Engajamento: como incentivar a prática em redes de franquias

Toda empresa precisa de organogramas, princípios e políticas para dar base à sua produção e organização. Mas, por trás de qualquer esquema ou norma devem existir profissionais motivados, engajados com os objetivos da instituição. O mesmo precisa ocorrer com os consumidores – sua aproximação ao negócio é o que mantém a clientela. Engajar é conquistar tudo isso. Entenda sobre tal ação no franchising!



 

Você vai conferir os seguintes tópicos:

O que é engajar?

Engajamento é um termo que está na moda no mundo dos negócios. Mas, você sabe o que realmente significa o verbo engajar? O verbo em questão talvez possa ser explicado com a utilização de diversos outros verbos, mais comuns ao nosso dia-a-dia. Interessar, atrair, incentivar, motivar: todos esses exemplos ilustram o que é a prática e mostram que ela envolve a participação das pessoas

Em um contexto de mercado, a primeira situação que deve vir à sua cabeça é a busca por convencer clientes a consumirem, através de estratégias de engajamento. Porém, o conceito do qual estamos tratando vai muito além disso – principalmente quando falamos de redes de franquias.  No nosso caso, atingir potenciais investidores e ter candidatos interessados em abrir uma franquia são finalidades que dependem de engajamento. Logo, é certo concluir que a expansão da rede – sendo ela um objetivo primário de todo franqueador – está diretamente relacionada à prática de engajar.

Engajamento: por que é importante?

Se todo empreendimento só cresce a partir do engajamento de pessoas, uma rede de franquias necessita ainda mais dessa prática. O próprio sistema de franchising é um formato somente viabilizado através de relações profissionais: entre franqueadores, franqueados e funcionários. Portanto, são muitos os motivos pelos quais engajar é um ato obrigatório para a operação da empresa. São alguns deles:

  • Expandir a rede com o investimento de novos franqueados;
  • Manter o formato da franquia e sua qualidade nas unidades;
  • Atingir novos públicos consumidores.

Mas, como atrair empreendedores para ingressarem ao processo de seleção da franquia? E depois, como manter os franqueados motivados a crescerem como profissionais e a participarem da tomada de decisões sobre a rede? Como alimentar o interesse dos consumidores e alcançar novos clientes? Todas essas questões são preocupações de estratégias de engajamento. Para facilitar seu entendimento, nós as dividimos em dois tipos: interno e externo.  

Engajamento interno: motivando franqueados e funcionários

A motivação é algo contagiante. Sem senti-la, é impossível motivar outros. Quando pensamos em negócios, conseguimos perceber perfeitamente que o envolvimento dos profissionais faz toda a diferença na maneira como o público enxerga uma marca.

Para passar confiança ao consumidor e ao investidor, um negócio precisa demonstrar que sua proposta tem, de fato, qualidade. Essa é uma tarefa dos gestores e dos funcionários: vestir a camisa e transpassar os diferenciais da empresa aos clientes.

Em redes de franquias, a atuação dos franqueados e dos funcionários afeta diretamente o contato que consumidores terão com a marca. Os operadores, primando pela organização das suas unidades. Os funcionários, garantindo a entrega eficiente e qualificada dos produtos e serviços.

Um trabalho bem feito de ambas as partes transformará a experiência dos clientes nos mais mínimos detalhes. E veja só: qualificar-se profissionalmente é estar se engajando com a empresa e com seu público.

O engajamento interno em uma franquia é algo que vem com a capacitação contínua dos envolvidos. Franqueados que estão sempre à procura de novos conhecimentos ampliam sua capacidade de gestão e liderança. Funcionários que estudam a fundo sobre os processos de logística da marca melhoram sua eficiência no dia-a-dia. 

Por isso, a franqueadora deve encontrar estratégias que incentivem a busca por know-how. Também, a deve se mostrar aberta às sugestões de todos, sendo essa uma forma de valorizar a participação de gestores em reuniões. 

Ao primar pelo engajamento de franqueados e funcionários, a rede estará contribuindo para sua própria evolução. Com profissionais cada vez mais desenvolvidos, estará preservando a qualidade da franquia e diminuindo a demanda por suporte.

Como engajar profissionais?

O setor de Recursos Humanos é responsável pela gestão de pessoas em uma rede de franquias. Por isso, ter à disposição profissionais de RH é parte fundamental para que o engajamento interno seja incentivado. A otimização de treinamentos, dicas de cursos de

Para colocar ações cotidianas de engajamento em prática, é necessário incentivá-las através de campanhas de endomarketing. Essa é uma estratégia principalmente voltada para a conscientização sobre políticas de trabalho, mas também pode ser utilizada para estimular a eficiência dos profissionais, através de programas de recompensa (ex.: Funcionário do Mês).  

