio e da experiência oferecida aos clientes. Especialmente falando de empresas de gastronomia japonesa, o cuidado minucioso com o frescor e a qualidade dos alimentos é imprescindível. O know-how transmitido aos funcionários pode ser bastante meticuloso – logo, o gestor deve ter boas capacidades de orientação

Além disso, claro, é fundamental que o investidor tenha afinidade com o negócio e com o setor de mercado. Por ser do ramo da alimentação, trabalhará em finais de semana e feriados. Também, estará apostando em um tipo de negócio que exige bastante esforço inicial antes do retorno financeiro.

Quais são as opções de investimento?

Como o mercado de restaurantes de sushi é pioneiro da gastronomia japonesa no Brasil, é evidente que o maior número de opções de franquias para investir no setor trabalha com os famosos rolls. Mas, a criatividade do brasileiro desenvolveu inúmeras variações na forma de fazer o alimento. Também não podemos esquecer das yakissobas e de outras refeições que vêm conquistando nosso paladar cada vez mais.Separamos algumas redes de franquias a seguir:

Tradicional rede de temakerias de Porto Alegre, a Japesca prioriza o rápido atendimento e preços acessíveis para seus combos deliciosos. Inclusive, utiliza o sistema da Central do Franqueado para facilitar a gestão das unidades e sua comunicação com a franqueadora. Leia nossa entrevista com o CEO, Rafael Herrmann, aqui.

Investimento: em torno de R$300 mil.

Como o nome já sugere, a proposta dessa franquia é o delivery. Em apenas quatro meses de atividade, expandiu sua atividade de João Pessoa (PB) para os estados de São Paulo e Alagoas. O objetivo é alcançar ainda mais estados em 2020.

Investimento: a partir de R$99 mil.

Uma das redes mais tradicionais do Brasil, a Gendai é ideal para instalação em shoppings, funcionando também em um formato “fast-food”. De 2009 a 2019 recebeu o Selo de Excelência em Franchising da ABF.  

Investimento: a partir de R$530 mil.

Apostando em novas tendências, a proposta da rede é priorizar os konis e os rolls. O cardápio, entretanto é variado: inclui sushis variados e yakisobas.

Investimento: a partir de R$476 mil

A “fábrica de yakisoba” oferece um vasto cardápio, com criações deliciosas do chef Kiko Hwang, formado na conceituada Le Cordon Bleu. O diferencial do negócio é esse: ser uma espécie de “fast food gourmet”.

Investimento: a partir de R$134 mil. 

Gostou deste conteúdo? Então confira também nosso artigo falando sobre franquias de bares, pubs e cervejarias e conheça outras opções de investimento no mercado do franchising.

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!