Franqueado

O que é: É a pessoa que adquire uma franquia e adota um modelo de negócio já estabelecido, buscando, com isso, obter renda e lucro. É quem fica na “ponta” do sistema, fazendo o negócio acontecer, gerindo, operando e implantando a franquia. Para obter a licença da marca, ele deve pagar uma taxa de franquia e também pagar um percentual do faturamento sob a forma de royalties, que servem para serem reinvestidos na manutenção e perpetuação da rede.

Perfil ideal: A capacidade analítica do indivíduo é fundamental quando se trata de perfil gerencial e implementação de ferramentas de gestão em um empreendimento. Além de pensar no negócio, o empreendedor deve obter resultado junto aos recursos que desempenham atividades em seu estabelecimento, ou seja, os recursos humanos. A conduta ideal de um franqueado é muito mais que o ato de criar, mas sim, de conduzir os negócios de maneira rentável, proporcionando inovações ao longo do tempo e criando soluções que facilitem o desenvolvimento do negócio.

Antes de virar um franqueado: Deve-se investigar a empresa franqueadora e seus integrantes, para ter a certeza de estar se vinculando a uma marca “saudável” (jurídica e financeiramente), antes de firmar documentos ou efetuar algum pagamento quanto à aquisição da franquia.

Obrigações: É de obrigação do franqueador investir os recursos necessários para implantar a unidade de negócios e mantê-la funcionando; utilizar apenas os serviços e produtos indicados pela franqueadora; pagar os valores relativos a aquisição e continuidade da franquia; arcar com os custos relacionados à gestão do negócio e observar as normas da rede em toda a operação de seu negócio.