E-mail marketing para franquias: conheça os caminhos para uma campanha campeã

Aqui no blog, já falamos sobre a importância de manter potenciais consumidores interessados no que a marca tem a oferecer, através do chamado lead nurturing. Um dos caminhos para isso é a utilização do e-mail marketing. Mas, como pensar no envio certeiro dessas mensagens? Como preparar bons e chamativos conteúdos? Confira as dicas a seguir

Estar presente digitalmente é um requisito para qualquer negócio que quer ser encontrado ou contatado. Hoje, a internet rege as relações entre empresas e consumidores. Pelo conteúdo interativo nos stories do Instagram, às avaliações e comentários dos internautas nas páginas oficiais de pequenas e grandes companhias, é desenvolvido o reconhecimento e a reputação de uma marca.

No entanto, a comunicação digital pode ser muito mais do que a atividade em redes sociais. O marketing de estratégia online utiliza diversas ferramentas, que podem proporcionar uma aproximação ainda maior entre marcas e clientes. Uma delas é o e-mail marketing.

Caso você ainda esteja duvidando, saiba que sim: o e-mail marketing tem muita funcionalidade no que diz respeito ao relacionamento com o consumidor. Mensagens bem elaboradas e atraentes são a isca perfeita para usuários de smartphones. Basta um clique na notificação para que o usuário esteja em contato com algum tipo de conteúdo potencialmente interessante ao seu perfil. Isso, claro, se o time de marketing da empresa souber fazer bom uso da ferramenta.

É pensando nisso que preparamos este post. Se para empresas convencionais o e-mail marketing já é bastante útil na automatização de envio de mensagens, para redes de franquias ele facilita o direcionamento de conteúdos específicos em determinadas regiões. Mas, para que seja eficiente, o contato deve ser elaborado com cuidados técnicos. Se você gestor em franquias e está formatando estratégias de marketing para sua rede, preste atenção nas dicas a seguir.

Como otimizar a formatação e o envio de e-mail marketing?

O sucesso do e-mail marketing nos últimos anos tem um claro motivo: o aumento de venda de smartphones e do uso de dados móveis de Internet. O que antes eram mensagens enviadas ao spam da caixa de entrada de usuários, agora podem ser conteúdos relevantes para o destinatário. A estrutura do e-mail e alguns detalhes, entretanto, podem fazer a diferença no momento do usuário decidir se irá abri-lo. Desde à escolha de palavras, ao design: tudo deve ser feito sob medida.

  • Conteúdos curtos e diretos

Alguns motivos são bem claros para que o conteúdo das mensagens enviadas seja o mais simples possível. Primeiramente, deve ser considerado que a grande maioria dos e-mails será lida no celular, o que determina certo encurtamento de espaço. Além disso, o usuário quer agilidade para leitura no menor espaço de tempo possível. Logo, o segredo é fazer uma boa seleção de palavras, começando pelo título da mensagem, que deve ser chamativo já no passar dos olhos. Atenção: não use caixa alta em toda a chamada, pois isso passa uma ideia invasiva.

Em relação ao corpo do texto, o segredo é apostar em frases sucintas e diretas, pois deixam o conteúdo mais limpo e impactante. Quando possível, a utilização de uma lista de itens facilita ainda mais a visualização. Lembre-se: utilize a melhor parte já no início. As primeiras palavras fazem toda a diferença e apontam para a relevância da informação. Aposte em ideias de fácil e rápida interpretação.

  • Funcionalidade prática e optativa

Uma fundamental característica do e-mail marketing é a possibilidade de redirecionamento a novos links. Isso é muito utilizado em mensagens de e-commerce, quando são enviadas promoções e lançamentos de produtos. Para isso, são elaborados os botões de call-to-Action, que proporcionam interação com o leitor.

Normalmente inseridos no meio ou ao final do e-mail, eles levam os usuários a páginas de destino relacionadas ao assunto da mensagem. Sua inserção tem suma importância no estabelecimento do relacionamento entre a marca e o cliente. Afinal de contas, pela interatividade e pelo envio de oportunidades, a ferramenta mantém o alvo interessado na marca.

O que muitos não sabem, também, é que o e-mail não surge em nenhuma caixa de entrada sem que isso não tenha sido solicitado. A autorização de recebimento (opt-in), que acontece normalmente durante o cadastro do cliente em alguma página da empresa, é consentida quando o usuário marca a famosa checkbox “Mantenha-me atualizado(a) com novidades da marca por e-mail”. Isso pode ser desfeito a qualquer momento. Caso as mensagens estejam incomodando, o envio pode ser cancelado (opt-out).