Por último, mas não menos importante: é fundamental dispor de bons canais de comunicação entre a franqueadora, franqueados e funcionários. A acessibilidade e a fluidez na troca de informações é fator primordial para o engajamento do grupo. 

Dica: a Central do Franqueado é uma plataforma que visa exatamente isso. Saiba mais clicando aqui.

Engajamento externo: aproximando clientes e investidores

Para receber visitas, arrumamos a casa. O engajamento interno dos profissionais de uma empresa deve ser uma realidade antes de querer buscar pelo engajamento externo. O público interessado na marca – sejam consumidores ou potenciais investidores, se atrai por boas propostas e organização, claro.

Mas, também é papel da franqueadora encontrar meios para que essas pessoas tenham real desejo de se aproximarem da marca. Aí entra a função das estratégias de comunicação e marketing no engajamento em franquias: chamar a atenção de clientes e novos candidatos a franqueados e convidá-los a interagirem com a empresa.

O engajamento do público-alvo da franquia é essencial para o sucesso de suas unidades durante o processo de expansão da rede. Ao serem instaladas novas unidades, é preciso se mostrar como uma opção interessante para os novos consumidores.

Redes recém chegadas no mercado necessitam ainda mais desse cuidado. Conquistados clientes, o novo desafio é mantê-los. Por isso, engajar é não deixar a peteca cair: por isso a importância de ofertas e campanhas especiais.

Não podemos esquecer dos investidores como público-alvo da franqueadora. Sem eles, não há crescimento da rede. É o investimento dos novos franqueados que possibilita que uma empresa se expanda através do franchising.

Esse é um exemplo propriamente dito da dependência de uma franquia ao engajamento: sem a participação ativa dos candidatos no processo de seleção, não há como escolher bons operadores. Sem seu envolvimento nos programas de treinamento, o know-how requerido para a gestão das lojas não é transmitido.

Como engajar interessados? 

Existem infinitas maneiras para engajar os públicos interessados por uma marca. Caberá ao time de comunicação e marketing da rede elaborar as que mais se adequam à proposta da franquia. As ferramentas devem considerar o chamado branding, o qual é fundamentado partindo dos princípios e dos objetivos da empresa.

Os profissionais responsáveis pelo marketing precisam seguir a identidade visual da marca, bem como uma linguagem direcionada ao entendimento do público-alvo. Além de chamar a atenção, o negócio deve ser compreendido.

As campanhas de engajamento permeiam o offline e o online. Promoções especiais são uma ótima forma de atrair clientes, mas elas só funcionam quando são bem comunicadas. Investir em ferramentas online é talvez, hoje, a maneira mais prática e barata para fazer marketing.

A utilização de redes sociais é indispensável – elas disponibilizam informações e possibilitam a interação do público com a marca. Para interessados em investir, esse pode ser um fácil primeiro contato com a franqueadora.

O marketing digital e o engajamento andam juntos. O chamado lead nurturing – que, resumidamente, é o cultivo de usuários que demonstraram interesse pela marca na Internet – é um segredo para comunicar com direcionamento e precisão na web, tão cheia de informação. É mais certeiro atingir aqueles que provavelmente engajarão com a empresa quando públicos são segmentados e listas de contatos são organizadas. A atividade dos usuários nas redes sociais e nos mecanismos de busca passa muitos dados relevantes que podem ser utilizados pela franqueadora.

Engajamento: Observações para não esquecer

  • Engajar profissionais para engajar interessados é um caminho para qualquer empresa;
  • As estratégias de engajamento, entretanto, variam. O que funcionou com determinada franquia, mesmo que faça parte do mesmo segmento de mercado da sua empresa, talvez não funcione com você;
  • Não desmereça o poder das redes sociais. Interações convidativas e postagens divertidas podem fazer muito mais efeito do que grandes campanhas offline. A presença da marca online pode contribuir para a criação de laços afetivos entre consumidores e a empresa.
  • Para engajar é preciso estudar e observar constantemente. Em um mercado cada vez mais concorrido, interesses podem mudar a qualquer momento e negócios “mais atraentes” podem deixar o seu para trás.

Esperamos que você tenha absorvido o conceito abordado no texto e como ele pode ser aplicado na sua rede de franquias! Se gostou do conteúdo, aproveite para navegar pelo nosso blog! Temos postagens sobre gestão e tendências de mercado esperando por você. Boa leitura!

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!