Aprenda a utilizar a ferramenta Canvas em sua franquia

Que o franchising é um mercado promissor, você já deve saber. Mas para que você possa obter resultados positivos, é importante ter um modelo de negócio com uma estrutura clara. Para ajudar você a planejar estratégia de sua rede de franquia de uma forma muito mais fácil e prática, a Central do Franqueado criou um guia completo com todos os detalhes sobre o funcionamento da ferramenta Business Model Canvas. Confira!

Ao criar um modelo de franquias ou estabelecer uma rede a partir de uma marca já existente, o empreendedor enfrenta uma série de desafios. Já neste momento inicial, é recomendado que ele se faça algumas perguntas:

  • Qual a minha proposta de valor para o mercado? Ela est√° clara e alinhada com os objetivos do meu neg√≥cio?
  • Qual o melhor caminho para atingir meus clientes?
  • Quais desejos e necessidades eu busco atender?
  • Quais produtos ou servi√ßos eu ofere√ßo ou irei oferecer?
  • Quais recursos f√≠sicos, humanos e intelectuais s√£o necess√°rios para o funcionamento do neg√≥cio?
  • Quem s√£o os meus parceiros estrat√©gicos de neg√≥cio?
  • Quais s√£o os meus custos e como irei gerar receitas?

At√© pouco tempo atr√°s, achava-se que s√≥ o plano de neg√≥cio ‚ÄĒ um documento altamente detalhado com todas informa√ß√Ķes operacionais e mercadol√≥gicas a respeito da empresa ‚ÄĒ conseguiria auxiliar o empreendedor a responder a essas perguntas.

Apesar de toda a complexidade envolvida na sua elaboração, na prática, muitas vezes o documento acabava se tornando uma mera figura decorativa. Consequentemente, com o passar do tempo, era comum que acabasse sem utilização, principalmente por possuir um viés pouco prático.

Para ajudar empreendedores a descreverem seus modelos de negócio de uma maneira simples e visual, respondendo a todas as perguntas citadas e muitas outras, o consultor suíço Alexander Osterwalder criou o Business Model Canvas (Quadro de Modelo de Negócios).

O que é Canvas e como eu posso utilizá-lo?

A palavra Canvas significa quadro e √© justamente isso que a ferramenta se prop√Ķe a ser: um quadro no qual o empreendedor pode tra√ßar a ess√™ncia do neg√≥cio, al√©m de todos os elementos necess√°rios para o seu funcionamento. Em outras palavras, trata-se de uma ferramenta de gerenciamento estrat√©gico em forma de mapa visual que permite criar esbo√ßos para neg√≥cios novos ou j√° existentes.

A ferramenta¬†√© composta por nove blocos que se relacionam entre si e precisam estar em harmonia. Assim como o nosso c√©rebro, ela √© dividida em duas partes. A direita representa os aspectos mais emocionais do neg√≥cio, como a proposta de valor e o relacionamento com os clientes. O lado esquerdo, por sua vez, √© composto pelas quest√Ķes racionais, bastante ligadas √†s operacionalidades da empresa.

Passo a passo para utilizar a ferramenta Canvas em seu negócio

√Č fundamental que a elabora√ß√£o seja realizada com base em uma ordem l√≥gica. Confira o passo passo de como preencher, de forma ordenada, todos os nove blocos:

  1. Proposta de Valor
  2. Segmento de Clientes
  3. Canais
  4. Relacionamento com o Cliente
  5. Receitas
  6. Recursos Principais
  7. Atividades Principais
  8. Parcerias Principais
  9. Estrutura de Custos

1¬ļ Proposta de Valor

Consiste no valor que voc√™ deseja entregar aos clientes. Mas aten√ß√£o: determinar valor vai muito al√©m de definir produtos ou servi√ßos. Trata-se de estabelecer as raz√Ķes pelas quais os clientes ir√£o adquiri-los de voc√™.

Para alcançar respostas mais certeiras, você pode se fazer os seguintes questionamentos:

  • Qual a necessidade que eu atendo, o problema que eu resolvo ou a situa√ß√£o que eu melhoro com o meu neg√≥cio?
  • Como posso me diferenciar da concorr√™ncia?
  • Quais valores eu entrego para os meus clientes?
  • Quais problemas de cada cliente eu estou ajudando a resolver ?
  • Que necessidades dos clientes est√£o sendo satisfeitas?
  • Que produtos e servi√ßos ofere√ßo para cada segmento?

2¬ļ Segmento de Clientes

Nele voc√™ ir√° definir quais p√ļblicos deseja atender. No entanto, tenha cuidado: quem deseja resolver os problemas de todo mundo acaba perdendo o foco e n√£o agradando ningu√©m.

√Č importante que voc√™ segmente este grupo, definindo um ou alguns perfis espec√≠ficos a serem atendidos. Uma boa dica √© tentar responder √†s seguintes perguntas:

  • Para quem eu estou criando valor?
  • Quem s√£o os meus principais clientes?
  • Posso agrup√°-los e diferenci√°-los entre si?

3¬ļ Canais

Este ponto diz respeito às formas como os seus produtos ou serviços chegarão até os clientes. Eles podem ocorrer:

  • Por meio de terceiros (distribuidores ou atacado);
  • Mediante venda direta (pela internet ou em lojas f√≠sicas);
  • Lembre-se: quanto mais curto o caminho que o cliente precisar percorrer at√© chegar a voc√™, melhor.

4¬ļ Relacionamento com o Cliente

Aqui você irá definir estratégias para obter mais clientes. Quais as melhores formas de conquistá-los e estabelecer uma boa relação, tornando-os fiéis ao negócio? Procure entender quais as necessidades e hábitos dos seus clientes e pense em estratégias que se adequem a eles.

