cmv
Blog »Gestão »AdministrativaCMV: descubra o que é, sua importância e como calculá-lo em sua rede de franquias

CMV: descubra o que é, sua importância e como calculá-lo em sua rede de franquias

Postado em: 1 de Abril de 2021

CMV (Custo de Mercadoria Vendida) é um dos principais indicadores para avaliar o lucro real de uma mercadoria ou do negócio na totalidade. No franchising, ele pode ser muito útil na gestão de estoque e na otimização de compra e vendas de mercadorias. Confira sua importância e como calculá-lo com excelência!

Neste artigo você lerá sobre:

O que é o CMV?

Diariamente no mundo do franchising, acabamos ouvindo diversos termos e burocracias que nos esforçamos para lembrar sua definição. São dezenas de siglas, nomenclaturas e abreviaturas que fazem parte do cotidiano do franqueador e que se não levadas a sério, podem comprometer o andamento da rede. Entre elas, podemos destacar o indicador de desempenho CMV.

O CMV (Custo de Mercadoria Vendida) é mais uma dessas métricas que revelam informações essenciais para o planejamento estratégico de um negócio. Nesse caso, o objetivo do CMV é calcular o custo que você tem com suas mercadorias até elas serem vendidas.

Tudo isso, é baseado não apenas no que foi pago por elas, mas também nos gastos com estoque desses produtos. Afinal, você tem certos custos para armazenar esses produtos que ainda não foram vendidos ou estão simplesmente nas prateleiras. Além deles, devoluções também acabam sendo comuns em alguns segmentos e também devem ser monitoradas para o cálculo.

Com isso, você evita um erro comum do empreendedorismo: pensar que lucrou mais do que realmente lucrou. Ou seja, se não colocarmos os custos para vender essa mercadoria no cálculo para descobrir sua margem de lucro, como pensaremos nesse valor como algo acurado?

Dessa forma, ele se torna fundamental para uma exatidão na margem de lucro do negócio. Portanto, antes de calcular o lucro bruto de qualquer período da rede, é essencial que se calcule o CMV primeiro. Assim, é possível incluí-lo no cálculo que revelará os rendimentos positivos da franquia.

Neste conteúdo que preparamos, você descobrirá mais detalhes sobre a importância de calcular o CMV de um produto e, finalmente, conhecer a fórmula que é usada para conseguir esse indicador. Por fim, vamos te apresentar uma solução fantástica para os problemas operacionais da sua franquia. Confira!

Qual a importância de calcular o CMV?

Assim como em diversos indicadores, existem uma série de benefícios ao utilizar os dados objetivos para realizar melhorias em sua franquia. Ou seja, não se esqueça que não se deve parar no cálculo. Mais do que descobrir esses dados, é saber usá-los a favor do desenvolvimento da rede

Então, vamos conferir o que o CMV pode trazer ao seu negócio?!

Identificar e corrigir custos excessivos

Ao descobrir o CMV de determinado produto ou geral da empresa, você tem um indicador de alerta em forma de números. Se notar alguma discrepância prejudicial para os lucros da empresa, trate de cortar o mal pela raiz o mais rápido possível para evitar crises. Assim, a continuidade da rede ocorrerá sem maiores prejuízos.

Auxilia a vender o que está parado

Já sabemos que com o CMV, você poderá saber o custo de cada mercadoria, incluindo aquelas que estão paradas em seu estoque. Como muitos desses produtos estão lá há muito tempo, é necessário que medidas sejam tomadas para recuperar parte desse investimento.

Ao usar o CMV como base de valores que maximizem esse retorno, você pode planejar saldões e pacotes promocionais a partir do custo dos itens em estoque. Assim, você se livra de um custo mensal sobre algo que estava parado e ainda consegue uma parte ou até mesmo todo o capital de volta.

Facilita o aumento no capital de giro da rede

Quando seu CMV está alto, ou seja, você necessita de grandes valores para manter o estoque todos os meses, acarreta em menos capital de giro da empresa. Com um capital de giro maior, a franquia disponibiliza de mais dinheiro para dar continuidade às operações da franquia, como pagamento aos fornecedores e salários. 

De acordo com dados de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 21% das empresas que abrem no Brasil, declaram falência após o primeiro ano de atividade. Ou seja, controlar e se beneficiar do seu CMV pode evitar um destino parecido com esse.

Conhecer permite melhorias!

Apenas identificando seu CMV atual é possível chegar a conclusão de que ele está muito alto. Com isso, saiba que é possível melhorá-lo! A melhor forma?  Com uma boa gestão do estoque da empresa. 

Por conta dos custos de manter um produto por muito tempo em seu armazenamento, cada vez ele vai gerando mais custos para sua franquia, correndo o risco até mesmo de perecer. Assim, você quiser saber mais, acesse nosso conteúdo especial sobre gestão de estoque em franquias!

Como calcular o CMV da sua franquia?

Calcular o Custo de Mercadoria Vendida geral da sua empresa não é nenhum bicho de sete cabeças. Para fazer o cálculo, você só precisa seguir alguns passos que separamos para você. Confira com atenção!

1. Defina o escopo de tempo

Primeiro, é necessário definir o período que será analisado. Esse intervalo pode variar de formas extremas, desde um dia até alguns anos. O importante é saber onde você quer chegar escolhendo descobrir o CMV de um certo período. 

