O mercado de franchising é um setor emergente no nosso país. A cada ano, vemos crescerem as métricas de faturamento (de 2015 para 2014 o aumento foi de 8,3%) e os números das redes franqueadas no Brasil (desde o ano passado, o crescimento foi de 4,5%). Se bem administrado e planejado, o franchising é uma excelente opção para o empreendedor que queira expandir seu negócio.

Mas, além de vantagens, há também alguns desafios do mercado, aos quais os empreendedores e investidores devem estar atentos na hora de fazer as escolhas e tomar as decisões para a rede.

O ponto de vista do franqueador e do franqueado são bastante distintos. Para que você tenha uma noção geral desse panorama, vamos apresentar abaixo alguns pontos:

Vantagens do franchising para o franqueador

  • Rápida expansão da rede

O franchising é uma boa opção para levar sua rede mais longe, de maneira rápida e com o investimento e gerenciamento de terceiros.

  • Crescimento da marca

Sua rede vai ser expandida e também sua marca, que será levada mais longe, impactando mais clientes.

  • Rentabilidade com redução de custos

O franqueador recebe a taxa de franquia, para cobrir custos de seleção e treinamento inicial, e também uma taxa de royalties mensal, que garante a rentabilidade de negócio. Ao mesmo tempo, o franqueador se desonera dos custos operacionais da loja.

  • Expansão geográfica

Sua marca e rede vão ser levadas para mais longe, possibilitando a exploração de novos territórios, o que antes dificilmente seria possível apenas com recursos próprios.

  • Padronização

Com o suporte e treinamento adequado, toda a marca vai manter a padronização. Você, como franqueador, vai exigir e ajudar a manter um alto padrão de qualidade da rede.

Desafios do franchising para o franqueador

  • Perda de sigilos da empresa

O franqueador precisa compartilhar o know how do negócio com seus franqueados. Isso faz com que o sigilo da rede seja difícil de ser mantido. É preciso cláusulas claras no contrato de franquia e muita confiança na equipe.

  • Planejamentos e estratégias expostos a terceiros

Para atrair franqueados, você vai precisar expor algumas estratégias competitivas da sua marca; são os diferenciais que vão convencer os candidatos a virarem franqueados da sua rede.

  • Risco de seleção inadequada

Os contratos de franquia costumam ser longos, é uma relação de anos, que precisa de confiança e credibilidade da franqueada e da franqueadora. Por isso, é preciso que haja uma seleção muito rigorosa e assertiva, que encontre o perfil ideal do franqueado para o negócio

  • Custos de formatação

Embora haja boa perspectiva de rentabilidade, a formatação da franquia é bastante custosa: exige muito tempo de planejamento, participação de feiras, investimentos em atração de novos franqueados, formatação dos manuais etc.

Vantagens do franchising para o franqueado

  • Know how adquirido

Você, ao assinar o contrato com uma franquia, vai receber o know how da marca, treinamentos, aconselhamento e suporte para tocar o negócio. O empreendedor agora faz parte de uma rede e não vai estar sozinho na operação.

  • Investir em um negócio de sucesso

O candidato a franqueado escolhe a franquia em que investir. Ele tem liberdade para escolher a marca e vai investir em uma rede que seja da sua confiança.

  • Plano de negócio estruturado

Diferente do que começar um negócio do zero, com uma franquia o empreendedor recebe todo o plano de negócios já estruturado, com a garantia de poder contar com o apoio de profissionais experientes e tocar um negócio que tem um modelo já testado.

  • Maior crédito

Existem inúmeras linhas de crédito e financiamento para empreendedores que buscam abrir uma franquia. Fica mais fácil conseguir dinheiro do que abrindo um negócio próprio.

  • Consultoria e suporte

O franqueado possui a segurança de poder contar com todo o suporte durante a operação do negócio. Isso porque seu sucesso interessa a todos que fazem parte daquela rede.

Desafios do franchising para o franqueado

  • Pagamento de taxa de franquia

Todos os meses, independente do faturamento, o franqueado precisa pagar uma taxa de franquia ao franqueador. É um valor fixo, que pode pesar bastante no orçamento.

  • Sucesso atrelado ao desempenho do franqueador

Se o franqueador for um bom gestor, organizado e visionário, há ótimas chances do negócio crescer cada vez mais. Mas o franqueado muitas vezes depende disso para que sua unidade tenha sucesso. Ele precisa ter confiança de que os recursos estão sendo aplicados da melhor maneira possível em estratégias e marketing, por exemplo, para que seu negócio cresça cada vez mais.

  • Pouca flexibilidade

A unidade de franquia atua de acordo com um modelo de negócios já pronto. Por isso, há pouca liberdade para inovar na gestão e nos produtos e serviços oferecidos pela marca.