  • Design limpo e otimizado

Pensando que as mensagens são acessadas por celulares, a partir de dados móveis de Internet, é essencial considerar a leveza do design utilizado. Além de ser limpo e não carregar muita informação, o layout não deve ser pesado de modo que a mensagem demore muito para carregar.

Essa elaboração não é muito complicada: basta escolher uma ou poucas imagens e pensar que menos é mais. A simplicidade do conteúdo ajuda bastante na elaboração do design, que deve focar nos botões de Call-to-Action. Maiores informações serão vistas no link redirecionado.

  • Envio por listas organizadas por determinadas características

Antes de sair produzindo e mandando mensagens, é preciso analisar o perfil do público interessado em receber o e-mail marketing. Assim, eles serão melhor direcionados: tanto em relação à relevância de conteúdo, quanto às localidades dos usuários. Por mais que isso demande trabalho, não é uma tarefa exatamente difícil. Basta organizar um cadastro com as informações necessárias para a segmentação dos clientes. Isso pode ser feito tanto online, quanto offline, no momento de compra.

Os consumidores estarão fornecendo informações importantes a respeito do seu perfil de compra para a franquia. Caberá ao time de marketing organizá-los em grupos de semelhança, os quais serão utilizados para o envio automatizado de e-mails. Essa organização é extremamente útil para a transmissão de promoções que estão acontecendo apenas em determinadas unidades ou regiões.

Por que o e-mail marketing é uma boa estratégia de comunicação para franquias?

Está achando que é muito trabalho organizar estratégias de e-mail marketing para o seu negócio? Pois saiba que, independentemente se seu empreendimento tiver pouco ou muito alcance, elaborar mensagens é uma das maneiras mais práticas para automatizar a comunicação entre a empresa e o consumidor. Redes de franquias se beneficiam ainda mais com a possibilidade de direcionamento de conteúdo. Dessa forma, é possível investir em um contato mais certeiro com os leads (já falamos bastante sobre isso no nosso blog).

  • Lead nurturing direcionado e filtrado

Por ser de recebimento optativo, o e-mail marketing possui um diferencial em relação a outros tipos de ações de comunicação. Além de ser de menor custo, é uma oportunidade de explorar o lead nurturing, que em tradução simples, nada mais é do que o “cultivo” de leads.

E-mails são uma forma natural de alimentar o interesse de potenciais consumidores da marca. Através dos mais diversos tipos de mensagens – como descontos e condições especiais -, eles podem captar a atenção dos usuários. Desta forma, é possível mante-os próximos à proposta da empresa. E tudo fica ainda mais fácil com um bom filtro de listas de contatos e botões de call-to-Action eficientes.

Obs.: fazer lead nurturing através do e-mail marketing é um caminho para fidelizar consumidores, através da conquista de interesse.

  • Agilidade na transmissão de campanhas e engajamento dos usuários

Selecionando uma lista extensa de leads, é possível a automação de disparos de campanhas de e-mail marketing. Conhecida como drip campaign, a estratégia é deixar uma série pré-definida de mensagens, as quais serão disparadas de acordo com o comportamento do usuário online.

Por ser um meio interativo, de fácil acesso pelos smartphones, os e-mails proporcionam engajamento. Isso facilita a análise da atividade do destinatário em relação ao número de clicks realizados e a quais páginas costuma ser redirecionado, por exemplo.

Resumo de dicas importantes:

Jogue as informações na cara, mas sem exageros;

  • Ex.: ATÉ HOJE: promoção exclusiva para você!
  • Evite anexos e conteúdos pesados;
  • Elabore cadastros de leads que permitam a segmentação do envio de mensagens;
  • Confira os links de redirecionamento, os quais devem ser otimizados para celular e não podem estar quebrados;
  • Acompanhe relatórios de cliques e opt-outs, para otimizar os leads;

Dica: utilize plataformas como o MailChimp, para analisar as interações com os destinatários;

Esperamos que você tenha entendido a importância e as vantagens dessa eficiente ferramenta de marketing digital. Não perca tempo para inseri-la na estrutura de comunicação da sua rede. Continue navegando pelo nosso blog para mais conteúdos relacionados.

 

Sistema para Franquias - Peça agora uma Demonstração!