Empreendedorismo: por que posso ser um empreendedor de sucesso em franquias?

Está pensando em abrir o próprio negócio ou em expandir a sua empresa? Neste conteúdo, iremos conversar sobre empreendedorismo. Descubra o significado deste conceito que vem sendo muito utilizado no mundo dos negócios e confira algumas dicas de investimentos.

Neste conteúdo sobre empreendedorismo, iremos abordar os seguintes tópicos:

As profissões classificadas como tradicionais são aquelas que, independentemente do passar do tempo e das mudanças tecnológicas, sociais e econômicas, sempre irão existir. Isso porque elas cumprem papéis fundamentais na sociedade — você já imaginou como seria o mundo se não houvesse médicos?

O comércio, por exemplo, é uma prática que surgiu junto com as primeiras sociedades. O modelo de compra e venda que conhecemos hoje é um fenômeno relativamente recente na história da humanidade. A oferta e aquisição de produtos, por sua vez, sempre existiu.

Porém, nas últimas décadas, devido ao avanço da tecnologia, oferecer um produto ou serviço ao consumidor se tornou algo bem mais complexo. A internet, por exemplo, com seus mecanismos de busca e aplicativos de compra e venda, tornou os bens de consumo muito mais acessíveis.

O reflexo desta revolução digital, no entanto, foi o aumento exponencial da concorrência existente no mercado, que passou a extrapolar barreiras físicas, territoriais e até mesmo de idioma. A lojinha popular do bairro, por exemplo, que até um tempo atrás competia apenas com o comércio local, hoje em dia tem que ser atrativa até mesmo quando comparada a grandes empresas como a Ali Express.

Este panorama indica que, muito mais do que motivação e persistência, o gestor do século XXI tem que estar preparado para enfrentar os desafios. Além disso, ele precisa aprender a transformar obstáculos em oportunidades e fazer das dificuldades dos seus concorrentes a sua virtude.

Abaixo, você poderá conferir os principais conceitos sobre empreendedorismo. Na sequência, irá descobrir por que o franchising tem se tornado uma ótima opção de investimento para quem está ingressando no mundo dos negócios.

 Empreendedorismo: conceitos

Existem diversas definições para o termo “empreendedorismo”. O conceito que conhecemos atualmente vem da palavra francesa entrepreneur, que significa “atravessador” — elo entre a fonte fornecedora e o consumidor que assume riscos para realizar a intermediação.

Na Administração, uma das definições mais conhecidas é a do economista norte-americano Joseph Schumpeter. Ele classificou o empreendedorismo como o fenômeno responsável pela destruição criativa. Ou seja, ao buscar por novas oportunidades de mercado, o empreendedor acaba deixando pra trás o que é ultrapassado e gerando inovação por meio do desenvolvimento de novos produtos e métodos de produção.

Portanto, dentro dessa concepção, o empreendedorismo seria a vanguarda do processo econômico, responsável por tudo que há de novo no mercado.

No livro “Empreendedorismo: Transformando ideias em negócios”, o professor José Dornelas traz uma definição menos conceitual. Para ele, empreender tem a ver com fazer diferente, antecipar-se aos fatos, implementar ideias, buscar oportunidades e assumir riscos calculados. Mais que isso, está relacionado com a busca da autorrealização.

No entanto, engana-se quem acha que o conceito diz respeito apenas ao surgimento de novos negócios. Muito pelo contrário, o empreendedorismo pode (e deve) muito bem atuar em empreendimentos já existentes.

O bom gestor é aquele que está sempre em busca de novos caminhos para a sua empresa. Desta forma, ele garante não apenas o aumento da rentabilidade, mas também a sobrevivência do negócio. Afinal de contas, como dissemos anteriormente, a cada dia que passa o mercado se torna mais dinâmico e competitivo.

Características dos empreendedores de sucesso

Ainda não surgiu um manual capaz de ensinar o investidor a se tornar um empreendedor de sucesso. No entanto, há um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que são compartilhadas por praticamente todos os gestores bem sucedidos. Dentre elas, podemos destacar:

Mitos em torno do empreendedorismo

O empreendedorismo é uma qualidade inata

Assim como para tudo na vida, há pessoas que têm mais facilidade para tocarem uma empresa. Mas isso não significa que o empreendedorismo seja uma qualidade inata.

Como mencionamos anteriormente, existe um padrão de comportamentos compartilhado pelos grandes empreendedores. No entanto, estas qualidades não são traços dos seus DNAs. Ao contrário, qualquer pessoa pode aprimorá-las.

É importante apenas que algumas características sejam aprimoradas pelo empreendedor, como: 

  • Controle: lembre-se, o empreendedor deve estar sempre no comando, mesmo que delegue aos colaboradores algumas tarefas.
  • Conexões: É muito importante trabalhar seu marketing pessoal e saber lidar com todo tipo de público.
  • Autoconfiança: É essencial que o empreendedor acredite em seu potencial e tenha confiança para arriscar e tomar decisões.

 

 

É preciso ter muito dinheiro para empreender

Se você não tiver absolutamente nada para investir, a tarefa realmente vai ser um pouco difícil – ainda que muitos bancos possuam opções de crédito para microempreendedores . Mas a notícia boa é que não é preciso muito dinheiro para se tornar um empreendedor. Existem opções de negócios cujo investimento inicial chega a ser inferior ao preço de um smarthphone de última geração. Está duvidando? Então confira você mesmo. E mais, em muitos deles o franqueado pode trabalhar de casa – abolindo também o custo com aluguel de um espaço físico.

Franchising como opção de empreendedorismo

Como falamos anteriormente, o mercado está deixando cada vez menos espaço para inovação. Empreender um um novo negócio significa enfrentar, sozinho, uma série de desafios. Desde a pesquisa de mercado a escolha do ponto de negócio as etapas são desafiadoras e demoradas. Além disso, paciência é algo essencial quando se trata de começar algo do zero. Os riscos são muito grandes e é preciso calma para lidar com eles. Mas existe um caminho menos arriscado para se empreender. É aí que entra o franchising.

É impossível falar de empreendedorismo no Brasil sem citar o franchising. Isso porque se trata de um mercado que vem evoluindo muito a cada ano que passa. Só para se ter uma ideia, nos últimos quatro anos, o setor cresceu aproximadamente 20%. O faturamento, que foi de R$ 139,6 bilhões em 2015, saltou para mais de R$ 174 bilhões em 2018.

Mas afinal de contas, o que é franchising? Caso você ainda não conheça, ele consiste na concessão de um direito de uso, fornecida por uma franqueadora, para que o franqueado possa replicar em outras localidades um formato reconhecido e bem sucedido de negócio.

Ou seja, ao aderir a uma franquia, em vez de realizar todos os procedimentos necessários para pôr o novo negócio em funcionamento, gerir a imagem da marca, contratar e treinar colaboradores, negociar o fornecimento de matérias-primas, além de cuidar da parte administrativa, você se associa a um modelo de negócio pronto e que comprovadamente deu certo.

Após a assinatura do contrato de adesão, você recebe todo o suporte necessário para implementar e gerir o seu negócio. A transmissão de know-how abrange desde as tarefas operacionais até o que diz respeito a questões contábeis e administrativas.

É, sem sombra de dúvidas, uma ótima opção para quem está recém entrando no mundo dos negócios e quer obter resultados de forma rápida, mas tem pouca experiência em gestão.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Então fique atento às atualizações do nosso blog e confira diversos outros materiais sobre o universo do franchising.

Software para Franquias - Peça sua Demonstração agora!