Entenda as diferenças entre franquia e licenciamento

Abrir negócio a partir de uma marca conhecida no mercado é bem mais fácil do que começar do zero. Por isso, formatos como franquia e licenciamento costumam oferecer mais segurança a investidores de primeira viagem.

Mas apesar de ambos contarem com a vantagem de permitir a comercialização de produtos ou serviços a partir de uma marca reconhecida, eles também têm suas particularidades. Então, para escolher a melhor opção é preciso saber qual a diferença entre franquia e licenciamento.

Entenda, neste artigo, o que é franquia e licenciamento, além das diferenças entre os dois modelos, que aparecem sobretudo no formato do negócio e em questões contratuais.

Para facilitar sua leitura, confira o que você vai encontrar a seguir:


O que é franquia?

Franquia é uma empresa em que o detentor do negócio (franqueador) concede o direito de uso da marca para outros empreendedores (franqueados). Ou seja, nasce a partir do desejo de expandir suas atividades para outras regiões.

Funciona como uma clonagem de um negócio já existente: oferece o mesmo tipo de produto ou serviço, assim como o mesmo conceito e imagem da marca, porém em outras regiões.

Alguns exemplos de franquias podem ser facilmente encontrados em uma breve caminhada pelo shopping mais próximo. Marcas como O Boticário, Cacau Show e McDonald’s figuram entre as maiores redes de franquias do Brasil em número de unidades.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento das franquias no Brasil chegou a 163,319 bilhões de reais em 2017. Um aumento de 8% em relação a 2016, quando o total foi 151,247 bilhões de reais.

Quer se aprofundar sobre o sistema que está por trás das franquias de sucesso? Clique aqui.

Vale Ler:  Relacionamento entre franqueador e franqueado

Características das franquias

O empreendedor interessado em abrir negócio nesse formato precisa saber que, apesar de ser dono de uma unidade de negócio, precisará respeitar o padrão de qualidade da marca. Além disso, vai receber treinamentos da matriz e também todo o sistema de gestão a ser seguido.

Cada unidade adquirida precisa seguir o padrão da marca, que já oferece todo o suporte, o treinamento e know-how para o desenvolvimento do negócio. Em outras palavras, uma rede de franquias funciona como uma receita de sucesso que deve ser seguida à risca pelo operador.

A partir da orientação do franqueador, o franqueado vai aprender tudo o que precisa para operar o novo negócio. Isso vale desde o plano arquitetônico de sua loja até o modelo de gestão de pessoas que deve aplicar em seus funcionários.

E quando surgem dúvidas ou problemas, tem a segurança de poder recorrer à franqueadora e contar com o apoio dos consultores de campo.

Agora, o valor de investimento para abrir uma franquia, em geral, é mais alto do que o de um licenciamento.

Leia também: As nove vantagens do franchising.

O que é licenciamento?

No licenciamento, o empreendedor compra uma licença para usar o nome da marca e comercializar seus produtos ou serviços.

Dizem os especialistas que trabalhar com produtos licenciados não é vender, mas oferecer a emoção que as marcas ou personagens representam para as pessoas.

Dois exemplos que você provavelmente conhece são programas como Big Brother Brasil e MasterChef, licenciados pela Endemol Shine Group para diversos países.

Só no Brasil, o licenciamento de marca, imagem ou propriedade intelectual e artística registrada rendeu R$ 18 bilhões para o varejo em 2017. Os números foram divulgados pela Associação Brasileira de Licenciamento (Abral). Nos últimos cinco anos, o crescimento nas vendas foi de 50% e a categoria mais expressiva de marcas licenciadas é entretenimento. Nela estão marcas como Harry Potter, Marvel e Star Wars.

Vale Ler:  Deixe sua franquia mais eficiente contando com fornecedores homologados

Características do licenciamento

No caso do licenciamento, o empreendedor compra apenas a licença para comercialização de produtos sob o nome da marca. Ou seja, a unidade licenciada faz sua comercialização de acordo com as diretrizes da empresa matriz que, por sua vez, oferece pouco suporte.

A gestão da unidade licenciada fica a cargo do empreendedor: é independente.

Então, se por um lado adquirir a licença de um produto garante mais autonomia para o empreendedor, de outro, o risco da operação é maior.

Qual a diferença entre franquia e licenciamento?

Para entender melhor sobre a diferença entre franquia e licenciamento, confira o quadro comparativo. Nele, mostramos as particularidades de franquia e licenciamento.

Licenciamento Franquia
Os licenciados são responsáveis pela própria gestão, com pouco suporte do licenciador. Suporte técnico do franqueador para manter o padrão de qualidade, acessar treinamentos, manuais e Circular de Oferta de Franquia (COF).
Mais liberdade criativa para operar a unidade e fazer mudanças quando for necessário. Criatividade e autonomia limitadas, que dependem do padrão a ser seguido
Isenção de taxa de adesão à marca. Pagamento de taxa de franquia para aderir à marca.
O empreendedor pode decidir quanto quer gastar com publicidade e em quais locais. O franqueado, geralmente, precisa fazer o pagamento de fundo de propaganda para divulgar a marca.
Transferência apenas do direito de uso da marca. Transferência de know-how, manuais de operação e negócio formatado.
Contrato de curta duração e com menos cobranças entre as partes. Contrato de maior duração e com mais obrigações entre as partes.

Como você pode perceber, independentemente do modelo escolhido, é preciso atenção às características desses dois formatos de negócio. Assim como todo investimento, franquias e produtos licenciados também têm suas vantagens e desvantagens.

Vale Ler:  Como treinar uma equipe de vendas de sucesso

Para o empreendedor, é preciso muito estudo para entender qual o seu perfil de gestão e qual setor combina mais com sua disponibilidade.

Já para as redes, seja em franquia e licenciamento, é preciso manter um padrão rigoroso de expansão. O empreendedor que levar a sua marca vai ajudar a construir a imagem do seu negócio, positiva ou negativamente.

Para evitar imprevistos, salve nos seus favoritos os documentos legais relacionados a franquia e licenciamento:

Tem interesse em saber mais sobre como abrir uma franquia? Se inscreva nas trilhas de aprendizado da Central do Franqueado e receba as informações que precisa em seu email!