O que é: É a empresa que detém a marca. Ela cede ao franqueado a autorização para explorar o modelo de negócio, a tecnologia e repassa uma série de informações estratégicas sobre a marca e os conhecimentos referente ao tempo de atuação e histórico do negócio que serviu de modelo para as franquias. Também é responsável por buscar aprimorar constantemente o negócio e por repassar conhecimento e treinamento à rede de franquias.

Perfil ideal: É fundamental para um bom franqueador ter capacidade de liderança ativa em toda a sua rede; estrutura interna que dê suporte a essa rede; bons canais de comunicação com os franqueados e mentalidade ganha-ganha, ou seja, entender que para ele ganhar o franqueado precisa ganhar também.

Como tornar-se uma: De acordo com empresas de consultoria, a formatação de uma franquia normalmente segue três passos. A primeira é a Análise de Franqueabilidade e elaboração do Plano de Negócios. Nesta fase ocorre a avaliação do mercado e o estágio atual da empresa, avaliando se será vantajoso utilizar o sistema de franquias para a expansão da marca. Serão definidos o modelo de franquia e seus padrões e os investimentos necessários para sua implantação. Depois, acontece a Manualização (estruturação dos manuais para orientar os franqueados e nortear o trabalho proposto pela franqueadora) e, por fim, a Elaboração dos Instrumentos Jurídicos.