A expansão de redes de franquias se dá pela inauguração de lojas em mercados, os quais possuem particularidades. Entenda mais sobre a instalação de unidades de franquia no varejo

O grande diferencial de uma rede de franquias bem-sucedida está na maneira como é pensado seu plano de expansão. Afinal, nenhuma empresa se mantém no franchising sem crescimento e sem o fortalecimento da marca em novos mercados. Crescer e se tornar forte no mercado das franquias é um desafio que exige cautela, através da tomada de decisões bem pensadas e com muita visão de mercado. Nisso, está a escolha dos locais de expansão, os quais receberão a inauguração de novas unidades da empresa. As áreas determinadas devem ser minuciosamente analisadas previamente, a fim de que realmente aconteça uma vantajosa instalação de novas lojas para a rede no novo mercado a ser adentrado.

Por isso, a inauguração de lojas de franquia é sempre um assunto delicado – desde a sua concepção, a sua instalação e posterior abertura ao público. A rede de franquias deve estar a par do público-alvo a ser atingido, conhecendo suas necessidades e vontades; e além disso, deve estar preparada para que o funcionamento da unidade esteja cem por cento nos conformes, para que dessa forma, o padrão de qualidade da empresa seja mantido. Neste post, apresentaremos algumas medidas preventivas para que você, como empreendedor, saiba exatamente como garantir que a inauguração de novas lojas do seu empreendimento seja um sucesso, para que as unidades venham a garantir o melhor retorno para a sua empresa. Vamos lá?

ANTES: Demarcando territórios – pesquisando mercados e conhecendo públicos-alvo

Antes de mais nada, é fundamental que a inauguração de novas unidades de uma rede de franquia esteja de acordo com um plano de expansão, o qual consiste em uma análise detalhada sobre possíveis mercados a serem adentrados e públicos-alvo a serem atingidos. É importante que a franqueadora tenha objetivos claros de crescimento e que as estratégias de expansão estejam bem determinadas, para que as metas da empresa nesse processo possam ser alcançadas. Sendo assim, a demarcação de territórios para a inauguração de novas lojas acaba seguindo uma lógica. Tal lógica envolve o perfil do mercado em questão e as características dos consumidores que vivem nesta localidade.

Para que a localidade pretendida de inauguração esteja de acordo com o plano de expansão, é necessária, principalmente, a pesquisa. Nisso, entra a consultoria da empresa, que terá o trabalho de analisar o comportamento da população da cidade em questão em relação ao consumo e também fará observações sobre a dinâmica de tal mercado. Tal análise pode ser feita de diversas formas: desde entrevistas de guerrilha a observações a respeito da concorrência. Dessa forma, chega-se na conclusão: vale a pena instalar uma unidade de franquia nesta cidade, ou não?

Qualificando franqueados e funcionários para a atuação na unidade

Decidida a cidade de instalação, é hora de capacitar os profissionais responsáveis pelo funcionamento da futura loja. Essa é uma parte decisiva, pois é aqui que o valor da marca será expandido, através do controle de qualidade e da padronização de processos. Isso acontece com a contratação de franqueados, gerentes operadores das unidades da rede, bem como de funcionários, que deverão aprender a entregar os produtos ou serviços oferecidos pela empresa.

O treinamento de franqueados e de funcionários é o que, intrinsecamente, determinará a satisfação dos futuros consumidores da loja e sua estabilidade pós inauguração. Por quê? Porque é através do treinamento – e também, do suporte da franqueadora – que a organização da loja será estabelecida, tanto no atendimento, quanto nos processos de produção e na qualidade dos produtos. Não existe expansão em franquias sem treinamento e suporte, afinal, ninguém nasce sabendo. Os programas de treinamento podem acontecer de diversas formas, entre elas, através de plataformas online, que possibilitam a consulta a qualquer lugar e hora.


Instalando e abastecendo unidades com fornecedores

Se você empreende em franquias, jamais ouse inaugurar uma loja que ainda não está cem por cento instalada ou abastecida. Isso é um tiro no pé para a imagem da empresa, ao menos na região. Para a inauguração, a nova loja deve surpreender. É isso o que fará os clientes satisfeitos, o que inclusive proporcionará divulgação espontânea entre as pessoas. Uma recepção negativa pode dificultar e muito o sucesso da unidade, pois afastará inicialmente as pessoas.

Enfim, os cuidados que devem ser tomados pela franqueadora, envolvem a instalação de toda a estrutura da loja, envolvendo a tecnologia para produção e também o espaço destinado aos clientes. É importante que revisões sejam feitas, principalmente em relação às máquinas – pois muitas vezes, com o hype, o movimento na unidade durante seus primeiros dias de funcionamento é maior do que o normal. A empresa deve estar pronta para atender essa demanda. E então, com isso também entra o abastecimento de matéria-prima para a produção do que será oferecido aos consumidores. Esse é um trabalho que é feito juntamente aos fornecedores, previamente contratados. É fundamental que os fornecedores entreguem os produtos no prazo correto e, também, que os produtos estejam de acordo com a qualidade da empresa. Não adianta optar pela entrega de novos fornecedores com preços mais acessíveis para a nova unidade, para que na hora os produtos sejam de qualidade duvidosa. Aqui, entra o custo-benefício e a confiança.

Utilizando estratégias de marketing para que o público tenha conhecimento

É chegado o momento de inauguração da loja e está na hora de fazer o público se interessar por ela. Aqui, começa o trabalho de marketing, que pode ser feito pela própria empresa, ou por uma agência de comunicação terceirizada. Muitas redes optam por essa opção em meio à expansão, pois a agência pode ser bastante útil no que diz respeito ao conhecimento do público-alvo de territórios específicos. Juntar a visão do empreendedor com a do comunicador é sempre interessante.

De qualquer forma, é indispensável a elaboração de uma campanha de lançamento da unidade, que deverá ser direcionada para o novo público-alvo. Hoje em dia, com o marketing digital nas redes sociais e nos mecanismos de busca, tal direcionamento é mais prático, acessível e barato. Posts e ads podem ser impulsionados exatamente para a região de inauguração. O que é essencial, é o mantimento da identidade da marca em todas as peças de comunicação e também, claro, na estrutura da loja. Nisso está tanto a identidade visual, quanto os valores. É isso o que transmitirá o posicionamento da marca para os novos mercados.

A ideia de realizar um evento de lançamento para a unidade é mais abrangente do que parece, pois não existe simplesmente pelo fato de reunir consumidores interessados em um evento especial. Essa possibilidade proporciona diversos caminhos para que o marketing continue além da inauguração. A contratação de uma assessoria de imprensa é útil para fazer a empresa estar na mídia, por exemplo. Mas, mais importante do que isso é a possibilidade de contato que a rede terá com o cliente em potencial. Um evento é a porta de entrada para o lead nurturing, através da coleta de contatos das pessoas presentes – sempre oferecendo algo em troca, como promoções especiais e outras vantagens. O objetivo é manter um relacionamento com as pessoas interessadas, em busca de uma certa forma de fidelização. E o início disso é ainda mais possível se for feito de forma pessoal, em um evento.

Estes são alguns insights a respeito da inauguração de novas lojas em uma rede de franquias. O denominador comum de todos é a organização e o respeito a um plano de expansão. Não esqueça de realizar reuniões para determinar periodicamente os objetivos da empresa, a fim de que os tiros sejam certeiros. Fique de olho no nosso blog para mais informações sobre o universo do franchising!