Descubra o que é Design Thinking e como ele pode ser uma arma poderosa para franquias

Pensar em novas formas de soluções baseadas na criatividade e pensamento coletivo passaram a ser grandes armas para a tomada de decisões dentro de empresas. Por conta disso, o design thinking passou a ser uma das melhores opções para se usar dentro de ambientes empresariais e franquias. Descubra o porque neste conteúdo!

O que você vai encontrar neste artigo:

Toda empresa precisa saber lidar com problemas, e uma das melhores formas para isso é lidando com as situações de forma criativa e inovadora. Para se ter noção, essa capacidade é tão valorizada que empresas buscam colocar pessoas criativas para cargos que exigem a tomada de decisões.

Isso porque, mesmo que o gestor seja extremamente competente, talvez não consiga resolver situações de modo mais crítico. Então, cabe a empresa trabalhar em ações que sejam benéficas para o bem-estar de todos atuarem, cabendo ao design thinking busca atuar nessas ações. 

O que é design thinking?

O termo design thinking é utilizado para se referir ao processo de pensamento crítico e criativo. Através dele se pretende melhorar a tomada de decisões, a busca por conhecimento e também organizar ideias. 

Para se compreender o design thinking, você precisa saber que ele não é um método específico, mas sim, uma forma de pensar soluções. Ou seja, ele não possui uma receita, apenas estimula novas formas de analisar situações. 

Uma das propostas para o design thinking é que seja feito de forma coletiva e colaborativa, o que ocasiona na pluralidade de perspectivas, semelhante a um brainstorming, Enquanto sua aplicação pode ser diversificada.

Normalmente, ele é utilizado por instituições para encontrar as soluções para inúmeros problemas. E por meio do design thinking, é fácil encontrar respostas mais diversas. 

Inclusive ele pode ser aplicado para a criação de novos produtos e serviços. Podendo reunir em um mesmo ambiente pessoas criativas para debaterem sobre as novidades. Assim, ocasionando em novas formas de enxergar os produtos e serviços.

Contudo, para utilizar do método de design thinking, é preciso compreender que, como ele não possui uma receita, passa a ser mutável. O que significa que pode ser adaptado para a necessidade da empresa que o utilizar. 

Quais são as etapas do design thinking?

Mesmo que não exista um modelo padrão para produção de um design thinking, ainda sim, é preciso levar alguns pontos em conta. Isso porque, qualquer processo de qualidade  precisa seguir algumas necessidades. 

Então, agora vamos te apresentar 4 itens que são necessários para a estruturação do design thinking. Veja:

Imersão 

Antes falamos que um dos propósitos do design thinking é encontrar soluções. Mas, para se descobrir formas de melhorar algo, é preciso encontrar primeiramente o problema. Digamos que o você esteja em busca de formas de melhorar a produção de sua franquia. 

Após um dado fornecido pela governança cooperativa, cabe a você fazer alguns estudos para encontrar mais itens relacionados e apresentar agravantes ao problema. 

Ideação 

Após compreender as necessidades que o seu design thinking precisa melhorar, chega o momento da ideação. Agora, é a hora de identificar quais pontos devem ser alternados e quais não. Idealização sugere ideias, então, é a parte onde se cria ideias para aplicar nas soluções.

Prototipação

Após criar e coletar as ideias, é chegado a hora de criar um filtro para decidir quais são as mais interessantes para serem utilizadas. Uma boa forma de evitar riscos, é apostar na criação de protótipos antes de colocá-las em ação. 

Por exemplo, você está produzindo uma nova embalagem para um produto de sua franquia. Antes de enviar para a gráfica que fará em grande quantidade, você deve fazer apenas uma versão para ver se realmente ficará como o esperado. 

Se o assunto em questão é um serviço, você pode montar protótipos mais abstratos, como representações gráficas que simulem as ações reais.

Desenvolvimento

Por fim, chegamos ao ponto de desenvolver a solução. Agora é o momento onde tudo é colocado em prática para funcionar. 

Caso seja o lançamento de um novo produto ou serviço, deve-se criar estratégias de marketing para divulgação. Sendo tal ação muito importante, só assim, o tempo investido para criação não será à toa. 

