Empreendedorismo feminino no franchising

O mercado de franquias continua crescendo ano após ano. Neste cenário de constante desenvolvimento, o empreendedorismo feminino tem ganhado cada vez mais força no mercado, ajudando a dar visibilidade às mulheres e rompendo várias barreiras sociais. Confira mais nesse artigo:

As mulheres já representam quase metade de toda a força de trabalho existente no país. De acordo com o levantamento mundial Global Entrepreneurship Monitor 2017, que é realizado no Brasil em parceria com o Sebrae, mais de metade dos novos negócios abertos em 2016 foram fundados por mulheres.

Geralmente, mulheres têm fortes habilidades de comunicação, são boas interlocutoras e adotam uma abordagem colaborativa para o trabalho. Essas são características que não apenas as tornam excelentes franqueadas com as principais habilidades para envolver seu mercado-alvo e expandir seus negócios, mas também significam que provavelmente serão atraídas pela ideia de ingressar em uma rede de franquias estabelecida e trabalhar como parte de um equipe, estar no negócio por si mesmas.

O franchising é um ótimo meio de negócio para a maioria do público, mas logo abaixo vamos citar quatro razões porque está sendo uma ótima escolha para o público feminino.

4 motivos para escolher o mercado de franchising

1- Flexibilidade no trabalho

Na busca pelo equilíbrio ideal entre saúde, carreira e família, empreender por meio de franquias pode ser uma proposta interessante para mulheres.

Nada funciona melhor do que administrar sua casa, ter a opção de trabalhar em um trabalho flexível, onde pode-se assumir várias responsabilidades e ainda sentir uma sensação de bem-estar e desfrutar de crescimento profissional, não é mesmo? As opções de negócios de franquia fornecem o tipo certo de ambiente de trabalho equilibrado, criado por si mesmo e com horário flexível. Uma mulher que deseja voltar ao trabalho após uma licença de maternidade, por exemplo,  e ainda precisa cuidar de outros compromissos pessoais, pode escolher seu próprio horário de trabalho sob um modelo de negócio de franquia. 

2- Sistema de suporte

Um relatório feito pela Guidant Financial sobre mulheres empreendedoras, mostrou que três em cada dez mulheres pesquisadas não tinham um bom apoio de suporte quando decidiram abrir um negócio.  Essa escassez de bom apoio pode deixar muitas mulheres empreendedoras às margens. As empresas de franquia promovem justamente essa segurança de apoio, o que, para essas mulheres, se torna extremamente atrativo.

3-Estabilidade

O modelo de franquias é predefinido e, portanto, os resultados também são óbvios a medida que é tudo feito de maneira correta. Não existe o medo da demissão ou a preocupação caso seja do desejo da mulher ter um filho e precisar se afastar por um tempo do trabalho. Depois de instalar a infraestrutura da franquia, é só assumir os negócios e, com o passar do tempo, apenas se concentrar no treinamento e aprimoramento de sua equipe e produto.

4- Organização e resultados previsíveis

Conforme dito no tópico anterior, a franquia é um modelo de negócio pronto, de uma rede que teve sucesso e portanto foi ampliada. Sendo assim, para ter resultados bons como o de sua matriz, é necessário basicamente organização e  empenho. Softwares como a Central do Franqueado são ótimos pois auxiliam o franqueado a se comunicar com a franqueadora, marcar reuniões e gerenciar toda a comunicação entre equipe em um único local.

Como pudemos ver, são muitas as vantagens que levam as mulheres a buscarem uma franquia para empreender. 

Mas três coisas são essenciais na decisão de abrir uma franquia, seja ela gerida por mulheres ou não, são elas:

  • Gostar do segmento da franquia escolhida
  • Estar atento a carga horária exigida pelo segmento (Se você busca uma rotina menos agitada, e horários flexíveis, não deve optar por abrir uma franquia de bar, por exemplo).
  • Estar atento a todos os custos da franquia, como os royalties envolvidos

Conheça aqui 5 franquias baratas que conquistaram o público feminino

1- Esmalteria Nacional

Rede de nail bar e tem uma unidade própria e já conta com 225 unidades franqueadas. A área física mínima para abrir uma loja é de 40 metros quadrados e o investimento inicial é de 40 mil reais.

2- Ci Intercâmbio

 A CI é uma empresa de intercâmbio que trabalha com diversos modelos de lojas (inclusive modelo home-based) e seu valor de investimento varia entre R$ 4 mil e R$ 120 mil reais.

3- D’pil

A D’pil traz um conceito de depilação indolor e duradoura: a fotodepilação. A um preço único por área e sessão a rede tem conquistado o público feminino.

O investimento é de R$ 85 mil reais.

4- Spa da pele

A clinica de estética Spa da pele tem atraído muito o público feminino. Das vinte unidades, somente duas estão sob comando de homens.

O investimento começa em R$ 30 mil.

5- The kids club

Essa escola de idiomas feita para crianças a partir de 2 anos pode ser uma boa opção de franquia. Já são mais de 80 unidades pelo Brasil. A franquia possui modelo de home-based.

 

Sistema para Franquias - Peça agora uma Demonstração!