Entenda mais sobre a real importância de canais organizados de comunicação com franqueados em redes de franquias

Não existe franchising sem comunicação. Na comunicação interna da rede, à comunicação externa para clientes e consumidores em potencial; do contrato com fornecedores, aos treinamentos de franqueados e funcionários. São os canais de comunicação que possibilitam que uma empresa se torne uma rede de franquias. Através deles, são mantidos os padrões de produção, serviços e atendimento em todas as unidades, por mais longe que elas estejam uma das outras. É a comunicação que une a empresa e que mantém sua qualidade.

Uma parte essencial, e talvez a mais importante para a sinergia de uma rede, é a comunicação entre franqueadores e franqueados. Os franqueados são como gerentes representantes das unidades de franquias. Após um processo de seleção e um período de treinamento, devem estar aptos a tocarem o negócio e manterem a imagem e qualidade da franquia no local de atuação. Entretanto, eles não trabalham sozinhos. Existe uma relação de dependência dos franqueados com a empresa, a qual deve reforçar todas as questões do funcionamento de uma loja – desde problemas a serem resolvidos pela companhia, a campanhas internas, ao lançamento de novos produtos a serem consumidos pelos clientes. Ou seja: é a comunicação com os franqueados que deixa todos a par do que está acontecendo na empresa.

Sendo uma rede de franquias uma empresa que funciona de forma segmentada, mas em sincronia, a comunicação entre as partes é indispensável. Porém, muitas empresas encontram dificuldades em centralizar um canal de comunicação que seja acessível, prático e eficiente para o contato entre franqueados e franqueadores. Tais dificuldades podem acarretar em complicações na gestão das unidades. A falta de suporte da franqueadora, proveniente a problemas de comunicação, é um motivador para a quebra de contrato de franqueados, por exemplo. Afinal, como comentamos, franqueados não trabalham sozinhos e muitas vezes precisam de auxílio para lidar com questões cotidianas.

Explanaremos aqui, então, a maior necessidade de uma empresa no modelo de franchising: a comunicação centralizada com franqueados.

Como problemas de comunicação com franqueados podem prejudicar a sua rede de franquias

Um esquema desorganizado de comunicação pode gerar diversas dores de cabeças para empreendedores de franquias, ainda mais se tratando do contato com franqueados. A falta de canais que centralizam a comunicação provoca desencontros das mais diversas maneiras, os quais não podem acontecer no ideal de uma rede de franquias. Por quê? Porque os franqueados são os representantes da marca nos locais de atuação. Dependerá de sua competência e visão de negócios o sucesso da unidade da empresa, mas não só de qualidade e experiência se tem um bom franqueado. O profissional deve ser flexível e estar aberto às observações da franqueadora – e tais observações podem dizer respeito desde mudanças na produção de produtos e entrega de serviços, a melhorias que devem ser feitas na unidade, a fim de que a qualidade da rede seja mantida.

Sem uma comunicação centralizada, existe uma discrepância muito grande entre as lojas da empresa. Isso acarreta na insatisfação do consumidor, que ao ser cliente da marca, confia em sua qualidade seja qual for a unidade. Uma única experiência ruim pode prejudicar e muito a lucratividade futura da rede. Muitas experiências ruins em uma unidade, podem fazer a mesma ser fechada. E para a expansão e imagem da empresa, isso é péssimo. Além disso, é importante que o canal de comunicação centralizado seja abrangente também com a questão de fornecedores, para que nunca falte matéria-prima nas unidades (e para que os fornecedores sejam sempre semelhantes em todas as lojas). Tanto nesse caso, quando no caso das experiências, o canal centralizado serve para que tanto o franqueado, quanto a franqueadora, façam uma análise de pontos positivos que devem ser mantidos e pontos negativos que devem ser melhorados. Todo tipo de problema pode ser resolvido através do contato.

Solução: apostando em um canal online como a CENTRAL DO FRANQUEADO

A questão é: muitas redes de franquias não conhecem a melhor forma para centralizar a comunicação com seus franqueados. Algumas, desenvolvem sistemas próprios para isso. Mas, essa não é a realidade entre a maioria. Desenvolver um sistema próprio demanda dinheiro e muitos testes, o que torna a ideia inviável para empresas de pequeno e médio porte.

A Internet oferece um potencial gigantesco de comunicação. Isso pode fazer parte do âmbito das empresas – através de sistemas online, que podem ser acessados a qualquer hora e a qualquer lugar. A Central do Franqueado é uma plataforma que oferece essa possibilidade. Desenvolvida especialmente para franquias, independentemente de seu porte ou segmento, o sistema é organizado em módulos, os quais abrangem tanto uma Central de Atendimento ao Franqueado (CAF), especialmente voltada para a comunicação, bem como módulos de operação e compras, que envolvem checklists a respeito de fornecedores e oferecem a possibilidade de upload de manuais operacionais – e muito mais. A plataforma online possibilita o agendamento de reuniões, a prestação de suporte e muito mais. Saiba mais por aqui.

Caso você seja um empreendedor que esteja pensando em adentrar no universo das franquias, pense desde já em priorizar a comunicação com seus futuros franqueados. Esse é um costume que deve ser desenvolvido desde sempre na gestão de uma rede. É só a partir disso que ela obterá sucesso em sua expansão. Quer tirar mais dúvidas sobre este mercado? Então fique de olho no nosso blog!