É através dessa divulgação, que deve ser apresentado ao público as vantagens do que está sendo oferecido. Entretanto, esse processo de mostrar os benefícios de algo deve ser corriqueiro e monitorado.

Vale a pena investir em design thinking?

Talvez você esteja se questionando se realmente vale a pena apostar suas fichas no design thinking. Por isso, você precisa saber algumas coisas.

Uma empresa sempre busca obter um retorno através de seus investimentos, e no caso do design thinking sua franquia vai ter esse retorno, principalmente porque para implementar esse método, os custos são realmente baixos. Além que, é considerado uma grande vantagem competitiva. 

Por tal motivo, o design thinking pode ser uma arma poderosa para o sucesso da sua rede de franquias. Talvez sendo o combustível necessário para garantir a expansão do seu negócio

Outro ponto positivo, é ele ajudar no conhecimento organizacional da sua franquia. Como colaboradores de diversas áreas estarão unidos para o design thinking, irá acabar ocasionando em proximidade e troca de conhecimentos entre eles. 

Por participarem desse processo, seus colaboradores também irão se sentir motivados a desempenhar seus papéis. Isso porque, se sentiram valorizados por terem a oportunidade de expor seus pensamentos e contribuir para melhorias. 

Formas de fazer o design thinking

Existem algumas boas formas de aplicar o design thinking dentro de uma franquia. Como você sabe, o design thinking é uma forma de encontrar soluções criativas para problemas, e também coletar novos pensamentos sobre algo específico.

Então, para tal método acontecer de boa forma, é preciso utilizar de algumas ferramentas para auxílio. Abaixo listamos 3 formas de incrementar seu design thinking. Veja:

Mapa mental 

Ótima forma de garantir a organização de ideias e pensamentos, o mapa mental pode ser útil. Através dele é possível deixar todo seu método design thinking mais organizado.

Brainstorming

Chamado também de chuva de ideias, o brainstorming é a reunião de diversas pessoas dando ideias para alguma coisa. Nessa forma de dinâmica grupal, todo mundo deve apresentar seus apontamentos, e por mais fora da casinha que seja, todos devem ser mantidos para ajudar no surgimento de novas ideias. 

Para fazer um brainstorming, antes de tudo você precisa apresentar o problema ou assunto para seus participantes. Além da necessidade de uma pessoa para comandar reunião que seja capaz de manter todos confortáveis para participar.

Uso dos clientes

Hoje, basicamente todas as empresas possuem chances de se comunicar diretamente com seus clientes. Por isso, uma boa alternativa para coletar soluções é pedindo a opinião e feedbacks deles. 

Como aplicar o design thinking na sua franquia

Agora você já sabe o que é design thinking, quais suas vantagens e seus pontos importantes, então, chegou o momento de saber como aplicar na sua rede. 

Para iniciar a aplicação de seu design thinking é preciso ter um espaço para ser feito. Encontre um local confortável para elaborar ele, qual permita as pessoas se sentirem dispostas e motivadas. Isso afeta diretamente na motivação dos colaboradores. 

Também é preciso que você elabore uma forma de coletar as ideias e analisá-las. Desta forma, é possível ver o que realmente pode funcionar e evitar retrabalho. Uma boa estratégia é contar com estatísticas para basear as propostas. 

Aposto que gostou de todas essas vantagens em torno do design thinking. Por isso, não perca tempo e aplique ele no seu negócio! Garanto que terão inúmeros proveitos das decisões criativos. 

Gostou do conteúdo? O que acha de ler mais sobre o assunto? Veja nosso artigo sobre Okr.

Resumo

💬 O que é design thinking?

Design thinking é uma forma de pensar em soluções para problemas como se fosse um designer, isso porque, tal profissional é considerado uma pessoa criativa e inovadora.

⚙️ Quais as ferramentas para fazer o Design Thinking?

Existem diversas ferramentas para fazer o design thinking de uma empresa, mas, três dicas que realmente são eficazes para isso são:

  • Coletar ideias através de reuniões de brainstorming;
  • Utilizando de mapas mentais;
  • Pedindo sugestões de clientes por meio de feedbacks.

📝 Quais as etapas do Design Thinking?

O Design Thinking básico precisa conter quatro etapas para um bom funcionamento, sendo elas:

  • Imersão;
  • Idealização;
  • Prototipação;
  • Desenvolvimento.
Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!