Perdendo leads? Saiba como mantê-los próximos a sua franquia!

Tenha um relacionamento com seus consumidores em potencial

Nenhuma franquia se mantém no mercado sem publicidade. A comunicação com o público-alvo é necessária para que novos clientes sejam conquistados e então, para que os produtos sejam vendidos. Pois então: falar de publicidade hoje em dia é falar de marketing digital. A Web mudou a forma como a informação é transmitida entre todos, e as instituições bem antenadas utilizam dela para criar conexões mais próximas com as pessoas. Essas conexões são resultadas de relacionamentos estabelecidos através de redes sociais, listas de e-mail e sites, baseados na troca de interesses. É a partir desses relacionamentos que são descobertos os leads.

Os leads nada mais são do que clientes em potencial encontrados nesse meio digital. Eles são encontrados em comentários do Facebook, rastreados no site da empresa, ou por diversas outras formas. Cabe ao time de marketing da franquia captar tais usuários interessados e criar, a partir disso, um vínculo que fortaleça o interesse do usuário e o leve à compra do produto ou serviço, através do chamado lead nurturing. Entretanto, nem toda empresa sabe estimular vínculos – talvez, principalmente, as mais tradicionais. Manter leads é elaborar bons processos de atendimento e comunicação, fazendo uso da força de vendas da marca. Como colocar isso em prática? A Central separou alguns pontos indispensáveis que devem ser abordados no marketing da sua franquia.

Retorne todo mundo – e todo mundo mesmo.

Comece por aqui: muitos leads estão já na sua frente. Sabe o inbox do Facebook, ou os e-mails recebidos através do site, por exemplo? Eles estão cheios das mais variadas mensagens: de pessoas interessadas pelos serviços das marcas, a clientes que querem solucionar algum problema. Todos eles são leads: consumidores em potencial que têm necessidades a serem atendidas. Retorne um a um o mais rápido possível e descubra o que pode aproximar o relacionamento. A demanda é muita? Não importa: para isso que serve o time de social media. Tenha profissionais dispostos a cuidarem disso. Acredite: isso é muito importante para que você não perca (muitos) clientes.

Atenda como você gostaria de ser atendido.

Alimentar leads é, como já mencionamos, ter um relacionamento com eles. Esse relacionamento é como um vínculo entre duas pessoas, que possuem a mesma linguagem e se identificam. Não, você não deve se comunicar exatamente como o seu cliente se comunica. Entretanto, sua linguagem deve ser acessível, educada e sempre pensando no consumidor antes da empresa. Toda a equipe de marketing da franquia deve estar apta a atender pessoas. Selecionando bem os perfis dos leads, é possível atendê-los da melhor forma possível, utilizando métodos que façam o lead se sentir à vontade. Muitas vezes, alguns potenciais clientes simplesmente desistem da marca por não se identificarem com ela e por não se sentirem confortáveis com o contato. Preste atenção nisso e, nunca esqueça: não force a barra.

Não dependa unicamente de uma agência.

Algo bastante comum no mercado são empresas que contratam uma agência e a encarregam de cuidar 100% de sua comunicação e marketing. Entretanto, por mais válido que esse investimento seja e quanto mais elaborado o planejamento de marketing digital da agência for, os leads não podem ser apenas um alvo a atingir. Muitas vezes, a agência atinge o objetivo de atrair leads – e isso é ótimo –, mas não vão além de sua descoberta. Encontrados os leads, a comunicação acaba passando para a equipe de marketing e vendas da própria empresa.

É aí que os despreparados acabam tendo problemas. Ao depender totalmente de uma agência para comunicar-se com clientes e consumidores em potencial, a empresa por si só não gerencia os leads que a agência encontrou. Por mais que as áreas de vendas, relacionamento com o cliente e gerenciamento de leads sejam de responsabilidade de equipes diferentes, sendo algumas delas pertencentes à agência, todas elas representam a empresa aos olhos do consumidor. É por isso que a própria, ao fazer uso do marketing digital, ela deve ter o próprio time de atendimento, pois caberá à rede solucionar diretamente e satisfatoriamente algumas questões com o público.

Integrando a demanda de marketing digital com o restante da produção da franquia, podem ser criados mecanismos de mensuração e controle – e isso é algo que apenas a empresa, internamente, pode organizar. Quais são as necessidades dos consumidores? Que produtos eles mais estão buscando? O que está faltando? Como estão os lucros? Esclarecidas essas questões, o marketing fica mais direcionado para o que os clientes estão buscando. Dessa forma, os leads também mantêm o interesse e não se afastam dos serviços da marca.

Sua empresa tem bons recursos de marketing?

Por último, algo que faz a diferença em uma vasta rede de franquias: o investimento. De nada adianta querer ter uma boa comunicação se os recursos são poucos para isso. Primeiramente, pesquise a respeito de valores: o orçamento da empresa contempla o monitoramento dos leads? Quantos clientes a rede ganha através das ações de Internet? Quantos ela perde? Qual o custo de manter um relacionamento com cada lead, para torná-lo um cliente efetivo? Como empreendedor, separe a quantia de dinheiro necessária para que seja elaborado o plano de marketing – um processo interligado, que abrange desde à captura do lead, à venda. Dessa forma, gerir leads é algo que deve ser feito de acordo com as políticas da empresa e, sendo ela uma franquia, tal comunicação também é feita de forma padronizada.

Fique de olho nas métricas das redes sociais e dos sites de sua franquia. Anda perdendo leads? Então algumas falhas podem ser encontradas e resolvidas. Parta dos pontos abordados no texto e repense como o marketing digital está sendo elaborado. Lembre-se: ele funciona como um relacionamento entre empresa e cliente. E relacionamentos duradouros só existem com investimento de tempo, interesse e aproximação.