Chiquinho Sorvetes: atrativos para investir e aprendizados de gestão

Algumas franquias brasileiras têm se destacado dentre seu segmento de mercado nos últimos anos. É o caso da Chiquinho Sorvetes, cuja operação já alcança outros países. E como toda rede consolidada, a empresa é tanto uma opção para investir como para tomar de exemplo para quem já possui um negócio. Confira o nosso conteúdo e conheça mais sobre a marca.

Neste texto você lerá sobre:

Investir em uma franquia é, sem dúvida, uma ótima opção para investidores de todos os perfis. Aspirantes a franqueados têm a possibilidade de gerir um negócio já formatado, no segmento que mais lhes é atraente. Com o franchising também existe a chance de apostar em marcas consolidadas no mercado.

Neste post, falaremos sobre uma empresa brasileira que conquistou a liderança em seu segmento: a Chiquinho Sorvetes. Durante a última década, ao tornar-se uma rede de franquias, a marca expandiu sua operação com mais de 470 lojas e já funciona também no estado da Flórida, nos Estados Unidos. 

Esse sucesso é com certeza um fator que anima interessados em investir no franchising. Mas por trás de uma franquia de sucesso há muito empenho e vocação por parte de todos os profissionais envolvidos. Ao investir, é preciso ter certeza a respeito do funcionamento do negócio escolhido.

Preparamos esse texto para que você conheça mais sobre a história e a proposta da Chiquinho Sorvetes, bem como seus formatos de unidades e seu funcionamento como rede. Através disso, é possível compreender porque a marca é realmente atrativa. Também, pelo entendimento dos mecanismos de gestão da rede, aprendizados podem ser extraídos por empreendedores e franqueadores. Vamos lá?

História da Chiquinho Sorvetes

  • A Chiquinho Sorvetes foi fundada em 1980 por Isaias Bernardes de Oliveira, na cidade de Frutal, em Minas Gerais. A sorveteria de 16 m², cujo nome é uma homenagem ao pai de seu criador, sempre ofereceu sorvetes produzidos a partir de receita própria, surgindo de forma artesanal.
  • O sucesso veio localmente, mas cinco anos após a inauguração a empresa instalou sua primeira filial no interior de São Paulo. 
  • Outras lojas foram inauguradas nos próximos anos. Uma mudança significativa foi a implantação do uso de máquinas de sorvete soft em 1998, o que facilitou a padronização da produção em massa. 
  • A partir disso, a empresa expandiu sua atividade a mais de 80 unidades. Mas foi apenas em 2010 que se tornou uma franqueadora. A criação da CHQ Companhia de Franchising, com sede em São José do Rio Preto, foi o ponto de virada para que a marca alcançasse seus padrões atuais.
  • Hoje, com um centro de distribuição próprio para atender toda a rede, a Chiquinho Sorvetes possui mais de 470 unidades espalhadas por vinte e quatro estados brasileiros, além de três lojas em atividade na Flórida, nos Estados Unidos. A perspectiva é de que juntamente ao crescimento do mercado de sorvetes, a empresa se expanda ainda mais no início da próxima década.  

Formatos de unidade de franquia

Certamente, um dos motivos do sucesso da Chiquinho Sorvetes é seu formato adaptável de negócio, capaz de ser inserido nos mais diversos contextos urbanos. Os diferentes modelos também atraem diferentes perfis de investidores. Atualmente, a rede funciona em quatro estruturas de unidade de franquia:

Loja

As lojas tradicionais oferecem o catálogo completo da marca. Demandam um espaço mínimo de 35 m² para sua instalação, que pode ser feita tanto em ruas, quanto em centros comerciais e espaços fechados.

Loja compacta

Esse formato foi criado pensando na expansão da rede para cidades de até 50 mil habitantes. Sua instalação é mais econômica.

Quiosque Interno 

Apropriados para shoppings, os quiosques operam com estrutura e cardápio adaptado, o qual é constituído dos produtos mais vendidos pela rede.

Quiosque Externo

Da mesma forma que os quiosques de shoppings e galerias, os de área externa oferecem o catálogo reduzido. Para que operem legalmente, necessitam de autorização dos municípios. O formato prioriza cidades com menos de 50 mil habitantes.

Veja a seguir uma tabela comparativa dos modelos, com informações sobre os custos a serem pagos pelo franqueado para instalação da unidade e com a previsão de retorno sobre o valor investido.

