Perder clientes se tornou algo muito comum no mercado, que se demonstra um ambiente cada vez mais competitivo. A cada momento surgem pequenos estabelecimentos e start-ups que podem oferecer serviços que chamem a atenção de consumidores, por diversos motivos. Da mesma forma, isso acontece no franchising – novas franquias, ao instalarem unidades em determinadas cidades, podem conquistar a clientela de franquias e empresas antigas.

Se você faz parte de uma franquia já estabelecida no mercado, tenha cuidado: não é por causa disso que você terá sempre os mesmos consumidores fiéis. Fidelidade é um fator difícil de ser encontrado no mundo dos negócios hoje em dia e nenhuma empresa está imune de perder consumidores para outra. Por isso, separamos quatro dicas para que você, empreendedor, evite que isso aconteça.

1) As vendas diminuíram? Entenda os motivos!

Fique bastante atento às vendas da sua empresa. Se houve uma baixa significativa e inusitada, independente de fatores sazonais, procure entender o porquê. Menos vendas significam menos consumidores – e eles, ao não comprarem mais os produtos, estão insatisfeitos com alguma coisa, ou mais satisfeitos com alguém da concorrência. Por isso, além de analisar o seu próprio padrão de qualidade, envolvendo serviços, atendimento e comunicação, faça uma pesquisa de mercado. Conheça a concorrência e saiba que tipo de vantagens ela está oferecendo. A partir disso, é possível adaptar a produção e reconquistar clientes perdidos. É importante ter um time de pesquisa especialmente voltado para essas situações, constituídos de profissionais das áreas da Relações Públicas e Administração, a fim de entender todos os motivos de uma baixa.

Se a sua empresa oferece serviços que exigem um cancelamento por parte do cliente, faça uma avaliação em cima disso. Questione as razões que levaram o cliente a optar por isso, da forma mais natural possível. Ao ter uma conversa “não forçada” com o consumidor, você pode conseguir informações que antes eram difíceis de serem observadas. Assim, é possível extrair soluções para melhorar os serviços.

2) Nunca descarte a possibilidade de negociar e/ou fazer promoções.

Às vezes, quem terá que ceder é a empresa. Quando consumidores estão considerando substituir seu serviço por outro devido a altos preços, que tal negociar novos valores? A oferta de períodos grátis, descontos e condições especiais sempre são válidas para evitar a perda de clientes. É essencial ter um planejamento de marketing para a elaboração de promoções periódicas, a fim de aumentar as vendas quando necessário. Lembre-se de que nada adianta se isso deixará a empresa em prejuízo.

Além disso, voltando para os cancelamentos: não desista do cliente que decidiu cancelar. Se você possui seu contato, demonstre interesse em trazê-lo de volta, claro, sem forçar a barra. Procure focar no bom relacionamento que a marca desenvolveu com esse consumidor e faça uso das vantagens da empresa.

3) Apresente o valor do seu produto da melhor forma possível.

Esta é mais uma medida preventiva do que resolutiva, visto que ao mostrar efetivamente as vantagens do produto oferecido, o cliente terá maior conhecimento das mesmas e possivelmente não pensará da mesma forma em suas desvantagens – o que pode evitar o afastamento. É claro, de nada adianta se o produto não for de real qualidade, afinal, você não quer fazer propaganda enganosa. Entretanto, apresentar o valor da marca é o principal trabalho do marketing da empresa, que deve informar o cliente durante todas as etapas do consumo. É por isso que investir em produção de conteúdo é sempre necessário, pois além de atrair novos leads, a comunicação também mantém um relacionamento duradouro com os clientes já conquistados.

4) Saiba se o consumidor está realmente aproveitando ao máximo o que você oferece.

Muitas vezes, sua empresa oferece diversos serviços de qualidade que acabam nem sendo de conhecimento dos clientes. Por exemplo, se uma marca proporciona algum sistema de uso em computadores, provavelmente algumas das funções não serão utilizadas por usuários que não tenham conhecimento completo. Desenvolva comunicação a fim de apresentar tais funções e serviços para seus clientes. Por exemplo, a Central, ao oferecer diversos módulos, também entrega o suporte necessário para a utilização da plataforma. Isso pode gerar descobertas positivas por parte de consumidores que estejam pensando em trocar de serviços, convencendo-os então a não abandonarem a marca.

Nada disso é muito difícil de colocar em prática, correto? Com a equipe certa, determinada para cada departamento em específico, a empresa consegue atender a demanda. Basta ter noção de trabalho em equipe, planejamento e muita organização. Isso já é um grande passo para evitar que clientes desistam de você.