5¬ļ Receitas

Com base nos quatro blocos preenchidos, você irá poder definir quais as suas fontes de receita. Este tópico trata, basicamente, de como irá ocorrer a entrada de dinheiro no seu negócio. Ou seja, quanto e como os clientes pagarão pelo que você oferece. Para o preenchimento, reflita sobre as seguintes perguntas:

  • Qual valor meus clientes est√£o realmente dispostos a pagar pelos meus produtos ou servi√ßos?
  • Pelo que eles pagam atualmente?
  • Como eles preferem fazer o pagamento?

6¬ļ Recursos Principais

Conclu√≠do o preenchimento do lado direito, que diz respeito aos aspectos emocionais do seu neg√≥cio, √© hora de partir para quest√Ķes racionais e pr√°ticas. A primeira delas √© retratada no bloco Recursos Principais. Trata-se de todos os recursos que s√£o necess√°rios para que voc√™ possa entregar ao cliente a proposta de valor. Resumindo, √© tudo que voc√™ precisa fazer para o neg√≥cio funcionar.

Aqui, você deverá listar quatro tipos diferentes de recursos:

  • Recursos f√≠sicos: m√°quinas, m√≥veis, equipamentos e local;
  • Recursos intelectuais: conhecimentos que voc√™ e seus colaboradores precisam ter para desenvolver a proposta de valor;
  • Recursos humanos: equipe necess√°ria para executar as atividades;
  • Recursos financeiros: dinheiro que voc√™ precisa ter para fazer o neg√≥cio funcionar.

Estes recursos podem vir de financiamento de capital próprio ou até mesmo por meio de empréstimos obtidos junto a bancos.

7¬ļ Atividades Principais

Constitui todas as a√ß√Ķes importantes e indispens√°veis para o funcionamento do seu neg√≥cio. Elas v√£o desde √†s relacionadas diretamente √† produ√ß√£o ou presta√ß√£o do servi√ßo, at√© √†s tarefas administrativas.

N√£o esque√ßa de levar em considera√ß√£o todas as defini√ß√Ķes anteriores antes de definir as Atividades Principais.

8¬ļ Parcerias Principais

Com todos estes blocos preenchidos, é natural que você esteja pensando em como irá dar conta de tudo. A parte boa é que o ferramenta tem um bloco para auxiliá-lo com isso: as Parcerias Principais. Nele, você irá citar fornecedores e parceiros que irão apoiá-lo no funcionamento do negócio.

Por fim, √© hora de ir para o √ļltimo bloco.

9¬ļ Estrutura de Custos

Nele você irá identificar todos os custos envolvidos na operação do negócio para que a proposta de valor possa ser entregue aos seus clientes.

Terminando o preenchimento, é hora de passar para uma etapa muito importante do processo. Neste momento, você deverá observar se todos os blocos estão em harmonia, fazendo a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Minha proposta de valor atende ao segmento de clientes?
  • Os canais escolhidos s√£o capazes de entregar as propostas de valor?
  • Tenhos fornecedores e parceiros capazes de me entregar os recursos e atividades necess√°rias para o funcionamento do neg√≥cio?
  • As receitas do neg√≥cio ser√£o suficientes para cobrir os meus custos?

FrontStage

Tamb√©m classificado de linha de frente do neg√≥cio, o frontstage abrange as opera√ß√Ķes descritas entre os blocos dois e cinco. Aqui, a empresa ir√° tratar diretamente com o mercado, cuidando da rela√ß√£o com os clientes e os canais de entrega, al√©m de abordar a gera√ß√£o de resultado por meio da proposta de valor.

BackStage

No backstage, por sua vez, a empresa irá tratar sobre a estrutura a nível operacional, orquestrando atividades, recursos e parceiros chave, além de toda a estrutura de custos para, por meio da proposta de valor, entregar resultados ao mercado, clientes e demais stakehouders.

Caso ache alguma coisa que n√£o est√° se encaixando no seu Canvas, n√£o se desespere: voc√™ ter√° a √≥tima oportunidade para refletir e chegar a uma solu√ß√£o criativa. √Č justamente a partir destas lacunas que voc√™ poder√° trazer inova√ß√£o para o seu neg√≥cio.

Para finalizar, temos algumas outras dicas para o preenchimento:

  • Utilize a ferramenta mesmo que suas ideias n√£o estejam completamente estruturada. Afinal, ela serve, justamente, para ajud√°-lo neste processo;
  • N√£o √© necess√°rio preench√™-lo de uma √ļnica vez;
  • Esteja sempre de olho no seu Canvas e n√£o esque√ßa: ele √© um ‚Äúelemento vivo‚ÄĚ. Atualize-o sempre que puder, afinal, as mudan√ßas s√£o essenciais no processo de empreender.

Entende agora de quais formas a metodologia Canvas pode auxiliar voc√™, franqueador ou franqueado, a planejar a opera√ß√£o da sua franquia? Pois saiba que o seu neg√≥cio pode ser ainda mais eficiente com um software de gest√£o ‚Äď como a Central do Franqueado ‚Äď para deixar tudo organizado, planejado e estruturado. Conhe√ßa mais os nossos m√≥dulos e alie nossa plataforma ao suporte da sua franquia.

Continue navegando pelo nosso blog e acesse diversos outros conte√ļdos sobre o franchising. Acesse, tamb√©m, nosso conte√ļdo para saber mais sobre planejamento estrat√©gico.

Resumo

Solicite uma Demonstração para sua Rede de Franquias!