Como gerenciar uma rede de franquias

  • 19 de julho de 2016

Como gerenciar uma rede de franquias

19 de julho de 2016   por Priscila Daniel

Apostar em franchising é uma boa alternativa para expandir uma marca. Com as franquias, é possível levar o nome da rede a um território muito grande, utilizando investimento de terceiros. As vantagens são muitas, mas o franqueador precisa estar atento para garantir o suporte adequado às franquias e também para assegurar o padrão de qualidade da sua marca.

 

Realizar a gestão de uma rede não é tarefa fácil. Mesmo sem encabeçar o operacional, o franqueador precisa estar por dentro de todos os fatores que afetam seu setor, além de selecionar uma equipe de trabalho com todas as competências necessárias para lidar com as tarefas.

É preciso muito cuidado e dedicação com o serviço oferecido aos franqueados da rede. Isso porque, muitas vezes, as opiniões dos franqueados e dos franqueadores divergem sobre o apoio oferecido. É possível ver isso em pesquisa realizada pelas consultorias Bittencourt e GS&MD, que enviaram um questionário a 310 franqueados e 120 franqueadores. Abaixo, a percepção de cada um sobre os seguintes itens:

Ponto comercial

74% dos franqueadores dizem oferecer total apoio na hora da escolha do ponto;

36% dos franqueados afirmam ter recebido isso;

Apoio jurídico

61% dos franqueadores dizem oferecer essa ajuda de maneira integral;

30% dos franqueados afirmam receber esse apoio;

Treinamento e capacitação

76% dos franqueadores dizem que ministram cursos e monitorias de maneira contínua;

39% dos franqueados afirmam recebê-los continuamente;

Processo de avaliação

70% dos franqueadores afirmam fazê-lo de modo contínuo;

34% dos franqueados dizem receber isso sempre;

franqueador e franqueado

A maturidade dos franqueados também influencia nos dados. De acordo com Claudia Bittencourt, 42% dos franqueados que responderam às perguntas têm a sua unidade há menos de um ano. A pouca experiência pode fazer com que as expectativas fiquem elevadas em relação ao suporte e apoio que o franqueador deve receber.

 

Como se preparar para gerenciar uma rede de franquias

O franqueador precisa estar preparado para lidar com diferentes tarefas e dar conta de oferecer suporte e treinamento para todas as suas unidades. Para lidar com tudo isso, é essencial que, antes do início das operações, o empresário já deixe tudo alinhado para ingressar bem no mercado de franquias.

Para um empresário sem experiência no setor de franchising, o ideal é contar com a ajuda de uma consultoria, que vai ajudar a formatar a rede, a preparar os manuais e materiais essenciais da marca e também a preparar a equipe para o novo desafio.

Contar com apoio jurídico também é essencial para gerenciar sua rede de forma organizada. Além de uma Circular de Oferta de Franquia (COF) completa, também é importante um contrato bem elaborado e também uma política para resolução de conflitos dentro da rede e também conflitos com terceiros.

Feitos os preparativos, é preciso recrutar uma boa equipe. Contar com um grupo competente de consultores de campo é essencial para garantir o sucesso da franquia. Busque montar uma equipe com profissionais que reúnam as competências necessárias para fazer seu negócio dar certo.

Com os materiais prontos e a equipe formada, é preciso buscar apoio da tecnologia. Investir em uma plataforma para gestão da rede é essencial para otimizar o tempo disponível. Com sistemas de gestão, como a Central do Franqueado, é possível automatizar tarefas, comunicar-se com seus franqueados de maneira efetiva, compartilhar materiais e arquivos de forma rápida e segura, e organizar as compras das suas unidades com os fornecedores homologados.

Apoiados nesses pilares, a gestão da franquia fica mais fácil e organizada, mas, ao longo da operação, o franqueador também precisa ficar atento a questões importantes.

O franqueador precisa estar sempre atento aos indicadores da sua rede. Definir objetivos,  metas e formas de avaliar seus desenvolvimentos é um dos caminhos para o sucesso da marca. O gestor que tem em mãos os dados e resultados das suas unidades sabe tomar decisões mais assertivas.

Outro ponto importante é a comunicação entre a rede. Realizando constantemente pesquisas de satisfação entre as unidades, é possível perceber em quais pontos a gestão da franquia precisa melhorar. Dessa forma, as unidades também se sentem valorizadas e mais satisfeitas com a rede.

Por fim, é importante manter-se sempre atualizado, participar de feiras e eventos e conversar com outros franqueadores. Em um mercado competitivo, a constante renovação da franquia é imprescindível.

 

Suas franquias precisam de seu suporte?

Solicitar Demo
logo data-recalc-dims=