Vale lembrar que é necessário se atentar às variações sazonais. Dependendo do setor de sua franquia, o período do ano pode afetar o valor e isso deve ser considerado durante a análise.

Por exemplo, em uma franquia de sorvetes, o CMV será naturalmente maior no verão, pois os gastos com energia elétrica tendem a ser maiores. Por isso, deve-se ter cuidado ao comparar diferentes períodos após os cálculos. Em nosso exemplo, teremos como base o espaço de um mês. 

2. Recolha os dados necessários

Agora, sua missão é reunir dois dados básicos: estoque inicial (EI), as compras do mês ou período desejado (CP) e o estoque final (EF). Para dar continuidade a nosso exemplo, atribuiremos valores fictícios para auxiliar no cálculo.

  • Estoque inicial (EI): R$ 10 mil em estoque no início do período
  • Compras do período (CP): R$ 3 mil comprados durante o período
  • Estoque final (EF): R$ 4 mil no fim do período

Agora, se atente ao próximo passo aonde iremos finalmente calcular!

3. Conheça a fórmula

Com os dados em mãos, você já pode chegar ao seu CMV geral. Confira a fórmula:

CMV = EI + CP – EF

Com isso, vamos colocar nossos dados de exemplos para obter um número real. 

9000 = 10000 + 3000 – 4000

Bem fácil, não? Porém, se você deseja fazer esse cálculo analisando mercadoria a mercadoria, é um pouco diferente. Vamos ver?

4. Outra alternativa: CMV por mercadoria

Aqui, após definirmos o escopo do tempo, precisamos reunir alguns dados extras, como Devoluções de compras (DC) e Devoluções de vendas (DV). Esses dois dados devem se juntar aos dados que já conhecíamos para formar uma nova fórmula, um pouco mais complexa:

CMV = EI + CP + DC – DV – EF 

Em mais um exemplo, se em seu Estoque Inicial existem 500 mercadorias, foram compradas mais 300, sendo 20 devoluções de compras, 40 devoluções de vendas e o estoque final é 150. Então temos o seguinte cálculo:

630 = 500 + 300 + 20 – 40 – 150

Apesar de mais dados, ainda é simples! Agora, só cabe a você, com o valor do CMV, subtrair esse resultado de suas receitas para saber o lucro bruto para o mês da empresa. Dessa vez, com mais dados que comprovam a exatidão do lucro e não criam falsas ilusões.

Além disso, tente fazer o cálculo de forma periódica. Seja mês a mês ou trimestralmente, ao final do ano será possível fazer um balanço geral das operações de vendas do negócio e do quanto é gasto para ele se manter. Dessa forma, o CMV também contribui para uma gestão financeira mais assertiva

5. Bônus: O CMV por faturamento

Existe uma outra forma de encontrar o valor do CMV, dessa vez como porcentagem. Como? A partir do faturamento

Aqui você pode esquecer aquela fórmula prévia, mas precisa reunir um outro dado que pode dar trabalho. Nesse caso, o percentual médio de custos sobre o total de notas fiscais emitidas. Depois, você precisa conhecer seu custo fixo e, com ele, dividir esse valor pelo faturamento e multiplicar por 100. 

Ficou confuso? Calma! Se seu faturamento médio mensal é de R$ 50 mil tem R$ 10 mil como seu custo médio, aplique a simples fórmula:

Custo médio / Faturamento * 100

Assim, você terá, por exemplo: 10000 / 50.000 x 100 = 20% de CMV percentual. 

Por fim, vamos te apresentar uma solução que pode transformar a gestão da sua rede de franquias. Continue lendo para não perder nada!

Como a Central do Franqueado pode te ajudar!

Viu como pode ser fácil descobrir o CMV geral e individual de sua rede? Você precisa apenas se atentar ao cálculo ou recorrer à ajuda de um contador especializado. Assim, os benefícios do indicar vão colocar o padrão de gestão de sua rede de franquia em outro patamar, se destacando da concorrência.

Nós, da Central do Franqueado, sabemos da importância de uma boa gestão de compras e estoque em uma rede de franquias. Por isso, nosso sistema para franquias conta com diversas funcionalidades que otimizam e facilitam os processos que todo franqueador e franqueado precisam lidar.

Por exemplo, com o módulo “Compras”, você irá aumentar a efetividade na gerência do abastecimento de toda a rede com fornecedores e produtos homologados, esse controle, em parceria com a identificação do CMV, evitará gastos excessivos que possam comprometer o futuro da unidade.

Além dele, temos outros diversos módulos que promovem o aumento do engajamento dos franqueados, a comunicação entre os elementos da rede e até mesmo funcionalidades que te ajudam no processo de expansão da franquia. Afinal, tudo que um franqueador mais quer é expandir, certo?

Economize tempo e mantenha seu processo de compras e estoque efetivo e padronizado! Se tiver dúvidas, que tal bater um papo conosco? Teremos o prazer de apresentar nossa plataforma, criada para tornar mais prática e ágil a gestão de franquias. 

Se gostou deste conteúdo, leia nosso artigo sobre FAQ e conheça dicas de como elaborar as questões mais frequentes de sua rede de franquias! Esperamos você!