FGTS para abrir franquia: uma oportunidade para novos investidores

Juntar dinheiro suficiente para investir em qualquer negócio nunca foi fácil. No Brasil, hoje, o cenário parece pior. A recente liberação de saques em contas do FGTS, entretanto, pode ser uma possibilidade para interessados em empreender. Saiba mais sobre o fundo e sobre como pode ser útil na abertura de uma unidade de franquia

Empreender exige muito investimento – isso é fato. Reunir o capital necessário para inaugurar um negócio não é algo fácil, a não ser que você seja muito favorecido financeiramente. Essa, infelizmente, não é a realidade da maioria da população brasileira. A situação ainda fica mais difícil em tempos de economia instável. Nenhum investimento tem a garantia de cem por cento de retorno.

Nesse cenário, por sorte, existem possibilidades mais acessíveis e seguras para quem acredita que empreender é uma boa opção para engatar uma carreira. Investir em unidades de franquia é um caminho para empreendedores em potencial. O capital utilizado para essa empreitada em muitos casos é consideravelmente menor do que em novos negócios e, o principal, é que será gerenciado um negócio cujo modelo já tem funcionamento comprovado.

Não é segredo que muitos trabalhadores empregados gostariam de gerir seu próprio negócio. O franchising pode ser uma opção muito favorável para esses casos. O que pouca gente sabe, entretanto, é que é possível reunir o capital necessário para o investimento de forma mais rápida: através do saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

FGTS: o que é e sacando o dinheiro disponível

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o propósito de garantir a proteção do trabalhador que é demitido sem justa causa. Consiste em uma conta, de cuidados da Caixa Econômica Federal vinculada ao seu contrato de trabalho, que retira mensalmente 8% do salário bruto do profissional.

A pergunta que muitos têm é: e se eu nunca for demitido sem justa causa? O dinheiro acumulado do meu tempo de trabalho poderá ser usufruído de alguma forma? Em determinados casos, sim. É de se pensar que a quantia acumulada em anos de trabalho possa ser uma quantia considerável, que seria de ajuda para qualquer trabalhador. Uma medida vigente desde fevereiro de 2017 é muito benéfica para pessoas que deixaram empregos antigos há mais de um ano.

É possível sacar o dinheiro de contas inativas do FGTS – aquelas de contratos de trabalho já finalizados (cujas contas não estão mais recebendo depósitos) com o período de um ano. Esse capital pode fazer a diferença na vida de profissionais que querem iniciar novos rumos em sua carreira. Para sacar, basta informar à Caixa com documentos comprovatórios da situação.

Utilizando o FGTS para investir em uma franquia

O saque de uma conta do FGTS é uma grande oportunidade para reunir o dinheiro necessário para investir em um negócio. Por que não investir, então, em uma franquia e apostar em um modelo de mais segurança? Confira quanto dinheiro guardado você tem no site da Caixa e comece seus planos. Lembre-se de se certificar que você tem direito ao saque.

Uma das vantagens das redes de franquias é a possibilidade de investimento em empresas que mais se adaptam ao orçamento e ao perfil do investidor. Por isso que o saque do FGTS pode ser extremamente útil para trabalhadores mais jovens, que dispõem de quantidades menores de dinheiro no caixa. Muitas microfranquias exigem o investimento de valores acerca dos R$10 mil para a abertura de uma unidade. Para aqueles mais ambiciosos e, que possuem mais fundos, essa é a chance para investir em unidades de redes maiores, as quais podem cobrar mais de R$100 mil do futuro franqueado.

Por isso, independentemente do seu perfil e da sua conta de FGTS, o mais importante de tudo é o planejamento. Conhecer o mercado do franchising é essencial para todo interessado. Que tal começar com os conteúdos do nosso blog? Toda semana temos postagens interessantes para você, que pretende ao menos um dia empreender. Aproveite!