A transferência de know how sobre a franquia é um fator decisivo para o sucesso do negócio de franchising. O ato consiste em repassar, através de diversas maneiras, o conhecimento sobre o negócio e o mercado, de forma que o franqueado consiga reproduzir os padrões e rendimentos da empresa matriz.

A transferência de know how é um suporte que deve ser fornecido pelo franqueador para que a execução dos serviços seja feita com mais qualidade e segurança. Muitos empreendedores no mercado de franchising possuem pouca experiência em administrar um negócio. O apoio com informações e conhecimento sobre os processos da empresa permite uma briga mais justa com a concorrência já estabelecida.

Nesse texto, a Central do Franqueado irá fornecer algumas dicas de como pode ocorrer o processo de transferência de know how. Cada franquia, entretanto, tem seus modelos e características específicas. O importante é que o compartilhamento de conhecimentos ocorra de forma clara, transparente e o mais detalhada possível.

Para os franqueadores, cabe ressaltar que a estruturação de um bom processo de transferência de know how é super importante. Isso é algo valorizado por quem está procurando entrar no mercado de franchising e pode ser o que te levará a expandir o seu negócio mais rapidamente.

Modos de transferir know how

Como transferir know how_2

A transferência de know how ao franqueado pode se dar de diversas maneiras. Citaremos aqui as mais usuais:


Treinamento

Nesse método, o novo franqueado é treinado pelo franqueador e/ou equipe junto com outros franqueados ou sozinho. O empreendedor recebe todas as orientações, materiais e know how. Geralmente o treinamento inicial dura uma semana ou mais, mas, depois do início das operações, os treinamentos acontecem periodicamente, por demanda da franquia ou para atualização.

A Central do Franqueado já deu algumas ótimas dicas de treinamento. É muito importante transmitir para os franqueados a forma de atuação da marca, como se organizam os processos  (estoque, compras etc), como atender o cliente no momento da venda, entre outros tópicos.


Manuais

Os manuais são um dos instrumentos mais utilizados para transferência de know how por sua praticidade e durabilidade. Esse material pode ser tanto escrito, em formato de apostilas e disponibilizado impresso ou digital, quanto em formato de vídeos, áudios, aplicativos e o que mais o franqueador achar relevante usar. Para um suporte eficaz, devem ser desenvolvidos manuais de implantação do negócio, operacionais, de gestão da unidade, marketing e vendas.  
Já falamos aqui na Central sobre como produzir manuais mais eficientes para a sua rede de franquia, com uma linguagem fácil e que estimule o seu uso. Uma boa dica também é utilizar uma plataforma online para gestão de franquias para armazenar e compartilhar esse material com toda a sua rede de franqueados.

Consultoria de campo

Para transferência de know how, é essencial também que a franqueadora ofereça um consultor de campo para todas as suas unidades. Esse profissional vai checar se os processos estão sendo cumpridos de maneira correta, auxiliar na implatanção, operação e comercialização de produtos e serviços, identificar problemas e propor soluções. Esse é um excelente recurso para as redes que têm franqueados em regiões mais distantes – com um consultor de campo, as unidades irão se sentir mais valorizadas pela marca.

Reuniões periódicas entre franqueados

Uma outra maneira de transferir conhecimento para os franqueados é realizar reuniões e eventos periódicos que reúnam todos os representantes da rede. Assim você estará estimulando o aprendizado, a troca de experiências entre franqueados, o compartilhamento de casos de sucesso, de resultados e o intercâmbio de ideias.

 

Selo de Excelência em Franchising (SEF)


Se você quer se tornar um franqueado, mas tem dúvidas se a empresa irá lhe oferecer o suporte necessário, uma dica é verificar o Selo de Excelência em Franchising (SEF), dado pela Associação Brasileira de Franchising para as melhores empresas.

Uma das questões avaliadas por esse prêmio é a qualidade do suporte oferecido pela empresa. A pesquisa é sigilosa e feita com franqueados e funcionários, portanto, vale muito a pena usar esta análise para verificar se a franquia em que você está interessado vai lhe oferecer o apoio que você precisa para iniciar o negócio.

Além disso, esteja atento ao que está disposto na Circular de Oferta de Franquias (COF). No documento deverá constar que a franquia lhe dará o suporte necessário.