ABF: a Associação Brasileira de Franchising e a sua importância para o mercado

A expansão do mercado do franchising no Brasil, ao longo das últimas três décadas, contou com a ocorrência de uma série de fatores e a atuação de diversos atores. Sem sombra de dúvida, este roteiro de sucesso não teria obtido o mesmo desenvolvimento sem o desempenho de um dos seus principais protagonistas, a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Neste conteúdo iremos falar sobre:

A Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos de âmbito nacional criada com o objetivo de promover a cultura do franchising e contribuir com o desenvolvimento do mercado de franquias no Brasil.

Considerada a segunda maior entidade do setor no mundo – atrás apenas da International Franchising Association (IFA) -, a ABF foi criada há mais de 30 anos, em meio a um contexto social de instabilidade política e crise econômica no país.

Ao longo destas mais de três décadas, acompanhou a implementação de cinco sistemas monetários, o mandato de sete presidentes da República, a promulgação da Constituição Federal de 1988, a queda do Muro de Berlim, além de muitos outros acontecimentos que mudaram a história do Brasil e do mundo.

Surgimento da ABF

A ABF foi criada oficialmente em julho de 1987. Na época, havia apenas onze empresas operando o modelo de franchising no Brasil. O país entrava em mais uma ressaca econômica, após breve período de euforia obtido com a implementação do Plano Cruzado – a inflação acumulada no ano chegaria a 363%.

Apesar dos indicativos nada animadores, um grupo de empresários resolveu criar a entidade por considerar promissor um mercado que, naquele momento, ainda era pouco conhecido.

O propósito inicial era de estabelecer algumas regras para o franchising, até mesmo para evitar que aventureiros viessem a prejudicar o sistema como um todo. A preocupação era tanta nesse ponto, que já na sua fundação, a ABF passou a contar com um código de ética.

Vale Ler:  História do Franchising no Brasil

Outra medida que acabou se tornando importante para a consolidação da ABF foi a unificação da entidade com a Afrab  – outra associação de franchising criada por empresários do Rio de Janeiro para atuar em âmbito nacional. O acordo transformou a entidade carioca na seccional ABF Rio. A partir de então, a Associação Brasileira de Franchising se tornaria a única entidade do setor no país.

Consolidação

Apesar do cenário de hiperinflação e pouca confiança na economia, o mercado de franchising crescia a todo vapor. Em apenas quatro anos, a quantidade de empresas franqueadoras no Brasil aumentou quase 40 vezes. No final de 1991, já eram mais de 430.

Em 1992, outro importante passo foi dado: a ABF passou a aceitar também a associação de franqueados, e não mais só a de franqueadores. O reflexo viria no ano seguinte: na feira de 1993, o número de expositores saltou de 70 para 122. Mas grande avanço ainda estava por vir.

O ano de 1994 foi um grande divisor de águas para o amadurecimento do mercado de franchising no Brasil. Do ponto de vista macroeconômico, o país finalmente encontraria a tão sonhada estabilidade econômica. Em fevereiro, o Governo Federal começou a transição monetária que iria instituir o Plano Real, nossa atual moeda. Em dezembro, por sua vez, seria promulgada a Lei das Franquias (nº 8.955/94). A nova legislação ajudou a regulamentar alguns pontos do sistema, sobretudo a relação entre franqueador e franqueado.

Crescimento do setor

A estabilidade econômica, juntamente com a segurança jurídica, ajudou a desenhar o cenário necessário para atração de um número cada vez maior de investidores, inclusive de outros países. Já em 1996, a ABF realiza a sua primeira feira internacional. Realizado no Rio de Janeiro, o evento atraiu mais de 200 marcas expositoras, 20 delas de fora do Brasil.

Vale Ler:  O que é franchising? Conheça o sistema que está por trás das franquias de sucesso

Ao longo destes pouco mais de 20 anos, entre 1996 e os dias atuais, o mercado do franchising obteve um crescimento exponencial. Só para se ter uma ideia, segundo dados da própria ABF, o faturamento anual do mercado, na época, girou em torno dos R$ 11 bilhões. Em 2017, o número saltou para R$ 163 bilhões.

Outro movimento que passou a ocorrer, sobretudo a partir dos anos 2000, foi a internacionalização do franchising brasileiro. Se, antigamente, a novidade ficava por conta da operação de empresas estrangeiras em território nacional. Em 2017, o Brasil já contava com pelo menos 142 marcas atuando em outros países.

Feiras ABF

A primeira feira organizada pela ABF ocorreu em 1988. Na época, o mercado ainda era muito incipiente e, por consequência, os recurso escassos. Desta forma, uma das maneiras encontradas para financiar os primeiros eventos foi com a venda de livros sobre o segmento. Nas décadas seguintes, no entanto, as feiras iriam se desenvolver e muito.

Atualmente, a entidade organiza quatro grandes eventos anuais, além de muitos outros menores. Considerada a principal feira do ramo no Brasil, a ABF Franchising Expo reuniu 407 expositores e contou com a presença de mais de 60 mil visitantes, em 2018.

O evento sempre ocorre dentro da ABF Franchising Week, uma semana de imersão no universo das franquias – realizada em junho – na qual franqueadores, franqueados, fornecedores e potenciais investidores têm a oportunidade de aprender tudo sobre o mercado das franquias com os maiores especialistas do ramo.

No segundo semestre, o calendário fica por conta do Expo Franchising ABF Rio e da Convenção ABF do Franchising, que tem sido realizado na Ilha de Comandatuba/BA.

Vale Ler:  Franquias de Livrarias e Papelarias

Todos os eventos citados têm data e local definidos para 2019. Você pode conferir tudo isso e muito mais aqui.

ABF hoje

Amplamente consolidada e reconhecida mundialmente, atualmente, a ABF é a principal instituição que rege o franchising no Brasil. A entidade é responsável por divulgar, defender e promover o desenvolvimento técnico e institucional do modelo de negócio no país. Atualmente, conta com mais de 1.100 associados, divididos entre franqueadores, potenciais franqueadores, franqueados, fornecedores e consultores do setor.

Além das feiras já citadas, a ABF realiza diversos cursos de capacitação para promover as melhores práticas em franchising. A entidade também é responsável por apurar e divulgar os números do setor no Brasil. Os estudos servem de base para todas as análises realizadas pelo mercado.

Além destes importantes serviços, a entidade também fornece o Selo de Excelência em Franchising. A distinção é uma forma de reconhecimento à qualidade das empresas referência no setor. Saiba como obtê-lo neste link.

Entidades Parceiras

No âmbito internacional, a ABF faz parte do World Franchise Council (WFC). A entidade classifica o Brasil como o quarto maior mercado de franquias do mundo. Também, tem laços cofundadores com a Federación Iberoamericana de Franquicias (Fiaf) e é membro da International Franchise Association (IFA). No país, é fortemente ligada ao Sebrae – parceria que resulta em diversos programas e materiais relevantes para empreendedores.

 

Gostou do conteúdo? Então acesse nossos outros posts do blog! A Central do Franqueado também dispõe de e-books exclusivos para que você tenha a oportunidade aprimorar cada vez mais a gestão dentro de sua franquia. Conheça também a nossa plataforma.

Baixe o nosso Checklist de Gestão Estratégica