Uma empresa estável deve ter uma marca bem definida. Entenda mais

O que é ter uma marca forte? Nem toda empresa tem essa qualidade. Ter uma marca forte é ser diretamente associado a bons serviços, bom atendimento, boa imagem e boa gestão. Uma marca forte é uma instituição organizada, bem direcionada e fixa no mercado. É o caso da Apple, uma lovemark – amada por seus consumidores, do Google, enfim. A marca é o patrimônio de um empreendedor que quer investir nela da melhor forma.

No franchising, é importantíssimo que a marca da rede seja forte. Isso porque ela terá uma atuação em diversos territórios. A marca não deve ser apenas conhecida, como deve ser desejada: a fim de chamar atenção e ser a primeira opção dos clientes, que terão um perfil diferente em cada local. Entretanto, esse processo é um processo lento, que demanda experiência, tempo de mercado e muitos erros antes de acertos. Se você é um empreendedor, anote as dicas a seguir e, com calma, comece a construir o seu próprio império.

1. Encontre seu diferencial e faça a diferença

Ser diferente é ser único, e as pessoas gostam de exclusividade. Um produto que, não apenas oferece algo exclusivo, como tem um diferencial em relação a concorrência, é um produto que tem o seu espaço no mercado. São essas vantagens que fazem a diferença na vida das pessoas e na sociedade. Procure saber o que as consumidores precisam e entregue isso em seus serviços.

2. Priorize a qualidade

É claro que qualidade está normalmente associada a matéria-prima um pouco mais cara, mas isso não necessariamente é uma regra. Independentemente disso, priorize-a ao fabricar os produtos e proporcionar os serviços da empresa. Buscar a excelência é o caminho para uma marca que quer ser bem lembrada e recomendada pelos consumidores.

3. Faça boas e bem planejadas campanhas para a marca

Antes de tudo, as pessoas devem conhecer a marca. Para isso, é necessário separar um investimento para ações de marketing. Mas, de nada adianta se as ações de marketing não são bem pensadas, estudadas, e programadas. Hoje em dia, a Internet – em especial as redes sociais – estão sendo o meio para chamar a atenção do público, pois oferecem a possibilidade de interação e a acessibilidade da informação. Aposte em uma boa agência ou em bons profissionais da área e faça a sua marca voar.

4. Tenha compromisso com os seus clientes

Os clientes são quem deixa a sua marca de pé. Logo, procure ter um atendimento impecável, entregando os produtos nos prazos combinados, da maneira mais educada e atenciosa possível. A experiência dos consumidores, desde o início do processo de venda e negociação até a entrega do produto final é a imagem direta que a empresa estará passando. Procure qualificar os profissionais da sua rede a respeito disso.

5. Inove o mercado

Inovar não é necessariamente oferecer produtos e serviços muito diferentes dos que existem, mas sim, proporcionar uma abordagem diferente de trabalho. É pensar no cliente, no meio ambiente, enfim, no que for positivo para o mundo. A empresa que inova tem méritos por estar mudando o mercado da sua forma.

6. Trabalhe com seriedade

De nada adianta querer passar uma boa e forte imagem se internamente existem problemas dentro da sua rede. A seriedade no trabalho é a chave para a organização, para a solução de problemas e para a determinação de objetivos. Procure alinhar os setores da empresa, através de reuniões, relacionamentos mais próximos e ouvidorias.

7. Padronize a cara da empresa

Este item pode parecer meio óbvio, mas cuidar do visual da sua franquia é algo que muitas vezes não é dada a devida importância. Os padrões de identidade devem ser aplicados da mesma forma em todas as unidades, a fim de proporcionar o reconhecimento da marca para os consumidores, independentemente de onde estejam. Isso deve estar tanto nos meios de comunicação, quanto nos produtos, nas embalagens, uniformes e placas.

Entende agora como as grandes marcas alcançam o sucesso? Caso você, como empreendedor, sinta que não possui força suficiente para cuidar de todos os aspectos, contrate terceiros – como consultores e agências. Uma franquia só funciona com a ajuda de profissionais qualificados, de diversas áreas. A Central do Franqueado, inclusive, oferece um sistema de gestão que pode auxiliar na organização das unidades – sendo isso um benefício para a padronização dos serviços e para o atendimento aos clientes. Que tal conhecer nossos módulos?