* Valor mínimo de investimento.

Loja Loja Compacta Quiosque Interno Quiosque Externo
Investimento R$ 383 mil R$ 250 mil R$ 253 mil R$ 275 mil
Taxa de Franquia R$ 60 mil R$ 35 mil R$ 45 mil R$ 45 mil
Retorno 24 a 36 meses 24 a 36 meses 24 a 36 meses 24 a 36 meses

Para mais informações sobre requisitos e taxas de instalação, acesse este link.

Atrativos da Chiquinho Sorvetes para investidores

Agora, apresentaremos algumas razões pelas quais investir na Chiquinho Sorvetes pode ser uma opção interessante para investidores que possuem afinidade pelo mercado e que, claro, dispõem do capital necessário para que possam ser franqueados da marca.

1) Crescimento mercado de sorvetes

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS), o mercado sorveteiro tem previsão de crescimento de 5% durante o ano de 2019. Modernizado e diversificado, o setor tem sido cada vez mais beneficiado com a demanda dos consumidores que não mais é baseada em sazonalidade. Afinal, sorvete e inverno também combinam.

2) Franqueadora bem-desenvolvida

O fato de a CHQ Companhia de Franchising ser responsável pela grande maioria dos processos envolvendo a produção, a distribuição e a comunicação da rede mostra que a marca está estabilizada em seu mercado. Para o investidor, isso é fundamental. Os franqueados da Chiquinho Sorvetes raramente têm problemas de suporte, retorno ou marketing relacionados às suas lojas. 

3) Operação segura e prática

Consequência da extrema organização da franqueadora é a alta capacidade de replicação do negócio, a partir de treinamentos sólidos e de processos detalhadamente padronizados. Para o franqueado de primeira viagem, isso é ótimo. O gestor terá mais segurança ao comandar a unidade e mais praticidade na hora de realizar pedidos de abastecimento e de suporte à franqueadora.

O que gestores podem aprender com a rede 

Se você tem um negócio próprio e pretende fazer dele uma rede de franquias, tomar a Chiquinho Sorvetes como referência é claramente uma boa coisa. Quais exemplos dados pela empresa podem ser incorporados em pequenas e grandes franqueadoras?

1) Centro próprio de produção e distribuição

Em entrevista, o presidente da Chiquinho Sorvetes destaca que o maior desafio para a empresa era o de transformar a produção artesanal em um modelo industrial de grande escala. A criação da CHQ e de um centro próprio de produção e de distribuição de insumos facilitou esse processo.

A base de bebida láctea, matéria fundamental para a elaboração dos sorvetes, é feita pela própria empresa. Logo, ao mesmo tempo que tal logística torna a expansão da rede mais prática, ela fortalece os padrões da marca e solidifica a qualidade dos produtos.

2) Agência própria de marketing

Hoje em dia, nenhum negócio sobrevive sem boas estratégias de marketing. Para isso, é necessário muito mais do que criar anúncios e colocá-los na Internet. É preciso conhecer o público-alvo acima de tudo, a fim de que as informações sejam eficientemente direcionadas. 

Nada melhor do que contar com um agência que trabalha só para a empresa. Parte da CHQ é responsável apenas pela elaboração do marketing da rede e de sua comunicação externa. Assim, os profissionais se especializam na realização de pesquisas a respeito dos perfis e do comportamento do público consumidor da Chiquinho Sorvetes.

3) Adaptações a tamanhos de cidades e a sazonalidade

Como você viu anteriormente, existem quatro possibilidades para investir em uma unidade da rede Chiquinho Sorvetes. Isso demonstra uma preocupação da franqueadora em se adaptar tanto à capacidade financeira de investidores quanto à demanda do público consumidor nas diferentes cidades. 

Pensando nos clientes, também, a empresa percebe a necessidade de propor produtos que atendam às vontades em todas as épocas do ano. Campanhas de inverno são formatadas, divulgando cardápios especiais que aliam o sorvete a propostas para o frio. Assim, a empresa não tem problemas com a sazonalidade, tão inimiga de sorveterias. 

E aí, gostou do nosso conteúdo sobre a rede de franquias Chiquinho Sorvetes? Então confira também o nosso artigo com mais de 50 opções de investimento em franquias de baixo custo.

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!